recadosdoaarao



Autores
Voltar




21/05/2021
Seminarista em pânico
Um a um, com tenacidade e fúria, especialmente depois do malsinado concílio vaticano II, todos os seminários foram sendo demolidos pelos inimigos da Igreja, pois havendo boas exceções, são literalmente destruídos. Satanás percebeu que com padres santos, jamais destruiria a Igreja. Então formou doutores em tudo o que não deve ser Igreja, e mestres de qualquer coisa, menos em santos que zelam pelo rebanho e salvam almas.


 

Fonte: onepeterfive.com

Via:https://www.aldomariavalli.it/2021/05/20/lettera-io-seminarista-chiedo-ditemi-ce-qualche-motivo-per-cui-dovrei-restare-nella-chiesa-cattolica/

Carta / eu, seminarista, pergunto: "Diga-me, há alguma razão para que eu deva permanecer na Igreja Católica?"

20-05-2021

Salvo em: Blog por Aldo Maria Valli

O site OnePeterFive recebeu esta contribuição de um seminarista anônimo. Um texto que pode ser lido como a pergunta de uma criança ao pai: “Por que você não estava lá para me proteger quando aquele era o seu trabalho?”. É o grito de um homem que deu a vida por uma causa, para descobrir que os guardiões dessa causa já não acreditam nela. O escritor, é claro, não espera uma resposta.  

***

Estou terminando meus estudos de teologia e pretendo deixar o seminário. Eu sei que não deveria entrar no ministério público. Fiquei desiludido e ressentido. Não acredito no que a Igreja Católica está ensinando e não quero ajudar a perpetuar o que ela está fazendo. Depois de quase dez anos discernindo um chamado e perseguindo uma vocação, sinto que vaguei por um beco sem saída e acabei na floresta.

 

Fui ingênuo o suficiente para presumir que a fé católica era praticada na Igreja Católica, mas a experiência me ensinou que a fé não é mais bem-vinda na Igreja. Hoje eu desaconselho seguir uma vocação na Igreja e não recomendaria a Igreja a ninguém. O que você pode esperar encontrar lá, mas alguém que abusa espiritualmente se recusa a entrar no Reino de Deus e tenta impedir que outros o façam?

 

Honestamente, muito pouco da minha fé sobreviveu ao seminário. Não seria capaz de apontar um ensino da fé católica que nem sempre muda. Acho que ainda nem começamos a reconhecer até que ponto o modernismo minou os fundamentos da fé. A Igreja está se desintegrando em areia movediça, mas somos repreendidos ad nauseam por aqueles que argumentam que a Igreja deve mudar ainda mais com o tempo. Jesus disse: "Que a tua fala seja sim sim, não não", mas respondemos que "não é nem sim nem não, mas sim e não". Chamamos o mal de bem e o bem de mal. Acalentamos uma falsa paz de compromisso e cultivamos as doenças da corrupção e do declínio. A Igreja é como uma caixa de papelão molhada e o fundo está cedendo.

 

Por que evangelizar? Evangelizar em que sentido? Não temos mais permissão para catequizar. Há muita resistência à fé por parte da Igreja. Qual é o ponto? O que estamos fazendo? A Igreja não espera mais converter o mundo a Jesus Cristo, mas estamos convertendo a Igreja ao Espírito do mundo. O sal perde o sabor e é posto de lado e pisoteado. A lamparina está apagando, as brasas estão apagando e a instituição de caridade está esfriando. A substância da fé foi drenada da Igreja e diluída. A Igreja foi esvaziada. O triunfalismo foi derrotado, o barco de Pedro está afundando.

 

Mas eu sei que o problema sou eu. Estou amargurado, pessimista e cheio de ressentimento. Sei que não deveria ter um ministério público na Igreja, então me formo e vou embora. Não deveria ter tentado perseverar por tanto tempo e gostaria de nunca ter perseguido o que pensei ser uma vocação. Eu sou o tipo de pessoa que deveria ser expulsa desta igreja. Mas antes de sair, só quero fazer uma pergunta, na esperança de que alguns líderes da Igreja possam me ouvir, e talvez tentar dar uma resposta: Há alguma razão para eu continuar católico?

 

Mais: há alguma razão para alguém permanecer católico ou se tornar católico? Eu o desafio a nos dar um bom motivo.

 

Você não pode nos dizer que a Igreja é necessária para a salvação, porque não temos mais permissão para crer nela ou ensiná-la. Não precisamos mais ser salvos de nada, exceto talvez pela tradição, não é saudável falar sobre pecado e o inferno não existe mais. Você não pode nos dizer que Cristo está presente na Igreja, porque devemos reconhecer que Ele também está presente em outras igrejas, e também na natureza. O que a Igreja pode oferecer que uma vista panorâmica das montanhas não pode oferecer?

 

Você não pode nos dizer que estamos construindo o Reino de Deus na terra, porque podemos fazer isso melhor, pois os democratas liberais e as tradições da Igreja estão apenas nos impedindo. Não me podem dizer que a Igreja é uma comunidade de caridade, porque sei quão inóspitos são os acolhidos, sei quão intolerantes são os tolerantes e sei quão vingativos são os misericordiosos.

