recadosdoaarao



Conversões
Voltar




12/03/2011
Meu retorno


Conversões - Meu retorno
12/3/2011 07:59:15

Conversões - Meu retorno


Fui beneficiado pelas orações do Grupo Salvai Almas
sábado, 5 de março de 2011
18:30
 
 
Meu querido e amado DEUS, acredito fielmente em tudo que vou escrever, espero que muitos possam  acreditar nos relatos abaixo, que anunciam o vosso amor por aqueles que o Senhor cuida e prepara para sua vinda gloriosa,  a muito tempo estou desejoso a escrever, porém percebo uma influencia negativa do inimigo contra tudo que eu tenho a testemunhar, doenças, preocupações, problemas e compromissos repentinos que aparecem, mais vou em frente com a vossa proteção, e já inicio como escravo de MARIA colocando todas estas palavras no seu ventre santo digno de acolher o filho de DEUS já na primeira vinda, e com certeza mais digna ainda de recebê-lo na sua segunda vinda.
 
Alguns anos atrás obtive uma conversão avassaladora sobre minha alma perdida, costumo dizer que anoiteci um homem e amanheci outro, era um ser egoísta, orgulhoso completamente, já desde de cedo recebi influencias machistas do meu pai terreno, logo aos sete anos tive contatos com revistas pornográficas,  sou o filho do meio entre cinco irmãos, infelizmente todos eles passaram por isto, ou seja, mulher para nós era como objeto sexual.
 
Nestas relações sexuais, engravidei minha esposa, percebi que eu tinha um nome especial, o meu segundo nome é "José", foi especial para mim ser pai, o não ao aborto foi imediato, estes dias escutei uma mãe muito pobre de sete filhos dizer, prefiro passar fome com eles do que passar a minha vida inteira com  remorso de ter tirado a vida deles, isto é lindo, porém durou poucos anos a fidelidade do casamento, comecei a viver intensamente o adultério, mas continuava casado.
 
O inimigo percebeu que o adultério não iria destruir minha família tão depressa assim, ele tratou de logo atingir o meu orgulho, quando me dei conta estava sendo humilhado no meu trabalho, foi o suficiente para me sentir um homem fracassado profissionalmente, e pior ainda colocar a culpa na minha família. Dias se passaram e a coisa foi tomando proporções depressivas, aonde minha vida foi tentada varias vezes pelo inimigo, mas o Senhor foi o meu refúgio pelo olhar de Maria, pois derrotava o inimigo nas crises mais difíceis através de um terço nas mãos (herança da mão terrena), aonde sem saber usá-lo corretamente o segurava com muita força e rezava várias Ave-Marias até me acalmar, eram verdadeiras noites traiçoeiras. Os vícios com álcool e baladas foram inevitáveis, logo tive um caso com uma moça mais nova, que foi  o festim para me tirar de casa e abandonar minha família, porém foi uma decisão necessária, digo isto porque antes de abandonar minha esposa lhe disse algo incomum (preciso sair de casa para derrotar muitos demônios), foi algo incrível pois percebi que não veio de mim mesmo.
 
Realmente foi uma luta muito serrada entre os anjos, o "José" da minha alma sofria dores insuportáveis pelo o abandono dos meus filhos, nas visitas não parava de sofrer, chorava nas despedidas e me agonizava em deixá-los sem a proteção do seu "José", recorria a nossa Senhora rezando sempre. Em uma dessas visitas descobri também que minha esposa estava indo em uma Igreja evangélica, eles  não perdem tempo, é a oportunidade deles fisgarem novos fiéis, aproveitam do sofrimento alheio para introduzirem as doutrinas criadas pelos homens "as Seitas", as mudanças também foram rápidas, a minha filha mais velha já falava em quebrar a imagem de Nossa Sra Aparecida que tínhamos em casa, o maldito é astuto, tirou tudo de mim, minha família, minha casa, meu carro, tudo que eu tinha e agora ele queria tirar a nossa "fé", maldito carniceiro , que dor insuportável senti na minha alma, disse a eles para não tocarem na minha mãezinha, minha esposa lamentou e disse que não faria isto jamais.
 
