Sejam Bem Vindos! Que Deus vos abençoe!

Página dedicada aos que amam as almas do Purgatório.
FAMÍLIA, FUNDAMENTO DA SALVAÇÃO
Documento sem título




 
 
20/06/2012
Casa Padre Pio
 
20/6/2012 10:56:31

Histórias - Casa Padre Pio

CASA PADRE PIO DE JOINVILLE

Neste fim de semana, antes de iniciarmos o cenáculo em Joinville, fomos visitar a Casa Padre Pio, de acolhida, fruto da luta tenaz e decisiva do casal Valdeir e sua esposa, que transformaram sua própria residência para acolher aos necessitados, enquanto foram morar numa casinha alugada.


Esta casa acolhe essencialmente pessoas pobres vindas de outras cidades em busca de hospital para cura de doenças graves e difíceis, as quais, sem dinheiro para custear sua permanência na cidade por longo tempo ali encontram a acolhida gratuita, tanto na chegada, como no tempo de acompanhamento do paciente no Hospital, e até depois na convalescença. Há, por exemplo, um casal que se encontra ali seis meses, dando assistência a sua criança, em estado grave, totalmente deformada, pessoas paupérrimas, drogadas, que ali encontram ajuda para poderem estar perto da criança e também obterem tratamento para o vício. A criança deles é deficiente vítima das drogas e do cigarro!


Tudo é padronizado, dentro das exigências da Vigilância Sanitária, inclusive com a aprovação do Bispo. Naturalmente que as pessoas ajudam nas lides da casa, mas efetivamente é de emocionar vendo o desprendimento de pessoas assim, entregues uns aos outros. Os hospitais recebem as pessoas, e em casos de pobreza extrema entram em contato com a Casa Padre Pio, encaminhando as pessoas, e eles as vão buscar. Também atendem convalescentes, e mesmo transplantados, que ficam ali com os acompanhantes até poderem viajar para suas cidades.


Mas o que mais nos emocionou foi saber das inumeráveis curas que acontecem ali, pelo do lencinho de Nossa Senhora e do Óleo de São Rafael. De fato, a Casa foi formada conforme a instrução de Nossa Senhora, através do nosso Movimento, e com estas maravilhas do céu, e com aquele amor de acolhida, os resultados são fantásticos.


Uma história em especial nos emocionou. Um casal trouxe uma menina - Kevelin - ao Hospital, para um transplante do coração, acometida de doença mortal, e quando a médica a viu, logo liberou as visitas para os familiares e o pessoal da casa Padre Pio, porque dava poucas horas de vida para aquela criança. Ela não tinha firmeza no pescoço, totalmente mole, e já tinha necrosado tanto os braços, mãos e dedos, como as canelas, pés de dedos, porque o coração avariado não conseguia mais bombear o sangue. A médica disse que ela não chegaria viva até o amanhecer.


Mas a mãe da criança era uma pessoa de fé, e sabendo pelo pessoal da Casa Padre Pio sobre o lencinho e o Óleo, pediram licença para rezar pela criança, e usar estes produtos com o toque do Céu, o que lhes foi permitido. E aconteceu que o dia amanheceu e a criança estava viva. Quando veio a médica, ele disse: uma noite ela escapou, mas não haverá outra com certeza. A única forma de dar uma chance à criança será imediatamente amputar os dois braços e as duas pernas, antes que a doença tome as coxinhas e o antebraço, porque o sangue não chega.


Mas a mãe disse: se o sangue não chega lá, a mão de Deus alcança! Ela e o pai não desistiram, e pediram para continuar rezando. Mas a médica disse: vocês podem até rezar, mas a única forma de a medicina ajudar será a amputação, mas vocês vão querer isso? Mas eles não permitiram a cirurgia e continuaram passando o Óleo e rezando durante aquele dia e a noite. Ao amanhecer, miraculosamente, tanto nos braços, quanto nas canelas havia voltado a circulação.


Veio a médica e disse: pode até ser, mas somente amputando as mãos e os pés para a criança viver. A mãe disse: Não! Vamos continuar rezando, sem amputar nada, porque Deus não faz obra incompleta. Eles tiravam as ataduras da criança e as enfermeiras ficavam iradas porque as ataduras aqueciam os membros da criança, mas a família não obedecia: ungia com o Óleo.... E confiante rezava!


E veio mais um dia e uma noite. Quando a médica chegou, ficou arregalada, porque a circulação havia voltado tanto para as mãos como para os pés, ficando apenas os dedos dos membros sem circulação. E ele disse: mas estes não escapam. Precisamos cortar todos urgentemente, porque senão pode voltar a doença, pois ninguém ainda escapou desta doença. E mãe disse: se Deus fez a obra até aqui, vai terminar, e não permitiu que o médico amputasse os dedinhos. Foi mais um dia e uma noite de unção e de oração, e ao amanhecer, somente a última falange de cada dedo - mãos e pés - estava sem vida.


E veio a médica: isso, pelo menos, temos que cortar, porque é impossível que a doença saia de outra forma. Nada disso, disse a mãe, vamos em frente, com as orações e o Óleo. Nos dias seguintes, quando abriram as ataduras, havia voltado a circulação para todos os membros, restando apenas uma casca, em cada ponta dos dedos. Veio a médica e apenas disse que humanamente aquilo era inexplicável, porque ela desconhecia que, com esta doença, alguém tivesse ido além de um ano de vida.


