recadosdoaarao



Apocalipse
Voltar




29/06/2005
Apocalipse (1)


Apocalipse - 03 O Apocalipse (1)
Apocalipse - 03 O Apocalipse (1)

O APOCALIPSE!
15/04/2000
 
     Revelação de Jesus Cristo, que lhe foi confiada por Deus, para manifestar a seus servos e deve
ACONTECER EM BREVE.
 
    Ele, por Sua vez, por intermédio do Seu anjo, comunicou-o ao Seu servo João, o qual atesta, como Palavras de Deus, o testemunho de Jesus Cristo e tudo o que viu. Feliz o leitor e os ouvintes que observarem as coisas nela escritas, porque
 
O TEMPO ESTÁ PRÓXIMO (Ap. 1,1-2)
 
   O Livro do Apocalipse é o maior mistério de todos os tempos. É o maior enigma que Deus nos legou e que consta das Divinas Escrituras. Aliado ao Pequeno Apocalipse de Daniel (Dn. 7 a 12), formam um conjunto que tem muito de aterrador, tem algo de fantástico e tem muito de extraordinário. Alguns o acham até folclórico e mítico. Mas é um mistério... e é mistério verdadeiro. E porque é um mistério e o mistério atrai a curiosidade humana, estes dois livros da Bíblia têm sido sempre dos mais consultados. De fato, Daniel diz assim: Muitos o esquadrinharão e o saber se multiplicará! Talvez, se consultássemos mais os Evangelhos e principalmente, se nós vivêssemos melhor a Palavra de Deus, hoje teríamos um mundo completamente diferente. Muito Melhor! Então, o Apocalipse seria apenas mais uma passagem, pois Deus tem o poder de atenuar um castigo, como O tem de mitigar uma graça. Infelizmente, preferimos rejeitar a graça, e acentuar o castigo.
 
   O Apocalipse é, pois, como um enorme palco. Um palco universal, uma tela gigantesca, cujo objetivo principal, é descrever a um espectador atônito, ou seja, São João, um tempo futuro e distante, onde tudo aquilo se tornaria real. Como é que um homem, de há 1900 anos atrás, descreveria uma guerra atômica? Como ele explicaria o poderio econômico e destruidor da tal ‘Globalização’? De que forma ele iria descrever esta civilização desafiadora, cheia e edifícios e torres? Quem já viu, para descrever, o embate de um asteróide contra a terra? É como se a visão do universo inteiro desfilasse diante de um aterrado espectador, como um filme, vivo e terrível, mas verdadeiro, onde todas as cenas se desenvolvem a um só tempo. É como se o seu televisor tivesse quatro telas e passassem quatro filmes ao mesmo tempo.
 
    Assim, quando o narrador descreve as suas visões, ele se obriga a desenvolver cada tema, cada visão, cada acontecimento futuro, isoladamente, embora todos estejam acontecendo a um só tempo. Ficam então abertas à mente curiosa do homem, todas as “fantasias” e todas as interpretações possíveis. E muitos o tem interpretado erradamente. Na verdade, a mais exata interpretação do Apocalipse de São João, entre todas as que tenho lido, está no Livro do Movimento Sacerdotal Mariano, nas mensagens de 1989, de Nossa Senhora ao Pe. Gobbi. Quem não as leu, jamais compreenderá as minúcias deste “filme” terrível.... de final FELIZ!
 
   Mas há coisas que não podem fugir à realidade, porque o Apocalipse é uma realidade de hoje. À medida que passam os dias e se findam os tempos, à medida que se chega com velocidade inaudita ao fim deste século, mais e mais vemos que as visões de São João, recebidas na Ilha de Patmos na Grécia por volta do ano 100 da nossa era, estão acontecendo. Estamos, pois no meio do filme que São João tentou cifradamente descrever, para que o texto, mesmo que envolto no véu do mistério, servisse de fonte de pesquisa para muitos. Porque o livro
do Apocalipse de São João é um livro igual ao de Daniel, que devia “ficar lacrado e selado, até os Tempos do Fim”, e que seria vasculhado por muitos.(Dn 12,9-10). Só hoje, pois, é possível melhor compreender este mistério.
 
