recadosdoaarao



Cláudio
Voltar




08/08/2020
Somos todos do amor de Deus
E estas palavras deveriam nos bastar, para corrermos ao abraço de Deus: Este abraço gostoso, caloroso, apertado ...Sem igual!


Porto Belo, SC, 22 de julho de 2020

Para o Retiro dos 72    Inicio

Somos todos do Amor de Deus

Também e até devemos dizer: Deus é Todo Amor por nós.

Mas não podemos dizer: Nosso amor é todo por Deus!

Seria blasfêmia! Mentira!

No entanto, há uma ordem do próprio Jesus que diz:

“Sede perfeitos como vosso Pai Celestial é perfeito!”

Portanto, se atingirmos a este pico, poderemos dizer: Nosso amor é todo de Deus!

Jesus pedia ao Pai, suplicava com toda a força:

“Pai, guarda-os em Teu nome, que me encarregaste de fazer conhecer, a fim de que sejam UM como nós!” (Jo 17,11)

Ou: “Para que todos sejam UM, assim como Tu e Eu somos UM, para que eles também estejam em nós! (Jo 17,21)

E esta é a esperança de Jesus: Que sejamos UM em Deus!

Logicamente, jamais poderemos ser Deus e nem como Deus, mas podemos sim e devemos lutar para que possamos nos aperfeiçoar e assim, atingir a meta: Sermos perfeitos como Deus!

Tenho absoluta convicção de que NINGUEM na terra tenha alcançado a perfeição! Sei que muitos lutaram em busca da perfeição, como os Santos que a Igreja canonizou e que hoje são nossos intercessores no Céu. E milhões que a Igreja não canonizou e outros que estão em estudos para serem canonizados, como é ocaso dos Patronos que escolhemos para os grupos, neste Retiro.

Todos eles se entregaram à Missão, à Vocação, ao chamado Deus e tentaram viver este caminho: Doaram-se completamente!

Atingiram a perfeição? Deus sabe!

Mas só depois da morte, a Igreja se manifesta a procura desta verdade ou declara a verdade!

Portanto é necessária a nossa vida inteira para provarmos a nossa Santidade ou Perfeição.

Deus sabe disso: Sabe que todos somos pecadores, e se não fosse assim, para que mandaria Seu Filho ao Sacrifício, a fim de nos salvar?

Ora, os Santos não precisam ser salvos!

Portanto, Deus ama a todos indistintamente: Sem distinção de classes, cor, raça e isto já aprendemos desde nossa infância.

O caminho da perfeição, está justamente neste ponto:

Amai-vos uns aos outros, como Eu vos amei!”

Portanto, quando acontece uma canonização ou um “estudo” para uma canonização, eu me pergunto: Será que é necessário tanto tempo? Tanto dinheiro, tantas despesas? No caso da Albertina, por exemplo: Ainda não foi canonizada, mas foi “Mártir” e aprendemos que: “Quem morre mártir, vai direto para o Céu!” “O martírio é o Batismo de Sangue!”

Se o martírio – Batismo de Sangue – nos leva diretamente para o Céu, por que então tanta demora na canonização?

Mas isto não serve para as nossas indagações!

Isto são caminhos humanos: regras, sugestões, desconfiança, ataques do inimigo... Sabemos que a Igreja tem seus critérios, seus cuidados, e procura então, nestes casos, saber com segurança se a pessoa em questão viveu realmente a perfeição.

A Igreja precisa ser “UM EM DEUS!” para chegar a estas conclusões.

O importante de tudo isso é que Deus nos ama e que o amor de Deus não encontra entraves, nem discussões com os “advogados do diabo”!

Deus decide! Deus faz!

Somos todos do Amor de Deus. E estas palavras deveriam nos bastar, para corrermos ao abraço de Deus: Este abraço gostoso, caloroso, apertado ...Sem igual!

Que pena que a maior parte da humanidade não pensa assim e se contenta apenas com o abraço humano!

Que pena!

Amém!

Cláudio Heckert

 

Fonte: https://missaosalvaialmas.com.br/?cat=178&id=3236


Artigo Visto: 291

ATENÇÃO! Todos os artigos deste site são de livre cópia e divulgação desde que sempre sejam citados a fonte www.recadosdoaarao.com.br


Total Visitas Únicas: 3.774.734
Visitas Únicas Hoje: 166
Usuários Online: 76