Feliz, a família foi acolhida na casa, e o Bispo vindo visitar, no fundo de seu coração achou também que a criança ia morrer, porque tinha o pescoço mole e seria um vegetal. Mas a família continuou o tratamento, e dois meses após voltou à casa, com a menina correndo por todos os lados, muito viva e ativa. Novamente mostrada ao Bispo, ele ficou pasmo com todo aquele verdadeiro milagre. Sim, o coraçãozinho dela que não bombeava o sangue, ficou curado no que se constituiu um grande milagre.


Disse Valdeir: Hoje, os médicos não entendem o porquê Kevelin é a única que sobreviveu com esta doença, após um ano de idade. Na maioria dos casos as crianças não passam de dez meses. Hoje, ela está com um ano e quatro meses muito forte e sapeca. Usamos o óleo de São Rafael nas orações, tanto aqui na casa, quanto no Hospital Infantil. Uma dádiva de Deus! Um Milagre de São Rafael! No hospital, as irmãs estão usando o óleo, porque ele faz milagres. São inumeráveis as curas já havidas por intercessão de São Pio e do Arcanjo São Rafael.


Contou-nos Valdeir que eles tentaram levar o Óleo para um Grupo da RCC, mas a líder desprezou incialmente este tão eficaz meio de cura, dizendo que seus métodos eram outros. Mas indo esta líder ao Hospital para rezar pelos doentes, procurando a Irmã responsável esta lhe disse: só se vocês usarem o Óleo de São Rafael! Mas a mulher disse que tinha outros modos de rezar, entretanto a Irmã foi firme: sem o Óleo não se reza aqui! Então será com o Óleo, e o grupo também passou a fazer uso deste medicamento celeste. Deus seja louvado quando entendem!


Este é apenas um exemplo daquilo que acontecerá em breve, com aqueles que têm fé, que acreditam no poder de Deus, que se manifestará nas curas través do lencinho e do Óleo de São Rafael, porque serão vexados todos aqueles que confiarem apenas no homem e em suas medicinas. O pessoal da Casa Padre Pio nos dá assim um exemplo de abnegação, humildade, amor e fé, e isso já move e ainda moverá maiores montanhas. No cenáculo, depois, Nossa Senhora voltou a lembrar da importância do lencinho na proteção contra a Gripe A, que é doença inventada para matar. Além disso, virão vírus muito mais poderosos, capazes de ceifar seis vidas em cada dez, como já noticiamos.


Sim, também o Brasil não ficará livre destas doenças inventadas pelo homem, para matar a humanidade. Nós cremos que, devido ao material que já enviamos para a multiplicação dos lencinhos, e devido a tantas pessoas que estão fazendo os lenços, que já não estamos longe de 1.000.000 de lencinhos no Brasil. Também o Óleo de São Rafael, o Arcanjo Curador, já tem milhares de litros, em uso e esperando o momento das grandes curas. Podem ter certeza de que, além de curar, estes dois meios ainda converterão muita gente, pelos milagres que farão. Basta ter amor e fé, como o pessoal desta casa.


Enfim, a Casa Padre Pio ainda é pequena, toda acanhada, quartos diminutos com beliches, mas eles já ganharam um terreno e têm o projeto de uma casa maior, onde podem atender muito mais gente. O projeto tem a aprovação não somente do Bispo, como o tem do Céu. Hoje a casa é pequena e pode acolher no máximo 18 pessoas, mas a nova planta prevê a acolhida de até 220 pessoas. Mesmo que saibamos que as coisas estão próximas, a vida não deve parar e é como Jesus disse ao Cláudio: se você souber que o mundo vai acabar amanhã, e tens projeto de construir ainda uma capela, lança hoje o fundamento. O Novo Reino precisará dela, mesmo que para outra finalidade!


Lembro que lá tudo é gratuito e eles vivem confiados na misericórdia divina. Algumas pessoas ajudam com pequenas doações na conta de luz, mas com isso eles não conseguem ampliar a casa - precisaria de uma Capelinha para o Santíssimo, o que já foi autorizado pelo Bispo - apenas dá para sobreviver. Os que quiserem ajudar, livremente, para a ampliação e para a nova construção, já terraplanada, podem depositar nas contas:



 


BANCO DO BRASIL


AGENCIA: 5214-0


C/C: 1324759-X 



SICOOB


AGENCIA: 3240


C/C: 81213


AMBAS EM NOME DA CASA PADRE PIO.


Temos as fotos da menina, e do projeto da nova construção, mas nossos site não edita fotos. Lembro ainda que eles pediram ajuda a Obra do Padre Pio na Itália, mas faz tempo e nem obtiveram resposta. Mas se Deus quiser tudo dará certo.



 
 
 

Artigo Visto: 2896 - Impresso: 50 - Enviado: 29

ATENÇÃO! Todos os artigos disponíveis neste sítio são de livre cópia e difusão desde que sempre sejam citados a fonte www.recadosdoaarao.com.br

 

 
Visitas Únicas Hoje: 539 - Total Visitas Únicas: 3.254.724 Usuários online: 76