O desemprego já era carta marcada do inimigo, porém Deus tira proveito do sofrimento, ganhei uma Bíblia evangélica da minha esposa, não tinha Bíblia cató
lica, era um abortado como o Apostolo Paulo, porém o Senhor tirou proveito desta Bíblia e comecei a lê-la para me convencer  da separação, logo passei pelos capítulos de Moisés que falava sobre a permissão do divorcio para os homens de cabeça dura daquela época, pronto, pensei estou conseguindo justificativa, me apaixonei quando percebi que Deus descia para morar com os homens na travessia do deserto naquela tenda improvisada, me decepcionei comigo mesmo quando Jesus disse que para homem cabe uma só mulher, como no inicio da criação, que ele e ela deixem os seus pais e se unem e uma só carne, agora não tinha justificativa, Jesus encarnado me evangelizava, então percebi que eu estava vivendo em pecado.
 
O mistério da semana santa finalmente  entrou na minha alma que estava preparada pelas doces palavras da Bíblia, sensível para viver a Paixão de Cristo , foi uma semana muito forte, percebi que na quinta-feira santa Jesus foi traído por um beijo, então veio uma súbita dor de culpa, pois senti que eu também era Judas neste momento, senti  também que eu era João correndo covardemente nu pelo monte das Oliveiras, também me senti Pedro, desobediente e fraco, negando a Jesus por três vezes, meu Deus matei Jesus, simplesmente o matei com meus pecados orgulhosos, perdoe-me Jesus Cristo por tamanha cegueira de me  sentir isolado dessa triste realidade, Jesus morreu pelos meus pecados de ontem, hoje e amanhã. Na sexta-feira veio a crucificação do cordeiro, sentia cada passo de Jesus, percebi que estava nas sombras da mãe da dor, Nossa Sra da CRUZ, estava ali juntinho como João, como Madalena, sofrendo a incapacidade perante o AMOR do filho de Deus, que se entregou livremente  por muitos, porque nem todos quiseram ali permanecer. No sábado me sentia esperançoso, mas a visão fúnebre da morte de Jesus me assaltava em espera, tanto que fiz um pedido a Deus que me abrisse aquela Bíblia no evangelho da Paixão, infelizmente não fui contemplado com tamanho dom, mas deixei a Bíblia aberta na escrivaninha e fui dormir com a dor do túmulo lacrado.
 
Domingo de ressurreição, acordei inundado com a luz do sol que entrava pela janela do meu quarto, e a primeira visão que tive, foi da Bíblia aberta na escrivaninha, virei a página e bati meus olhos no título "PAIXÃO DE CRISTO", meu Deus, fui tomado por tamanha alegria, li desde da Santa Ceia até a ressurreição, cai de joelhos no chão em lágrimas e me pus a orar em suplicas, "Piedade de mim, me arranca este espinho da carne (a masturbação), que me escravizava há 25 anos,  foi tão forte o abraço do Pai, do Filho, do Espírito Santo, que cair em um sono profundo, ou seja, repousei por mais de 15 horas, foi um momento impar na minha vida, anoiteci um homem e amanheci outro.
 
