Sejam Bem Vindos! Que Deus vos abençoe!

Página dedicada aos que amam as almas do Purgatório.
FAMÍLIA, FUNDAMENTO DA SALVAÇÃO
Documento sem título




 
 
02/09/2011
Curas incríveis
 
Curas - Curas incríveis
2/9/2011 16:23:47

Curas - Curas incríveis


CURAS INCRÍVEIS
 
Irmão, a Paz!
 
Não sei se é para vocês que devo encaminhar meu testemunho sobre o milagre do Óleo, mas mesmo assim, com o coração cheio de amor e gratidão por Deus, não posso deixar de contar o tão precioso é esse sacramental.
Sempre acreditei muito em Deus, mas estava afastada de minha religião (Católica) há muito tempo.
No entanto, desde início do ano passado comecei a sentir uma necessidade imensa de voltar a rezar ao Pai e também a nossa amada Mãezinha.
E assim o fiz. Sempre que possível, convidava minha filha (então com 12 anos) para me acompanhar e rezávamos antes de dormir. Meu marido nunca demonstrou interesse nisso e se diz, há muito tempo, espírita.
E durante todo 2010 (e até hoje) continuo rezando, pedindo misericórdia e agradecendo por todas as bençãos que Deus me concede.
Na metade do ano passado tomei conhecimento do Óleo de São Rafael, e pedi que me remetessem, no que fui prontamente atendida.
Já o havia utilizado algumas vezes com minha filha, quando sentia dores de cabeça muito fortes ou estava muito nervosa, sempre com muito êxito.
No final de novembro de 2010, em uma segunda-feira em que tirei folga do trabalho, meu carro começou a falhar e pedi a companhia de meu marido para buscarmos minha filha na escola. Há poucas quadras de casa, ao falar com meu marido notei que ele não respondeu. Quando olhei para ele, vi que estava com os olhos vidrados e sem respirar.
Parei imediatamente e pedi ajuda. Ligamos para a SAMU (atendimento móvel de emergência) que ao chegar constatou que ele estava sem batimentos cardíacos e sem respiração (ou seja, estava morto). Mesmo assim, tentaram a ressuscitação. Após 10 minutos (minutos esses em que eu chorava e rezava muito), os socorristas decidiram parar com as tentativas, pois caso tivessem êxito, as sequelas pela falta de oxigêncio no cérebro seriam grandes, isso se meu marido conseguisse ser ressuscitado.
Eu não deixei que fizessem isso e incomodei tanto, implorando para que continuassem, que eles resolveram continuar tentando.
Um pouco mais e notei que meu marido voltou a respirar. Foi levado imediatamente para o hospital, e ao dar entrada na emergência, teve outra parada cardíaca, que foi revertida rapidamente.
Ele ficou 03 dias na emergência, esperando leito. Foi transferido para a UTI,ficando mais 32 dias internados. Depois foi transferido para o quarto, onde ficou por mais 20 dias.
Durante todo esse tempo, o Óleo de São Rafael e o Lencinho de nossa Mãe esteve sempre junto conosco.
Nas visitas da emergência e da UTI, eu entrava com o Óleo escondido, porque é proibido que se entre até com bolsa ou sacola. Colocava escondido na roupa e quando ninguém estava olhando, dava para ele. Nos primeiros dias, quando ele estava em coma, eu molhava o dedo e esfregava na língua. Quando ele acordou, colocava direto na boca.
Além de ter certeza da intercessão de nosso Pai na vitória sobre a morte (desde o fato de justamente naquele dia eu estar com ele - pois se estivesse sozinho, teria sofrido o infarto em casa ou na rua e teria morrido), posso testemunhar a divindade do Óleo.
Ainda na UTI, os médicos foram muito específicos ao dizer que meu marido não se salvaria, pois estava demorando para sair do coma, as condições de seu coração estavam muito ruins (precisava de 4 pontes de safena) e estava com insuficiência renal.  Após ele acordar, diziam que era para estarmos preparados porque ficaria em estado vegetativo, já que ficou mais de 15 minutos em parada cardíaca e respiratória (pelas teorias médicas, a falta de oxigenação do cérebro por mais de 5 minutos traz sequelas irreversíveis, imagina o que 15 minutos não faria).
Mesmo assim, nunca desisti, sempre administrando o Óleo e colocando sobre o coração e a cabeça dele o Lencinho de Nsa. Senhora.
Ele saiu da UTI e foi para o quarto no hospital. No início não caminhava, porque ficou muito tempo deitado. Aos poucos começou a caminhar, mesmo que cambaleante.
Fez hemodiálise, porque disseram que a insuficiência renal era crônica
(sem cura).
Quando melhorou, insistimos muito para levá-lo para casa, pois ele assistia outras pessoas morrendo e isso o estava entristecendo muito.
Mesmo contrariado, o médico liberou-o no início de fevereiro.
Chegando em casa, continuei administrando o Óleo diariamente, até que ele não quiz mais.
Hoje, meu marido caminha normalmente, fala normalmente, leva uma vida normal, sem nenhum tipo de sequela.
Refez os exames os rins e não tem nenhum tipo de problema renal.