   A quem é dado, pois decifrá-lo? O Livro do Apocalipse é aberto a todos os que têm olhos e vêem, os que têm ouvidos e ouvem. É aberto, portanto, também a nós leigos, que somos pequenos e frágeis, pois a Sabedoria só se revela aos simples e, é só à Luz da Divina Sabedoria que se pode penetrar nestes divinos e sagrados arcanos. Só assim se pode extrair deles a revelação do possível, uma vez que, pela sua complexidade, sempre ficam névoas e sombras. Uma coisa é inegável, porém: mesmo sendo cifrado, mesmo sendo oculto, mesmo escamoteado para não apavorar a humanidade, desde São João até hoje, é possível perceber que os fatos ali narrados são indicativos do nosso tempo. De hoje!  Ademais, se fôssemos hoje seguir as “notas explicativas”, dadas nos rodapés de algumas Bíblias, pelos teólogos, o Apocalipse já teria de fato acontecido e não se falaria mais nele.
 
     Muitos têm comentado, que apenas aos teólogos, aos bispos e aos padres é dada a graça de interpretar estes mistérios escondidos. E posso dizer que, sim, isso é verdade! Desde que eles se deixem conduzir pelo Divino Espírito. Porque, isoladamente, ao som do próprio ufanismo e orgulho, estas interpretações podem resultar tanto em disparates imensos, assim como em heresias monumentais, ou até, em coisa alguma. Sim, porque muitos dos que de fato deveriam interpretar estas partes difíceis de entender (II Pd 3,16) das Escrituras, preferem cruzar os braços ou fechar os olhos num sentimento de “isso não é comigo” enquanto o povo se perde por falta de conhecimento (Os 4,6). No mais, as explicações de certas passagens, que se encontram nos rodapés de algumas Bíblias, com “imprimatur” e tudo, são verdadeiros atentados ao bom senso.
 
     O que pretendemos aqui, não é jamais decifrar o Apocalipse inteiro, porque isso não está ao nosso pequenino alcance. Afinal, gente do maior gabarito e da maior força de oração, já tentou fazer isso e pouco conseguiu. Tampouco pretendemos fazer-nos de verdade absoluta, pois esta só a Deus pertence. Nosso interesse é apenas dar aos nossos leitores uma visão resumida da “mãe de todas as batalhas”, que se trava nos céus e na terra, batalha física e batalha espiritual, horrível e assustadora, mas que parece não estar acontecendo... aos olhos dos mais incautos! Nós pretendemos apenas relatar alguns versículos chave, para dar uma visão global de todos os acontecimentos, presentes e futuros. Para isso é preciso ter olhos abertos para perceber o presente e mesmo o passado recente, para assim conseguirmos levantar uma pontinha do véu do futuro. Para isso, buscaremos apoio em outras partes das Escrituras. Só assim poderemos perceber esta realidade incrível: Estamos vivendo o fim dos tempos! Estamos vivendo o Apocalipse! O último dos Livros da Bíblia!
 
    Antes, porém de seguir adiante, grave primeiro estas duas chaves bíblicas: 1) Fere o Pastor para que as ovelhas sejam dispersas..(Zc 13,7) e 2) Porque o mistério da iniquidade já está em ação, esperando apenas ser afastado aquele que o detém.(II Tes. 2,7) Vejam bem: “Pastor” e “afastado”. Nossa Senhora explica no livro do MSM: O past
or que deve ser afastado é João Paulo II! Depois que ele deixar o poder, de alguma forma, se revelará ao mundo o mistério da iniqüidade, pois só ele tem poder para frear o surgimento do falso profeta e do anticristo. Quando este Papa for afastado do seu lugar, não muito tempo depois disso, serão soltos os 4 anjos do Apocalipse... e a terra inteira entrará em parafuso, pelo caminho da loucura dos homens maus. Mas vejamos primeiro..
 
a)    A VISÃO INICIAL DAS IGREJAS:(Cap 1)
 
