Sejam Bem Vindos! Que Deus vos abençoe!

Página dedicada aos que amam as almas do Purgatório.
FAMÍLIA, FUNDAMENTO DA SALVAÇÃO
Documento sem título
Você está em: MENU PRINCIPAL / Histórias / Um Cheque




 
 
24/06/2005
Um Cheque
 
Histórias - 15 Um Cheque
Histórias - 15 Um Cheque

UM CHEQUE!
 
     Eu sou Geraldo, e eu e minha esposa acompanhamos já há algum tempo o Salvai Almas, na parte do canto. No início tivemos algumas dificuldades, mas agora estamos engajados nos trabalhos, sempre participando nos cenáculos na capelinha e mesmo quando é distante. Tenho sempre junto o violão!
 
     Como os meus negócios imobiliários andavam meio mal, resolvemos montar uma lojinha de roupas feitas, para aumentar nossa renda e para manter o estoque fizemos uma enorme compra, numa grande confecção. Para isso emitimos um cheque pré-datado.
 
     Aconteceu que as vendas foram muito mal, e chegou o dia anterior ao qual tínhamos que cobrir o tal cheque, entretanto todo nosso dinheiro dava apenas 30% do valor.
 
     Sem outra saída para honrarmos este compromisso, decidimos vender nosso carro, e para isso fiz tomada de preços em um revendedora. Como para ir até lá entregar o carro era passagem pela capelinha, fui até lá rezar, e conversando com o Cláudio expus a ele a situação. E logo em oração, Nossa Senhora lhe disse que “não era para vendermos o carro pois iríamos precisar dele para nossos serviços e para rezar”.
 
      Quanto ao cheque, ele não falou qual a forma que seria resolvido, mas me garantiu que o cheque não iria voltar. Diante disso, confiei e ao invés de ir entregar o carro voltei para casa pensando em como isso se resolveria. Contei o fato para minha esposa e aguardamos os acontecimentos.
 
      No dia seguinte, mal minha esposa havia aberto a loja, para nossa surpresa entrou a dona da confecção. Sem dizer nada, ela trouxe junto o cheque, e perguntou quanto nós tínhamos. Então ela pegou aqueles 30% do valor, devolveu o cheque, fez uma bela compra na lojinha e disse que o restante poderíamos pagar conforme o dinheiro entrasse, sem compromisso de prazo. E assim, não precisamos vender o carro nem voltou qualquer outro cheque sem fundos.
 
      Dias depois, um outro cheque de grande valor estava para entrar e tínhamos apenas uma pequena parte dele para cobrir. Inexplicavelmente, de uma hora para outra passaram a entrar muitos compradores em nossa loja, tanto que os concorrentes vizinhos nos perguntaram se estávamos com promoção e assim fizemos ótimas vendas.
 
      Pois no mesmo dia, também sem explicação, meus dois filhos receberam duas contas que julgávamos quase perdidas, uma delas vencida há mais de um ano, e tal foi que, somados os três valores, conseguimos levantar exatamente a quantia do cheque, sem um real de diferença.
 
      Em vista destes sinais, e embora muitas perseguições – pois o maldito não dá folga para quem reza – estamos cada dia mais confiantes e mais cheios de vontade de continuar neste bonito trabalho.
 
      Ficamos alegres com a acolhida do grupo e nisso tudo sentimos claramente a mão de Deus. É por isso que estamos deixando este depoimento.
 
      Geraldo e Darlete
      Moramos em Porto Belo – SC.


 
 
 

Artigo Visto: 1750 - Impresso: 41 - Enviado: 11

ATENÇÃO! Todos os artigos disponíveis neste sítio são de livre cópia e difusão desde que sempre sejam citados a fonte www.recadosdoaarao.com.br

 

 
Visitas Únicas Hoje: 475 - Total Visitas Únicas: 3.339.001 Usuários online: 64