Os médicos ainda insistem que precisa fazer as pontes de safena, mas enquanto nenhum deles solicitar novo exame para verificar a situação do seu coração, ele se nega a fazer.
Intimamente creio se o exame for repetido, o dano sofrido pelo coração com o infarto e as obstruções que indicam a necessidade de safena não estarão mais lá, e se estiverem, serão mínimas.
Cada vez que um cardiologista o examina faz a seguinte pergunta: o que estás fazendo aqui, sozinho? Pelas coisas que te aconteceram, ou devias estar morto ou inválido.
O que aconteu para o quadro modificar tanto (meu marido ter ressuscitado e sem nenhuma sequela, depois de 15 minutos morto)? O próprio médico ao liberá-lo da UTI respondeu essa questão ao me perguntar "Acreditas em Deus? Pois somente ele pode explicar o que aconteceu com o teu marido. Porque a medicina não tem explicações".
E essa é a verdade! Mesmo sem meu marido ter fé, Deus tudo pode, e através desse Óleo tão sagrado, e com toda a fé que tenho Nele, restitui-lhe a vida e a saúde.
E cada vez mais tenho a certeza do amor e poder de nosso Deus. Diariamente Lhe agradeço e peço pela conversão de meu marido, para que também ele possa compartilhar desse amor e dessa bondade infinita, dessa alegria que apenas Ele pode nos dar.
Um grande abraço. (CA)
OUTRA
Arnaldo,
Paz!
Estes dias todos, venho pensando muito neste assunto e hoje resolvi te escrever, Nao sei se e muita pretensao a minha, por isso a duvida, mas e que aconteceu algo de muito bom na vida da minha familia. Como voce sabe, eu  vim para Londres, logo depois do Natal para ficar ate o final deste ano, com o meu filho e a minha nora. Quando sai do Brasil, minha mae estava bastante doente, tendo sido internada por duas vezes, com infeccao urinaria muito significativa, que lhe provocou uma confusao mental, e que alguns medicos diagnosticaram ate como um possivel mal de Alzeihmer. No comeco de abril, ela voltou a apresentar os mesmos sintomas, mas agravados, o que fez com que fosse novamente internada no Hospital; ela chegou, segundo depoimento de varias pessoas, medicos, enfermeiros, quase sem vida, muito roxa e com a lingua virando, sem falar, sem se alimentar, totalmente desprovida de movimentos para andar, numa fraqueza imensa, e com varios vazios mentais, incompreensiveis para todos. Estava novamente com uma infeccao urinaria gravissima, acompanhada de uma anemia profunda. Resolvi voltar para o Brasiil o mais rapido possivel, mas como o quadro so se agravava, antecipei minha passagem 2 vezes. Quando cheguei ao Aeroporto, nao sabia se tinha que esperar pelo pior. Fui para o Hospital e fiquei cuidando dela por 21 dias. O estado dela era deploravel; ficou 21 dias alimentando-se apenas por sonda, nao falava coisa com coisa, nao se movimentava mais e estava extremamente magra e debilitada, .Recebeu uma transfusao de sangue, mas ja estavamos nos preparando para a sua passagem. Num dos  piores dias, neste estado, eu resolvi pegar o Lencinho de Nossa Senhora, que sempre trago na minha bolsa, e sozinha com ela no quarto, coloquei-o no seu peito, e comecei a rezar para que fosse feito o melhor por ela, e para falar a verdade nem segui as Oracoes sugeridas pelo Movimento, pois estava muito confusa. Ao colocar o Lencinho, ela comecou a vomitar um liquido amarelado,( que ate tive que lava-lo depois, com agua sanitaria), e estava bem debiltada e quase inconsciente. Recolhi o Lencinho, e nao dei maior importancia. Depois, ela comecou a melhorar e com 25 dias de Hospital, recebeu alta; voltou para casa, come de tudo e sozinha, read
quiriu os movimentos e com ajuda de Fisioterapia, voltou aos poucos a se movimentar e hoje, ate anda sozinha, dando voltas do quarteirao, mas sempre com cuidadoras ao seu lado; readquiiriu as habilidades mentais, tais como jogar domino, Buraco, assistir filmes, rezar o Terco todos os dias, e voltou a ler varios livros, e esta perfeitamente lucida e ciente de tudo .Depois de 4 meses, voltei para Londres, para terminar a minha estadia aqui, e ela continua so apresentando melhoras e para todo mundo que conto, dissem: mas, e um milagre!!! E e isto, acho que mais uma vez a Nossa Maezinha do Ceu deu-me uma graça e desta vez, a de nao perder a minha mae.Abracos.(CM)



PS > Continuemos divulgando largamente o Óleo de São Rafael e o Lencinho, porque a cada dia que passa e na medida em que virão as doenças e males maiores, será também maior e mais miraculosa a ação destas duas dádivas do Céu.



 
 
 

Artigo Visto: 3429 - Impresso: 48 - Enviado: 19

ATENÇÃO! Todos os artigos disponíveis neste sítio são de livre cópia e difusão desde que sempre sejam citados a fonte www.recadosdoaarao.com.br

 

 
Visitas Únicas Hoje: 211 - Total Visitas Únicas: 3.236.919 Usuários online: 59