recadosdoaarao



Autores
Voltar




18/01/2021
Padres e crianças na mira do diabo
Na verdade, na época do engano universal, até mesmo os eleitos correm grande risco! E agora a batalha está ficando difícil!


Padres e crianças na mira do diabo

18-01-2021

Caros amigos de Duc in altum , proponho esta reflexão que recebi da leitora que se assina com o pseudónimo Veronica Cireneo. É dedicado aos sacerdotes e às crianças, as duas categorias (alfa e ômega) que, segundo o autor, estão sobretudo na mira do demônio.

Salvo em: Blog por Aldo Maria Valli

Na terra, depois de Deus, ninguém é maior do que o sacerdote. Poderíamos defini-lo como alfa: alter Cristhus na vida cotidiana e ipse Cristhus durante a consagração eucarística.

Na terra, depois de Deus, ninguém é menor que a criança, que podemos definir como o ômega.

Pois bem, esses extremos, alfa e ômega, hoje estão ambos na mira do demônio, ditador de nossos tempos, por momentânea permissão divina.

Basta olhar em volta. Quantos padres seduzidos pelo espírito do mundo são enganosamente promovidos por eles próprios ou pelos superiores, e quantos padres seduzidos por Cristo são igualmente enganosamente removidos das paróquias e marginalizados!

Quantas almas se perdem por causa dos sacerdotes que, esquecidos da sua sacralidade, muitas vezes aproveitada para ganho pessoal, esquivam-se com perícia cirúrgica da vontade de derramar o seu sangue pela salvação das almas pela missão!

Grande parte da fraqueza espiritual dos sacerdotes deriva do abandono do próprio hábito, a batina, escudo contra os ataques do maligno, e da adoção do hábito civil, escudo da graça santificadora. Razão pela qual, com tanta indiferença abominável, muitos padres se prestam a distribuir o Corpo de Cristo das formas mais ultrajantes.

Assim, no mesmo momento em que desce do céu para trazer-se com os seus dons mais sublimes, Nosso Senhor é acolhido como um miserável chato, em celebrações que não têm correspondência com a entidade e glória do festejado.

Exceto no vetus ordo , onde o fogo é visto no altar, onde as categorias de espaço e tempo estão suspensas e onde tudo é pensado para garantir a solenidade da cerimônia e glorificar a suprema majestade das celebradas, parecem missas modernas , mais que um elogio, uma esmola!

Não é difícil imaginar sombras de diabos dançantes em torno do padre, não exatamente legiões, mas ajuntamentos, sim, até na sacristia, assim que ele tira a vestimenta da cerimônia sagrada para permanecer na manga de uma camisa, jeans e tênis. E quem sabe, talvez, se você pesquisar, você também encontrará uma testemunha ocular!

Ponham as armas de novo, padres! Vestido com o corpo, rosário voltado para o céu e joelhos para a terra! E caridade, caridade em abundância! Deus caritas est ! Competir na edificação e edificação uns dos outros, ou você se perderá nas milhares e multidões de almas pelas quais você é responsável.

Na verdade, na época do engano universal, até mesmo os eleitos correm grande risco!

Mas sabemos que Jesus prometeu, e é fiel, que nos últimos tempos levantará gigantes de santidade, como nunca antes na história. Portanto, sede dóceis e disponíveis a este projeto de santidade! Cada um de vocês é!

Se você não resistisse, Ele, que o elegeu, poderia transformar tudo, até as feridas, os escombros e a mornidão do seu coração, em seu Coração: vivo, amoroso, intrépido, manso, poderoso e pulsante. E o faria com a mesma rapidez com que transforma o pão e o vinho em seu Corpo e Sangue, sempre que você lhe pedir.

Coragem! Essa é toda a audácia que é exigida de você! Não sejam meio-padres! Nossas almas precisam do seu exemplo!

E as crianças? Rasgado, oprimido pela fome e pela sede, abusado, sequestrado, explorado, torturado, morto ainda no ventre da mãe, aos milhões!

Quantas almas se perdem em torno da destruição das crianças! Entre eles estão pais, abusadores (que muitas vezes se correspondem), médicos e até operadores de empresas farmacêuticas que fabricam vacinas com tecidos de crianças, introduzindo assim - a marca da fera - em nossa sociedade que se diz civil a mais bárbara das práticas: canibalismo.

Padres infiéis e assassinos de crianças. Em nenhum outro lugar além dos dois listados acima, temos o maior número de almas perdidas.

Graças ao Céu também existem almas que, sobretudo escondidas, vivem a vocação à maternidade, natural e sacerdotal, e muitas orações dirigem-se a proveito dos sacerdotes e dos filhos, prova concreta da existência e da essência de Deus, aos cuja vontade devemos ser dóceis como cordeiros, assim como devemos rugir, como milícia Christi , contra todas as formas de maldade e mentira, sempre usando, em ambos os casos e de forma simbiótica, ação e oração.

E agora a batalha está ficando difícil!

Quem pode dizer se a santidade dos sacerdotes virá primeiro para salvar as crianças, ou se será o abominável sacrifício de crianças, que como o Inocente carregam a mais pesada das cruzes, para santificar os sacerdotes e todos nós?

Em qualquer caso, kirye eleison . Rezemos pelo alfa e pelo ômega, pelos padres e pelas crianças.

Tudo o mais é vaidade.

Veronica Cireneo

Fonte:https://www.aldomariavalli.it/2021/01/18/sacerdoti-e-bambini-nel-mirino-del-demonio/

 


Artigo Visto: 466

ATENÇÃO! Todos os artigos deste site são de livre cópia e divulgação desde que sempre sejam citados a fonte www.recadosdoaarao.com.br


Total Visitas Únicas: 3.847.165
Visitas Únicas Hoje: 362
Usuários Online: 70