recadosdoaarao



Recados
Voltar




20/01/2020
Comentando a mensagem
Recado sobre a última mensagem ao Movimento, no dia de Santa Filomena.


Aos sacerdotes! Ao povo Católico!

Não tenho mais comentado as mensagens ao Cláudio, mas como esta prerrogativa não me foi oficialmente retirada, penso acrescentar o seguinte, sobre a questão “muitos sucumbirão”, e me refiro como a Mãe, aos nossos sacerdotes, e isso se concentra na seguinte passagem de Mateus 24:

9.Então sereis entregues aos tormentos, matar-vos-ão e sereis por minha causa objeto de ódio para todas as nações. 10.Muitos sucumbirão, trair-se-ão mutuamente e mutuamente se odiarão. 11.Levantar-se-ão muitos falsos profetas e seduzirão a muitos. 12.E, ante o progresso crescente da iniquidade, a caridade de muitos esfriará. 13.Entretanto, aquele que perseverar até o fim será salvo. 14.Este Evangelho do Reino será pregado pelo mundo inteiro para servir de testemunho a todas as nações, e então chegará o fim.

15.Quando virdes estabelecida no lugar santo a abominação da desolação que foi predita pelo profeta Daniel (9,27) - o leitor entenda bem - 16.então os habitantes da Judéia fujam para as montanhas. 17.Aquele que está no terraço da casa não desça para tomar o que está em sua casa. 18.E aquele que está no campo não volte para buscar suas vestimentas...

Lentamente, e diante de uma imensa maioria de católicos incautos, de sacerdotes tornados de propósito guias cegos, esta passagem está se confirmando. Na mensagem de 2015 Nossa Mãe havia dito que haveria um sínodo, e que uma seria a Igreja de ANTES e outra a igreja de DEPOIS e que precisaríamos optar por uma delas. A de antes é a do Catecismo de João Paulo II e Bento XVI, a de depois é esta do sínodo da Amazônia. A primeira é a de Maria Medianeira, a segunda da patchamama, deusa da fertilidade. Falta ainda a Pos Sinodal, mas já se sabe o que vem...

O cerne do desastre que se tornará o grande divisor de águas entre estas duas igrejas, a de Bento e a de Francis, se dará em torno da Santa Missa, que será mutilada para agradar aos protestantes, e em seu lugar haverá uma falsa cerimônia tida por Jesus como abominável.. Consta que já circula na Itália o novo Missal, que altera em parte a fórmula da Consagração, onde diz: mandai o Vosso Espírito Santo para que estas oferendas se transformem no Corpo e no Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo, trocando a figura central que realiza o milagre da Transubstanciação, pelo “orvalho”, “fazei descer o orvalho” para que estas oferendas...

Ora, se o Espírito Santo, quye realiza o Grande Milagre é retirado da Consagração, meu entendimento de simples leigo me diz que tal missa será inválida. O Espírito Santo nunca foi, não é e nunca será um simples orvalho. Mas os teólogos dos infernos, que dominam com mão férrea os ditames do atual vaticano, dizem que sim, e muitos acreditam. E a maioria dos padres e dos maus católicos cairá no engodo.

O que nossa Mãe quer dizer com.. NESTE ANO, milhares deles passarão pelo jugo da provação e terão de decidir...? Eles terão que decidir entre continuar celebrando uma Santa Míssa Válida, onde Jesus estará presente em Corpo Sangue Alma e Divindade ou por uma falsa celebração em forma de ceia comensal, onde convivas alegres de todos os credos se reúnem dominicalmente para uma linda confraternização, regados pelo “orvalho”...

Ademais, na Alemanha e em outros países se forma uma verdadeira revolução. A partir da possibilidade de ordenação de homens casados, como está previsto, especialmente para a Amazônia, logo a Conferência Episcopal Alemã, tal como a da Áustria, já anunciaram que querem o mesmo tratamento. Além disso, lá está em curso uma mudança radical na administração da Igreja, introduzindo um processo sinodal, onde cada país tenderá a determinar que tipo de igreja quer seguir, isso fora da unidade com Roma e o papa. O que seria outro desastre.

Para não me alongar mais, é visível que a Mãe se refere à decisão que os sacerdotes terão que tomar, entre uma Missa e uma Ceia. E isso acontecerá ainda neste ano, o que se configura que milhares de sacrários da terra cairão, abrindo o planeta inteiro para que se cumpra tudo o que está no Apocalipse, todo já em curso, por sinal.

Por outras profecias sabemos que infelizmente, pelo menos de início, em nome de uma falsa obediência pelo menos 2/3 dos sacerdotes, que já não acredita mesmo no Mistério que celebra, deverá seguir as novas fórmulas, enquanto 1/3 ainda continuará celebrando validamente. Mas veja vem: isso até o anticristo assumir, quando será obrigatório a todos os padres que celebrem nas novas fórmulas, para a perseguição e até o assassinato de muitos deles. Estamos, pois, em ritmo acelerado dos últimos acontecimentos.

Se, digo, SE e repito para que ninguém tire conclusões erradas do que vou afirmar, SE for correto que a “abominação” predita por Daniel é esta falsa missa, posta no lugar do Sacrifício Costumado, nós teremos que entender que estamos já nos últimos três anos e meio preditos pelo mesmo profeta. Bom ler este livro, a partir do capítulo sete. É um pouco confuso, mas pelo Espírito Santo se poderá tirar muitas conclusões e múltiplas certezas.

E aos que me pedem, quanto tempo ainda eu digo> Por favor, não olhemos mais para  questão dos tempos e datas, porque sabendo que estamos no fim dos fins, devemos lutar pelo que falta ainda fazer. E é muito: Pelo menos 90% da humanidade ainda não está convertida. E o Pai quer salvar a todos, inclusive os 2/3 que cairá no engodo do “orvalho”, atraindo sobre si a fúria de todas as tempestades. (Aarão)

 


Artigo Visto: 1169

ATENÇÃO! Todos os artigos deste site são de livre cópia e divulgação desde que sempre sejam citados a fonte www.recadosdoaarao.com.br


Total Visitas Únicas: 3.764.394
Visitas Únicas Hoje: 312
Usuários Online: 87