     O que vês escreve num Livro e manda-o as 7 Igrejas: A Éfeso, a Esmirna, a Pérgamo, a Tiatira, a Sardes, a Filadélfia e a Laodicéia. Muitas pessoas, no intuito de compreender este último dos Livros Sagrados da Bíblia, passam por cima desta parte relativa às Igrejas, como se elas não fizessem parte do corpo da profecia. Entretanto elas são de extrema importância, porque se referem à parte mais sensível ao Coração de Deus aqui na terra, a sua Santa Igreja Católica, que infelizmente hoje está em frangalhos. É exatamente pelo estado precário em que ela se encontra, é que tudo o que vier a seguir desembocará no dia da ira de Deus. Assim, vejamos, sucintamente, uma por uma, para saber o que o Senhor tem a dizer a cada uma delas, sintetizando em todas uma só.  (Ver Capítulos 2 e 3)
 
     Como a visão é futura, devemos compreender que as cartas que São João deveria enviar não seriam, (nem foram) enviadas às Igrejas daquelas localidades citadas na época. Elas afinal nem entenderiam. As cartas se referem, pois a um tempo futuro e as Igrejas mencionadas seriam todas as Igrejas de hoje. As igrejas dos países do ano 2000. Cada mensagem se encaixa bem a uma Igreja de um país de hoje e todas falam do conjunto da Igreja Católica, Apostólica, Romana de hoje. Seria como se São João mandasse há 1900 anos atrás uma carta para a Igreja da Alemanha, outra para a Igreja da Itália, outra para a Igreja do Brasil e assim para todas. Nelas, o Senhor (que as envia), reconhece erros e acertos; em todas, porém, há fortes erros. Na verdade, não escapa nenhuma!
   
1)      Éfeso: Conheço tuas obras / não podes suportar os maus / puseste a prova os que se dizem apóstolos e não são e os achaste mentirosos.. Quantas igrejas realmente combatem hoje os maus dentro delas? Quantas expulsam dentro de si os que se fazem apóstolos, mas são mentirosos?... Mas tenho contra ti que arrefeceste no primeiro amor / arrepende-te e retorna as tuas primeiras obras. Quantas Igrejas hoje seguem ainda a Verdadeira Tradição? Quem tiver ouvidos ouça o que o Espírito diz às Igrejas...!
 
2)      Esmirna: Conheço a tua angustia e a tua pobreza – ainda que sejas rico – e as difamações dos que se dizem judeus, mas não são, apenas uma sinagoga de satanás. Os reflexos da tal de “sinagoga de satanás são hoje mais do que evidentes. Eles se infiltraram poderosamente nas hostes da Igreja e hoje praticamente a estão tomando de assalto. O demônio vai por alguns de vós na prisão... tereis tribulações por dez dias. (Não serão 10 meses?) Esta perseguição contra a Igreja está prevista em outras partes da Bíblia. Haverá muitos mártires da fé neste tempo, por obra e poder de satanás. Quem tiver ouvidos ouça o que o Espírito diz às Igrejas...!”.
 
3)      Pérgamo: Sei onde habitas: ai se acha o trono de satanás / mas não negaste a Minha fé / Todavia tenho... contra ti é tens entre os teus, sequazes de outras doutrinas. Qual a Igreja, de que país do mundo, não tem dentro de suas fileiras “teólogos” do mal. Fal
sos interpretes das Escrituras. A Igreja está cheia deles! Quantos seguem o Catecismo da Igreja Católica, publicado sob João Paulo II? Quem tiver ouvidos ouça o que o Espírito diz às Igrejas...!
 
4)      Tiatira: Tuas últimas obras excedem as primeiras / mas permites a Jezebel, que se diz profetiza, seduzir meus servos. O mesmo assunto, a mesma acusação, a mesma situação. Aqui o Senhor lança um terrível veredicto contra os que tais abominações praticam. Quantas Jezebéis e também cascavéis, há hoje em Roma? Quantas delas estão prestes a dar seu bote contra o Papa e já hoje trabalham furiosamente contra ele? Quem tiver ouvidos ouça o que o Espírito diz às Igrejas...!
 