No outro dia os sinais da minha conversão eram claros como um cristal, percebia dons novos, principalmente contra o pecado da carne, já não olhava as mulheres como objetos sexuais, portanto não me masturbava mais, recebi um dom especial da castidade no casamento, visualizei claramente a enxurrada de pecados que eu aprendia vendo televisão, filmes, novelas e programas, todos destilados com o veneno do carniceiro, também nas musicas das rádios, compreendi as influências mentirosas do amor passageiro, sem raízes profundas como amor de Deus, só pregam o amor carnal que se usa e joga fora, descartável, falso, um amor contaminado com o veneno da serpente que nunca quis o homem como amigo e sim para destruí-lo por inveja, pois somos amados por Deus, aponto dele entregar o seu filho na Cruz por nós, meu amigo já parou para imaginar você entregando o seu filho para os algozes para manifestar o verdadeiro amor capaz de arrastar multidões há 2000 anos, isto é constrangedor para nós como diz Paulo apostolo, sabe de uma coisa, somos egoístas demais para pensar no amor de Deus, mas renuncie todo o pensamento e comece a pensar nisto.  Entenda que todo mal vem com a cara de bom, porém é preciso os ouvidos do Espírito Santo para escutar o chacoalho da cascavel
que esta por detrás do plano diabólico, que nos incentiva a cometer adultério, pornografia, ocultismo, espiritismo e milhares de pecados,  isto tudo entra em nossas mentes hoje em dia sem pedir permissão.
 
 
Não demorou muito já estava em casa com o perdão da minha esposa, que foi preparada para mim perdoar, pois ela foi perseverante e não entrou na onda das falsas feministas do nosso tempo, aonde incentivam as mulheres do bem a darem o troco, dizendo que isto faz parte dos direitos iguais entre o homem e a mulher, mentira, isto significa vingança , me tornei um católico vigilante, em casa eliminei  todos os livros perniciosos do inimigo, graças a Deus coloquei em dia os sacramentos, antes não podia comungar por falta do sacramento da reconciliação, foi o momento mais santo da minha vida quando procurei um sacerdote da Igreja católica e fiz minha confissão acumulada de anos de pecados que pesava a minha pobre alma, depois com a alma limpa pude me aproximar do amor supremo, a Eucaristia, recebi o corpo e o sangue de Cristo com muito amor, meu Deus quanto amor existe neste gesto, costumo dizer que um homem de braços aberto é uma cruz e quando comungamos Jesus , ele  é crucificado e nós novamente, vai de cada um o tamanho da cruz que vai dar para o Senhor carregar, se pecarmos muito Jesus vai sofrer muito, se pecarmos pouco Jesus vai sofrer menos, portanto lute para não pecar e ser a cruz santa para Jesus ressuscitar . Também me ingressei a uma comunidade de aliança da Igreja católica chamada "Sagrada Família", aonde muito cresci espiritualmente, porém algo  me faltava, pois minha alma foi separada para um sentimento que me consumia dia e noite( a volta de Jesus), e sempre fui atrás deste aprofundamento, ler o apocalipse era normal para mim, coisa que antes  era motivo de medo absoluto, comecei a fazer pesquisas das mensagens de Nossa Senhora pela Internet, em 2007, tive o primeiro contato com o Grupo Salvai Almas, e a minha vida mudou completamente, passei a rezar mais do que nunca tinha rezado, as anistias eram verdadeira lições de vida.
 
Comecei também a rezar as 15 orações da Santa Brígida, e no primeiro dia que fui rezar, aconteceu algo diferente, já estava de joelhos rezando no meu quarto, quando minha esposa me interferiu dizendo que tinha um moribundo na frente de nossa casa, levantei e fui atende-lo, pensei que era até o Joaquim, um moribundo com problema de saúde que sempre aparece pedindo comida, mas não era, era um senhor  aparentando 37 anos, se identificou como padre, e dizia que precisava do perdão do Espírito Santo, e que naquele momento queria só pão e água, nossa aquilo foi muito estranho, nem Joaquim pediria isto, ele pede chocolate, café, papa, mas nunca pão e água, mas fiz um lanche reforçado e entreguei  ao pobre homem, depois ele se despediu apontando o dedo ao beco escuro da rua, dizia vou para escuridão que é o meu lugar, guardei tudo aquilo no meu coração como Nossa Senhora faria.
 
Em 2008 fui visitar o Claudio em Porto Belo, fui muito bem atendido por ele e a Dona Norma, logo ele me revelou os sofrimentos da Igreja católica, pedindo para ler o livro "Angustia da Igreja", me advertiu sobre o fanatismo, dizendo que Deus não gosta de fanáticos, pois isto não vem dele, expliquei  que estava ali para me certificar de que era uma obra de Deus, logo me disse que todos que visitam Porto Belo são enviados pela mãezinha, falei sobre o fato do padre moribundo e perguntei  se era uma alma do purgatório, ele confirmou que era uma alma sacerdotal pedindo oração.
 
