Sejam Bem Vindos! Que Deus vos abençoe!

Página dedicada aos que amam as almas do Purgatório.
FAMÍLIA, FUNDAMENTO DA SALVAÇÃO
Documento sem título
Você está em: MENU PRINCIPAL / Histórias / Um Sinal




 
 
24/06/2005
Um Sinal
 
Histórias - 35 Um Sinal
Histórias - 35 Um Sinal

UM SINAL
 
     Um simples ouvido atento, nestes tempos de tantos barulhos, certamente conseguirá só ele, captar os sinais que Deus envia. Quem não se liga na música alucinada, que satanás faz ouvir para justamente abafar os sinais de Deus, certamente passará ao largo até dos ribombos dos canhões do abismo, quanto mais dos tênues sinais da natureza.
 
     Moro neste lugar e conheço desde sempre, e há pelo menos 50 anos tenho sentido e visto, e ouvido, como se comporta o clima, o regime das chuvas e principalmente a direção de onde provêm as trovoadas. Na semana passada, de madrugada, de repente passamos a escutar aqui o ruído de um avião a jato, que parecia cada vez mais próximo. Na verdade por cima de nós passam estas linhas aéreas e isso é comum e pensei mesmo que fosse um jato, até imaginei que pudesse estar perdido, porque passou meia hora, uma hora, e aquele ronco interminável não parava.
 
     Mas numa hora a cidade emudeceu porque caiu a energia e percebi então que não era um avião e sim uma trovoada, em grande altitude, que estava sobre nós. Mas não se tratava de algo normal. O ronco dos trovões, de forma impressionante de nunca vista, não dava espaço entre um e outro, sendo constante, como um avião a jato levantando vôo, e sem aquelas explosões maiores, como é normal nas fortes trovoadas. Mas o temor natural que uma trovoada provoca, aqui ficava ainda mais acentuado, porque era muito soturno.
 
     Não sabendo se todas as janelas da casa estavam todas fechadas, saí para ver isso e quando cheguei na parte da frente, assim que abri a janela para ver o que se passava na rua, aconteceu um relâmpago tão forte, tão luminoso, como algo que eu jamais havia visto. Cheguei a pensar que o ribombo do estrondo acabaria por acordar toda a cidade, mas, por incrível que possa parecer, não explodiu, somente aquele ronco contínuo e ameaçador, nada de explosões.
 
     Resultado é que quase me queimou a vista. No dia seguinte me disseram que a parte de baixo de meu olho estava com sangue, falo da pálpebra inferior, como se tivesse levado uma batida. Tal foi que durante mais de uma hora não consegui dormir, devido a dor.
 
     Ora, eu já assisti milhares de trovoadas. Já vi milhares de relâmpagos; mas o que tinha aquele um, capaz de me causar este dano? Cheguei a imaginar até que de fato Deus já permitira aos demônios o comando sobre as forças da natureza – isso chegará a acontecer – e eles quiseram cegar-me para que não escrevesse mais.
 
     Não é tudo! Nesta quarta feira de madrugada, mais uma vez o mesmo sinal aconteceu. E outras pessoas com que conversei também se deram conta disso. Os raios se sucediam em espaços regulares, mas o ronco dos trovões era contínuo e sem grandes alterações de som. Como isso pode acontecer não sei, mas com certeza NUNCA aconteceu antes aqui.
 
    Por outro lado, lembro ao leitor que, embora não estejamos noticiando isso, todos os dias a terra continua a tremer, em todos os continentes, com terremotos graves em vários países. Também as catástrofes climáticas se sucedem, com crescente intensidade e nos levam a imaginar o que não irá acontecer quando a coisa realmente explodir.
 
     Por fim, lembro ao leitor sobre o sinal a acontecer no Sul do Brasil, que aquilo ainda está de pé e deve acontecer. Dias atrás, quando os cientistas previram que algo assim era previsto para esta região, alguns perguntaram ao Cláudio se era verdadeiro, então a Mãe lhe disse que não devíamos acreditar nisso, mas que estivéssemos atentos para o momento em que ela avisar, aí sim. Mas sem medo! Rezar o Rosário, eis a arma!
 
Arnaldo
 
 
 
 


 
 
 

Artigo Visto: 1904 - Impresso: 60 - Enviado: 8

ATENÇÃO! Todos os artigos disponíveis neste sítio são de livre cópia e difusão desde que sempre sejam citados a fonte www.recadosdoaarao.com.br

 

 
Visitas Únicas Hoje: 513 - Total Visitas Únicas: 3.383.138 Usuários online: 94