5)      Sardes: És considerado vivo, mas estás morto / todavia há alguns que não mancharam suas vestes brancas. Eis ai um retrato cruel. Uma igreja morta! Em muitos países agoniza. Pelo completo abandono, pelas heresias grotescas, pelo racionalismo cruel, pelo modernismo triunfante. Eles se acham e se fazem “vanguarda” da Igreja, quando na verdade pregam a sua ruína. Ou seja, a doutrina que pregam, já não é a verdadeira doutrina de Jesus. Quem tiver ouvidos ouça o que o Espírito diz às Igrejas...!
 
6)      Filadélfia: Apesar da tua fraqueza, guardaste a minha palavra e não renegaste o Meu Nome / farei os adeptos da sinagoga de satanás vir prostrar-se a teus pés / eu te guardarei da provação que está para vir sobre o mundo inteiro / Eu venho em breve! Poucas já podem sustentar este magnífico troféu. Mas há ainda, embora pequenas, Igrejas realmente fortes e que vivem de fato a verdadeira palavra. É por elas exatamente que, quando o Senhor vier, Ele ainda encontrará fé sobre a terra. Há, felizmente, ainda, padres santos. Assim, Quem tiver ouvidos ouça o que o Espírito diz às Igrejas...!
 
7)      Laodicéia: Oxalá fosses frio ou quente / mas porque és morno vou te vomitar da minha boca. Eu repreendo e castigo àqueles que amo. Sim, antes frio e quente, que morno. Este é o pavoroso retrato da Igreja do Brasil. Cheia de mornos, para serem vomitados da boca, se não se converterem logo. Que adianta um país com 120 milhões de “católicos”, se a maioria é católico apenas de fachada, tipo, 1ª comunhão, casamento e enterro? Quem tiver ouvidos ouça o que o Espírito diz às Igrejas...!
 
    Este é, pois, o quadro da Igreja católica de hoje. É ela que mais interessa ao Senhor que vem. É a situação em que Ele encontrará a sua Igreja, que somos nós, no momento da “Vinda Gloriosa”. Para cada igreja, porém, Ele, que julgará com justiça, dirá o seu inteiro veredicto. Prêmio ou castigo! Você é cabrito ou carneiro? Cada um escolhe. Na verdade, porém, há sim muito que castigar, porque, desviadas da fé verdadeira e da sã doutrina, muitas já enveredaram pela doutrina de Balaão e pregam um Falso Evangelho e um falso Cristo. São elas, pois, que serão as responsáveis ÚNICAS, pelo que vier acontecer a seguir, porque te mostrarei o que está para acontecer depois disto.(4,1)
 
b)    VISÃO DO FUTURO... HOJE PRESENTE! (Cap. 4 e 5)
 
     Tu és digno Senhor, nosso Deus, de receber a honra, a glória e a majestade, porque criaste todas as
coisas e por Tua Vontade é que existem e foram criadas
.(4,11) Eis que chegou o Grande Dia da Sua ira, e quem poderá ficar de pé? (6,17)
 
     A visão de São João nos aponta para três seqüências aparentemente distintas, ou seja: 7 selos - 7 trombetas - 7 flagelos, todos prevendo incríveis catástrofes para a humanidade, caso ela não se converta e volte para o caminho de Deus. Entretanto, não devemos considerar cada seqüência, como uma série de fatos isolados, que acontecem cada um a seu tempo, mas sim como fatos simultâneos, isto é, acontecendo ao mesmo tempo, guardando sempre, entre um e outro, uma identidade perfeita. À medida que cada cenário se descortina, surgem novas revelações. Não se apavore, porém com elas leitor!  A única coisa que nos deve apavorar é de nossa alma carregada de pecados. Vejamos:
 
