recadosdoaarao



Curas
Voltar




17/06/2009
Óleo e lencinho


Curas - Óleo e lencinho
17/06/2009 13:47:49

Curas - Óleo e lencinho


Sr. Arnaldo,
 
A paz de Jesus e o amor de Maria esteja com todos vocês.
Gostaria de testemunhar a cura de minha netinha através do “Sagrado óleo de São Rafael e do Lencinho de Nossa Senhora”.
 
No dia 25 de abril nasceu minha netinha Maria Eduarda que veio ao mundo cheia de saúde, porém, com 20 dias de vida contraiu um vírus que foi responsável por sua internação na UTI. Ficamos muito preocupados, pois, pelo seu pouco tempo de vida não podia tomar nenhum tipo de medicação e por causa disso tinha que passar por dolorosos tratamentos de aspiração da secreção dos brônquios através de instrumentos que lhe causavam muita dor. Graças ao bom Deus a maioria das crianças internadas na UTI eram filhos de pessoas católicas e algumas pessoas das famílias ali presentes se revezavam na porta da UTI rezando o terço por todas as crianças que ali estavam. E foi assim que com quatro dias de internação Maria Eduarda obteve alta e pode voltar para casa apesar de ainda continuar com o vírus que estava mais fraco e que somente inalações feitas em casa já seriam suficientes para que ela ficasse curada. Porém, os dias foram passando e fomos percebendo que ela não estava melhorando e às vezes até achávamos que estava era piorando e isso nos deixava cada dia mais angustiados até que me lembrei que tinha o remédio certo em casa. Chamei minha filha e disse que iria passar o óleo de São Rafael na neném e que também deveria dar-lhe algumas gotas para beber misturadas ao chá. Como não consegui encontrar a oração, liguei o computador e pelo “site” localizei a oração e juntamente com minha filha rezamos com toda devoção e a seguir passei o óleo em seu peito. Depois peguei o lencinho de Nossa Senhora e coloquei por debaixo de sua roupa em contato direto com seu corpo e pedi a minha filha que não o tirasse dali. Depois de feita a oração peguei a neném no colo e a deitei em meu ombro e nesse momento ela fez um barulho muito estranho e imediatamente de sua boca saiu uma secreção amarelada. Ficamos impressionadas com o que vimos, pois, desde que ela ficou doente ainda não havíamos visto ela por nada para fora. Eu disse a minha filha. “Fique tranqüila, pois, de agora em diante ela vai melhorar”. E foi assim que aconteceu, os dias foram passando e a cada dia ela estava melhor e mais forte. Uma semana depois minha filha a levou novamente ao hospital e quando fez os exames pudemos constatar que a cura havia sido realizada, pois, o virus havia desaparecido com a graça de Deus. Hoje Maria Eduarda está repleta de saúde para Honra e Glória do nome de Deus. Amém! 
 
Abraços,
Que Deus os abençoe!
S..


Artigo Visto: 2877

ATENÇÃO! Todos os artigos deste site são de livre cópia e divulgação desde que sempre sejam citados a fonte www.recadosdoaarao.com.br


Total Visitas Únicas: 3.797.380
Visitas Únicas Hoje: 725
Usuários Online: 116