Infelizmente não li o livro em 2008, cheguei até encomendar em 2009, mas também não li, mas Deus providencia o tempo certo, fiquei desempregado em 2010, li todos os livros e passei muitos para frente, percebi que muitos não se identificaram com o carisma do Grupo Salvai Almas, que é de rezar pela almas, porém muitos aceitaram o fato eminente da vinda de Cristo, se tornando mais vigilantes como as 10 noivas prudentes do evangelh
o, procurei divulgar a um sacerdote piedoso que se propôs a ser meu diretor espiritual, porém descobri uma falsa humildade em sua batina preta, pois me chamou atenção dizendo que os livros eram hereges e que estava em pecado, me pressionou na parede dizendo que só continuaria sendo meu diretor espiritual se eu admitisse não acreditar nas mensagens do grupo Salvai Almas, eu afirmei com todas as letras que eu acreditava pois a nossa Senhora esta na frente desta obra, pois o padre deixou transparecer a sua insatisfação em aceitar leigos na frente de obras, descartando totalmente a possibilidade da mensagens de Nossa Senhora serem verdadeiras.
 
Mas tudo isto foi para mim um sofrimento muito grande, porém o não do padre foi o meu sim definitivos para o Grupo Salvai Almas, me apresentei ao grupo de caminhantes dos cemitérios de Campo Grande e passei a visitar diariamente um todos os dias, salve os dias de impossibilidade, acabei não renovando meus votos na comunidade de leigos para ficar a disposição do Grupo Salvai Almas, realmente é o meu carisma rezar pelas almas, estou muito feliz em fazer isto, no cemitério encontramos mas gente fazendo macumba do que rezando, porque simplesmente deixamos eles tomarem conta, antigamente os cemitérios eram lugar dos católicos piedosos rezarem, agora por timidez, preguiça, medo, não vão mais, mas isto vai mudar logo pois à vinda do Senhor já se desenha nos céus do mundo, não deixem de rezar, pois a Igreja de Cristo precisa de oração, vamos nos unir homens e mulheres de Deus, tudo já esta perto, esta na hora de sairmos de casa, sacudir a poeira do anticristo e irmos a luta, rezar, rezar, rezar....
 
Outros fatos me cercam principalmente no meu sobrenome Rech, em 2007 na primeira anistia recebi uma lista de nomes que rezavam juntos, espantosamente estavam lá seis pessoas com o mesmo sobrenome que o meu, e eu não os conheço, porém Jesus disse, quem rezar por um ano as 15 orações de Santa Brígida, receberia as graças de livrar 15 almas de sua família do purgatório, 15 justos também de sua linhagem serão conservados em graça e 15 pecadores de sua família serão convertidos, portanto eis me aqui, entenderam, eu fui beneficiado por esta orações incentivados pelo Grupo Salvai Almas, frutos das orações....
 
No livro Saga das Almas, percebi que eu tenho o sangue das tribos de Judá, pois os meus tataravôs eram alemãs com sangue de Judeu nas veias e na XIV oração de Santa Brígida tinha algo que me intrigava, o fato de pedir para "resistir o demônio, a carne e ao sangue", porque ao sangue, Aarão nos revelou no livro, o sangue da tribo Dã ou do Homem sem o sopro do espírito de Deus, termino dizendo que sou escravo de Maria e que ela confirme este testemunho.....amém...Maurício (67) 9985-5330


Artigo Visto: 3717

ATENÇÃO! Todos os artigos deste site são de livre cópia e divulgação desde que sempre sejam citados a fonte www.recadosdoaarao.com.br


Total Visitas Únicas: 3.974.926
Visitas Únicas Hoje: 184
Usuários Online: 43