1)    OS SETE SELOS: (São situações que terão efeito global, isto é atingirão toda a terra) (Já colocamos esta explicação completa em outro artigo)
a)      Primeiro: Vi então um cavalo branco. O seu cavaleiro tinha um arco; foi-lhe dada uma coroa e ele partiu como vencedor para vencer.(6,2) Significa a ascensão do nazismo alemão e a pretensa supremacia da raça branca. Significa também a decisão inexorável e irrevogável de executar os decretos divinos. Saiu para vencer e vencerá! Nada, portanto, será capaz de mudar, ou mesmo barrar o desenvolvimento deles. Tudo se cumprirá! Nada no mundo fará mudar sequer um “j” das profecias... a não ser aquelas que a própria profecia assim o preveja, como “encurtar os tempos”(Mt 24) Por isso, procuremos alertar aqueles que ainda dormem... e o tempo urge!
 
b)       Segundo: Cavalo vermelho: Foi-lhe dado tirar a paz da terra, de modo que os homens se matassem uns aos outros; e foi-lhe dada uma grande espada.(6,4) Significa em primeiro lugar o comunismo ateu e a Rússia vermelha. Acaso há paz na terra hoje? Significa também esta mortandade de pessoas em todo o mundo, em todos os setores e por todos os meios. Seja por guerras, seja por acidentes, doenças, pestes, pragas, desabamentos, terremotos, seja por causas naturais de qualquer espécie. O mundo está mesmo um caos! E um caos que ficará ainda pior! Olhemos também com olhos bem abertos para uma guerra bacteriológica. O ressurgimento de doenças que se julgava erradicadas na face da terra, pode ser muito bem o efeito dela. Por isso, busquemos o confessionário enquanto é tempo!
 
c)       Terceiro: Cavalo preto: Seu cavaleiro tinha uma balança na mão. Uma medida de trigo por um denário e três medidas de cevada por um denário; mas não danifiqueis o azeite e o vinho; (6,6). Significa a grande crise do petróleo negro. Pesado, contado, dividido, marcado! Ele é também o mesmo indicativo de Ap. 13,17. Cada vez mais se tornará restrito e mais difícil o comércio mundial, até atingir uma Babel completa. A economia do mundo entrará em parafuso e isso não está longe. Por isso, a fim de podermos suportar uma possível falta de alimentos no futuro, acostumemo-nos desde já ao jejum que tanto Nossa Senhora pede, em todas as suas aparições.
 
d)       Quarto: Cavalo esverdeado: Seu cavaleiro tinha o nome “Morte” e a região dos mortos o seguia
. Foi-lhe dado o poder sobre a Quarta parte da terra, para matar pela espada e pela fome, pela peste e pelas feras
;(6,8). Significa o domínio judaico. Refere-se também à cultura da morte que hoje se pratica neste mundo, em desafio ao Deus da Vida. Refere-se aos milhões de abortos de mortes programadas e de desrespeito à vida. Mortandade de homens, de animais, de peixes e da própria natureza agredida. A quarta parte que a “morte” terá mais poder será sem dúvida a Europa, os EUA, parte da Ásia e da África, onde a besta irá mais longe e mais fundo no seu domínio sobre a humanidade. Ali também explodirá como toda a violência a 3ª Grande Guerra mundial. Deste modo, para nos podermos manter fortalecidos contra todos os desvarios deste mundo, tenhamos um amor profundo à Sagrada Eucaristia.
 
e)      Quinto: Vi debaixo do altar as almas dos homens imolados por causa da palavra de Deus e por causa do testemunho de que eram depositários...foi-lhes dada uma veste branca e lhes foi dito que aguardassem, ainda um pouco, até que se completasse o numero dos companheiros de serviço e irmãos que estavam com eles para serem mortos;(6,9) Refere-se aos mártires desta época de perseguição aos cristãos, que em mais de 70 países estão sendo massacrados e perseguidos. Ao número deles será somado o daqueles que vierem a ser martirizados diretamente pelo anticristo e seus exércitos, quando ocorrer o auge da perseguição aos seguidores de Jesus. Para nos mantermos a salvo de tudo que nos puder acontecer nestes tempos terríveis, acostumemo-nos à leitura e principalmente à vivência da Palavra de Deus, a Bíblia Sagrada.
 