 

Você não pode me dizer que a Igreja vai me acompanhar com o diálogo porque eu sei que a Igreja não é um espaço seguro para pessoas que acreditam na fé e quanto clérigos fofocam, intimidam e ostracizam.

Ei, alguém pode me ouvir ?!

 

Algum líder desta igreja se preocupa com alguma coisa além de guardar a falsa paz, impor a mediocridade e administrar o declínio? Você está interessado na salvação de almas? Você se preocupa com alguma coisa?

Eu o desafio a responder a esta pergunta: há alguma boa razão para alguém praticar a fé católica na Igreja Católica? Eu desafio-te. Existe alguma razão além do medo do julgamento de Deus - algo em que não temos mais permissão para acreditar - por que eu não deveria alertar as pessoas para ficarem longe da Igreja Católica?

 

É claro que sei que os líderes da Igreja não podem responder a essa pergunta de maneira satisfatória. Eles não acreditam mais na fé católica e não podem mais dizer nada substancial. Eles só podem responder falando sobre algo sobre uma comunidade humana inclusiva caminhando em direção à unidade em um diálogo de acompanhamento, etc. E meu ponto terá sido provado. A Igreja não tem nada a oferecer ao mundo que o mundo já não tenha, e seus benefícios não podem superar seus déficits. Alguns sacerdotes e fiéis leigos puderam dar uma resposta satisfatória, mas sabem o que significa não se sentir bem-vindos nesta Igreja acolhedora e como é lutar para encontrar motivos para ficar.

 

Muitas vezes, durante as homilias dos dias das festas marianas, saio furtivamente da capela, porque acho que a aversão ao sagrado se dirige sobretudo a Maria, e dói-me muito ouvir Nossa Senhora denegrida pelos padres. Por isso, termino com este terrível discurso pedindo a Nossa Senhora Auxiliadora que interceda: por favor, ajudem a Igreja, e especialmente os pequenos que se sentem tão maltratados espiritualmente por ela.

Nossa Senhora Auxiliadora, por favor, faça alguma coisa, qualquer coisa. Mas, em qualquer caso, provavelmente devo ir embora. Perdi minha fé e não sou bem-vindo aqui.

[Alguns detalhes sobre a situação do autor foram alterados para proteger sua identidade].

 

+++++++++

OBS > Hoje se fala muito em "reformar a igreja", quando somente isso se constitui numa heresia, porque Jesus Mesmo é a Santa Igreja – acaso não foi Ele que disse: atrairei todos a mim? – entretanto não se fala em reformar primeiramente os seminários, porque calar sobre isso é do interesse do anticristo. Sem a formação de padres santos, jamais se conseguirá reverter este desastre. Desde séculos a besta vem trabalhando para destruir os seminários, deformando propositadamente os jovens, para conseguir toda uma “geração de padres apóstatas” que estes formariam um “povo digno do anticristo”. Como acontece hoje.

De fato, a situação de praticamente todos os seminários do mundo é desesperadora, pode-se dizer o desastre já é total. A falta de vocações sacerdotais hoje se dá porque nenhum pai ou mãe já incentiva seus filhos a este digníssimo ministério, exatamente por causa do mau exemplo de um clero pusilânime, tão arrogante quanto cego, desvirtuado dos caminhos da Igreja e desviado da única missão para a qual foram ordenados – salvar almas – pois não os querem ver no mesmo estado lastimável. Jesus não precisa de padres para cuidarem do caixa paroquial e da arrecadação dos dízimos. Isso fazem os pastores das seitas!

Só interessa ao demônio este tipo de mau seminário, e de mau sacerdote, entretanto um exército de cinco mil bispos cegos, guiando cegos, não liga mais para estas casas de formação. Isso quando não luta para destruir o que ainda resta de bom, nas raríssimas exceções. Veja o acontecido no seminário de Ciudad de Leste no Paraguai. Jesus disse ao Padre Michelini: Toda grande diocese começa com um grande seminário, e todo grande seminário começa com um reitor santo. Bispo que não trata disso acima de tudo sentirá o chicote de cordas.

Infelizmente este jovem decide capitular ao invés de se formar e, de dentro para fora, mudar esta situação. Fugindo ele não resolve nada, nem a vida dele, nem o desastre atual da Igreja. Ademais, com certeza não lhe ensinaram aquela frase de Jesus: Tu és Pedro e sobre esta pedra eu edificarei a minha Igreja e as portas do inferno nunca prevalecerão contra ela. Ou seja: mesmo que tudo nos pareça perdido, no momento certo Deus agirá e colocará tudo às claras, cumprindo outra palavra de Jesus: Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará. (Aarão)

 


Artigo Visto: 876

ATENÇÃO! Todos os artigos deste site são de livre cópia e divulgação desde que sempre sejam citados a fonte www.recadosdoaarao.com.br


Total Visitas Únicas: 3.938.873
Visitas Únicas Hoje: 308
Usuários Online: 88