f)        Sexto: Sobreveio um grande terremoto. O sol se escondeu como um tecido de crina, a lua tornou-se vermelha como sangue e as estrelas do céu caíram na terra como frutos verdes que caem da figueira agitada pela forte ventania. O céu desapareceu como um papiro que se enrola e todos os montes e ilhas forma tirados dos lugares.(6,12) Esta passagem se refere já ao momento em que o caos tiver tomado completamente a terra. Já outros profetas, como Isaías no capítulo 24, dão seguras informações sobre este terrível acontecimento. Já outros profetas atuais, como Vassula, tiveram a visão deste cataclismo pavoroso. Realmente assustador, (para os que estiverem em pecado), mas que acontecerá em breve. Os que se mantiverem confessados, em paz com Deus e com os irmãos, em oração, nada precisam temer. O Senhor os protegerá! Por isso, mantenha-se desde já em espírito de oração, de um modo especial a oração do Santo Rosário. Cada Ave Maria que nós rezarmos neste sentido será um milímetro a menos de avanço, no plano destruidor de satanás.
 
Depois disso, vi quatro anjos, que se encontravam em pé nos quatro cantos da terra, detendo os quatro ventos da terra, para que nenhum vento soprasse sobre a terra, sobre o mar ou sobre árvore alguma.(7,1) Estes quatro famosos anjos, são aqueles encarregados de controlar os quatro elementos da natureza, terra, ar, água e fogo. Estes elementos, depois da “soltura” destes anjos, se transtornarão inteiramente, a começar pela água. Mas o grande revoltoso deste tempo final será o fogo, conforme São Pedro nos afirma. Nossa Senhora tem dito que eles serão soltos, “assim que o Papa João Paulo II for afastado” seja por qual forma for. Na verdade, o grande transtorno da natureza revoltada ocorrerá então pelo efeito das bombas atômicas que serão explodidas e pelo efeito das queimadas de florestas e cidades, pois 2/3 partes da terra será queimada. Inclusive aqui no Brasil haverá muita destruição. Mas não tenhamos medo: "mso-bidi-font-weight: normal">quem estiver com Jesus e Maria estará completamente a salvo!
 
Não danifiqueis a terra, nem o mar, nem as árvores, até que tenhamos assinalado os servos de nosso Deus em suas frontes. Ouvi então o número dos assinalados: 144 mil..(7,4) Os assinalados que aqui se refere, são aqueles que vivem e acreditam nas mensagens atuais de Jesus e Nossa Senhora, os que se consagram aos dois Corações e todos aqueles que vivem o Evangelho e levam uma vida sacramental profunda. Quanto aos outros? Bem, os que não quiserem ouvir, destes será difícil escapar alguém! Porque ninguém sequer, que seja mau, seja imoral, pérfido, ladrão, homicida ou safado de qualquer marca, entrará no Novo Reino. O número citado, de 144 mil refere-se a um número grande, imenso. Na verdade, porém, podemos fazer a pergunta: Haverá hoje 144 mil justos na terra? Sem culpa grave? Alertemos os sacerdotes para este grave momento e rezemos mais que nunca por eles! Façamos que eles retornem aos seus confessionários urgentemente! Só ali eles encontrarão a sua santidade.
 
Depois disso, vi uma grande multidão que ninguém poderia contar, de toda nação, tribo, povo e língua... de vestes brancas e palmas na mão.(7,9) Refere-se àqueles que irão estar ainda com vida ao final da grande tribulação. Estes, depois de purificados e acrisolados,  aguardarão em louvor, o seu julgamento, em vida. E o julgamento será justo!
 
g)       Sétimo: Quando enfim se abriu o sétimo selo, fez-se silêncio do céu, por cerca de meia hora.(8,1) Esta “meia hora” terrível, refere-se a um espaço de tempo, em que Deus como que nos deixará a mercê de satanás e de seus asseclas, para que saibamos e sintamos o que significa um mundo sem Deus. Foi apenas isso que buscamos e que conseguimos com nossa rebeldia contra as leis do Senhor.  E o silêncio durará até que gritemos todos juntos: “Até quando Tu, que és o Senhor, o Santo e o Verdadeiro, ficarás sem fazer justiça e sem vingar o nosso sangue, contra os habitantes da terra?”(6,10) Este tempo será o ápice do caos! Poderá durar até alguns meses. Infelizmente! Por isso, amemos a Jesus e a Maria!
 
3)    AS SETE TROMBETAS(Cp 8)
 
      O efeito de cada trombeta é avassalador. Elas se referem ao apogeu do tempo dos maiores infortúnios do homem, desde que ele existe sobre a terra. Será, felizmente um tempo curto, mas não tenham dúvida que todos os abismos do Universo se abrirão em estrondo nestes dias. Vejamos!
      
a)      Primeira Trombeta: O primeiro anjo tocou. Saraiva e fogo, misturado com sangue, foram lançados a terra, e queimou-se a terça parte da terra, uma terça parte das árvores e toda a erva verde.(8,7) Já estaremos então em plena terceira grande guerra. O efeito das bombas atômicas será catastrófico. Saraiva de fogo, significa o céu sendo cruzado por milhares de bombas, balas dos canhões antiaéreos e foguetes, inclusive com três ogivas nucleares, conforme profecia ao Cláudio. Por causa deste flagelo da 3ª guerra, queimará uma terça parte do verde da terra e serão fulminados 1/3 parte da humanidade. Por isso pedimos: ouça o conselho de Nossa Senhora: consagre-se a Ela todos os dias. Você e sua família!
 
b)       Segunda Trombeta: Caiu então no mar como que grande montanha, ardendo em fogo, e transformou-se em sangue, uma terça pa
rte do mar, morreu uma terça parte das criaturas que estavam no mar e pereceu uma terça parte dos navios.
(8,9) Este terrível momento da história do homem, guarda identidade e uma certa confusão com a trombeta seguinte. Na verdade são dois momentos distintos: Pelas mensagens de Nossa Senhora ao mundo, esta montanha que cairá no mar, refere-se a um asteróide que colidirá com a terra, ao que aprece no Atlântico Norte e causará tudo aquilo que Isaías descreve no capítulo 24: A terra é feita em pedaços: estala, fende-se, é sacudida, cambaleia como um homem embriagado e balança como uma rede de dormir; Ouça, caro leitor: Deus vai remodelar o mundo e fazer novas todas as coisas. Isso é profecia, é oráculo irrevogável e acontecerá em breve. Esta colisão é parte da remodelação e da purificação da terra.
 
c)       Terceira Trombeta: Caiu então do céu uma grande estrela a arder como um facho de fogo; caiu sobre a terça parte dos rios e sobre as fontes... e muitos homens morreram por Ter bebido dessas águas envenenadas.(8,10) Este episódio escabroso tem a ver com a chamada “esfera da purificação”, com o chamado grande Aviso, que a humanidade receberá em breve e que foi predito por Nossa Senhora em Garabandal. Ele deve dar início a chamada Grande Seca, que assolará o mundo inteiro por um período, vastamente descrita pelos profetas e tratada recentemente por Jesus a JNSR, vol 7º. Milhares de rios e fontes secarão e ficarão poluídas. Eis porque muitos morrerão ao tomarem suas águas, poluídas pelo efeito de bombas atômicas e outros venenos e gases vindos da atmosfera. É-nos explicado por Jesus, como se a terra entrasse em uma bolha de calor, incandescente, rescaldo de um planeta em fusão, que vaga perdida pelo espaço. A ciência será incapaz de prevê-la! Acontecerá de repente! E todos os homens o sentirão, não importa em que lugar estejam metidos. Mas não tenha medo... a não ser que você não queira se confessar. Quem estiver sem pecados naquele momento, sofrerá apenas por não haver amado mais a Jesus!
 
d)       Quarta Trombeta: Foi atingida uma terça parte do sol, da lua e das estrelas, de modo que se obscurecessem em um terço. E o dia perdeu um terço da claridade, bem como a noite.(8,12) Refere-se aos efeitos da fumaça, causa da guerra e das queimadas, que obscurecerão toda a terra, que perderá sua luminosidade normal. Estes efeitos negativos serão sentidos em todo o mundo, provocando mesmo naqueles países que não estiverem envolvidos na guerra, os maiores estragos. Todo o clima da terra ficará ainda mais e cada vez mais transtornado, com a atividade vulcânica se lhe seguindo num caos assustador. Isso provocará: frios glaciais em algumas regiões da terra e calores terrificantes em outros. Da mesma forma pode chover demais onde não chovia e outros regiões que sempre foram normais ficarem sem chuva. Isso já ocorre hoje em todo o mundo, porém em menor escala. Por isso, consagre-se todos os dias ao Sacratíssimo Coração de Jesus. Dali você obterá toda a luz necessária para enfrentar a escuridão dos tempos.
 
e)      Quinta Trombeta: Vi então uma estrela cair do céu na terra e foi-lhe dada a chave do poço do abismo. Ela o abriu e saiu do poço uma fumaça como a de uma grande fornalha. Da fumaça saíram gafanhotos.. e foi-lhes dado o poder semelhante aos dos escorpiões..(9,1) Os mesmos efeitos das duas trombetas anteriores, que provocarão algum tipo de flagelo que será imposto quase só àqueles que tem a marca da besta. Pode-se até aventar a hipótese de a “picada” do tal “escorpião
”, ser a própria pistola mecânica, que foi já inventada e serve para implantar, isto é, injetar o tal de “chip” sob a pele das pessoas.(Ver capítulo abaixo) Muitos sofrerão perniciosos efeitos causados pelas pilhas de lítio que mantém os chip funcionando, debaixo da pele, nas costas da mão e na testa. Ele provocará em muitas pessoas bolhas e feridas. Em depoimento de um cientista que usou o chip por algum tempo para teste, ele disse que a pessoa chega até a ter náuseas de tão forte que é a reação do organismo. O chip é colocado nestes locais do corpo, porque ali ocorrem bruscas variações de temperatura, ideais para recarregar a pilha que faz o chip funcionar. Terminado assim o primeiro “ai” eis que, depois dele, vem ainda dois outros (9,12)
 
f)        Sexta Trombeta: “...Solta os quatro anjos que estão acorrentados à beira do grande Rio Eufrates. Então foram soltos os quatro anjos, que se conservavam preparados para a hora, o dia, o mês e o ano da matança da terça parte dos homens. O número dos soldados desta cavalaria era de 200 milhões...e uma terça parte dos homens foi morta por estes flagelos.. fogo, fumaça e enxofre.(9,16) Mais claro impossível, esta é a descrição da 3ª Grande Guerra Mundial. Ela ceifará 1/3 parte da humanidade. A descrição de toda esta batalha está em Ezequiel, caps. 38 e 39, com uma crueza inaudita. Leia! Muito daquilo que está descrito no Livro do Apocalipse, está já bem explicado em alguns dos profetas, especialmente quando eles tratam do “Dia do Senhor”, ao dia que virá como um ladrão. Infelizmente o homem mesmo assim não se emendará pois São João diz:  “Mas os homens que não foram mortos por estes três flagelos, não se arrependeram das obras de suas mãos”.(9,20) Eis porque o flagelo vai continuar.... mas não tenha medo! Jogue-se nos braços de Jesus!
 
g)       Sétima Trombeta: Irritaram-se os pagãos, mas eis que sobreveio a Tua ira e o tempo de julgar os mortos, de dar recompensa aos teus servos, aos profetas, aos santos, aos que temem o teu nome, pequenos e grandes e de exterminar os que corromperam a terra.(11,18) Estaremos então já no final de todas as coisas. Passada a tribulação, virá o julgamento das pessoas. Vivos e mortos.(Ver capítulo final neste) E...houve relâmpagos, vozes, trovões, terremotos e forte saraiva.(11,19) Por causa disso, serão também derramadas, todas as...
 
 
Perdão leitor, mas temos que repartir em três o texto porque fica muito longo!
 
     Que Deus vos abençoe e desculpe o transtorno
 
(Aarão)



Artigo Visto: 3530

ATENÇÃO! Todos os artigos deste site são de livre cópia e divulgação desde que sempre sejam citados a fonte www.recadosdoaarao.com.br


Total Visitas Únicas: 3.847.185
Visitas Únicas Hoje: 382
Usuários Online: 79