Sejam Bem Vindos! Que Deus vos abençoe!

Página dedicada aos que amam as almas do Purgatório.
FAMÍLIA, FUNDAMENTO DA SALVAÇÃO
Documento sem título




 
 
14/11/2018
Caminhada em Blumenau
O Céu não vos pede muito... Ele pede TUDO!
 

VISITAS A CEMITÉRIOS

Dia 04 de Novembro de 2018

Norma, Marilene, Cláudio

 

Cemitério Santa Cruz – Blumenau, SC

 

“Paz!”

Bom dia, filhinhos amados. Obrigada.

E quem são os que estão vestidos de branco e foram lavados no Sangue do Cordeiro?

São os que vos julgarão, no dia do Juízo!

É por eles que percebereis o vosso destino eterno!

Na verdade, eles NÃO vos julgarão: Vós mesmos vos julgareis por eles! Amém!

Deveis também vos revestir com vestes brancas e viver o Amor de Deus. Amém!

Eu vos abençoo, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém!

“Maria, Mãe do Universo!”

 

Cemitério Evangélico de Velha Central – Blumenau, SC

 

Como podem viver ou falar de amor, aqueles que esquecem dos seus?

Quantos esquecidos! E quantos rezam, mas não amam!

O amor! O amor!

Sem ele não poderá haver o gozo eterno! Amém!

Obrigado, Norma, Marilene, Cláudio: Amo caminhar com vocês. Amém?

“São Miguel!”

 

Este cemitério é horrível: Quase a metade dele está totalmente destruído: túmulos quebrados, pedras amontoadas sobre eles, poças de água parada por todos os lados e sobre túmulos abertos... Uma vergonha! E nas vésperas do dia de Finados, as autoridades pediam, através da imprensa, que não se poderiam nem deixar vasos de flores com água nos túmulos por causa da dengue, etc. etc.

Aqui se vê o desrespeito total...

Tenho convicção de que a culpa não é da Igreja Evangélica, proprietária deste cemitério, mas deve-se às leis que dizem que só os familiares podem mexer nos túmulos! Mas, onde estão os familiares? E quando foram feitas estas leis? Imagino que, na época que foram feitas (estas leis), os legisladores não imaginavam que haveriam tanto desleixo, tanta falta de amor, tanta irresponsabilidade para com os mortos, e posso dizer: tanta irresponsabilidade para com os VIVOS, porque os mosquitos, certamente, não fazem mal para os mortos!

Cláudio.

Cemitério Luterano de Passo Manso – Blumenau, SC

 

“Obrigado” por vosso “feriadão”!

Devo dizer: Se Deus concede ainda tempo para os filhos, deve-se ao fato de encontrar orações e amor em corações como os vossos.

Continuai: São milhões os que rezam com vocês!

São milhões os que precisam do amor de vocês!

Eu vos abençoo e vos digo: Vocês me emocionam! Amém!

“Jesus!”

 

Cemitério Católico de Água Branca – Blumenau,SC

 

Há um grande propósito nas mãos de Deus... E sereis agraciados!

O Céu vos observa e jamais deixará de atender aos vossos pedidos e espera também que façais bom uso, em favor dos outros, dos benefícios que recebereis.

O Céu vos ama muito!

O Céu confia em vós. Amém!

Muito obrigada.

Eu vos abençoo, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém!

“Maria, Mãe do Universo!”

 

Norma, Marilene e Eu, saímos cedo de casa para assistir à Santa Missa das oito horas na Igreja Matriz  Santa Cruz e nosso propósito era de visitar os cemitérios daquele local, após a Santa Missa, e por isso ao passarmos pelo cemitério de Água Branca, não paramos para não corrermos o risco de perdermos a Santa Missa. Percebemos que havia muita gente e muitos carros, no pátio da Capela Santo Antônio, ao lado deste cemitério, mas achávamos que não seria uma Santa Missa, mas um Culto da Palavra, por causa do horário, e por isso seguimos adiante para a Igreja Santa Cruz. Mas não havia Santa Missa na Santa Cruz, neste horário! E virtude das celebrações da Primeira Comunhão a Santa Missa seria às 10,30 horas! Resolvemos então assistir ao Culto na Capela Santo Antônio, e então voltamos àquele local (6 KM). Entramos na Capela quando o Padre iniciava a Santa Missa! Não era Culto. Era Santa Missa!

A alegria foi muito grande e a emoção tomou conta de nós.

Ao terminar a Santa Missa, voltamos à Santa Cruz para rezar nos dois Cemitérios: o Evangélico e o Católico e não rezamos no que estava ao lado da Igreja Santo Antônio!

E quando voltamos para casa, usamos outra estrada que ficava longe de Água Branca! Já próximos de casa, lembramos de que havíamos esquecido aquele cemitério e então voltamos:

“Não poderíamos deixar de visitar estas alminhas, disse Norma! Elas vão ficar tão tristes!”

E assim, as visitamos! E elas ficaram tão felizes! E nós também!

Cláudio

 

 

Cemitério Católico de Espinheiros – Itajaí, SC

 

Sim! Estamos no Céu, e por isso podemos conversar com vocês!

Norma, Marilene, Cláudio: vocês devem sempre agradecer a Deus por vos ter escolhido para esta Missão.

Se vocês olharem somente neste cemitério e se fosse possível ver o interior de cada coração dos que aqui estão sepultados, vocês poderiam perceber do quantos haviam sido chamados...

Vocês aceitaram e por isso são tão amados por Deus!

É preciso que vocês saibam que: as lutas serão muito grandes, à frente, e por muitas vezes vocês se sentirão como que, sozinhos.

Obviamente o Céu não deixará vocês sozinhos!

Rezem sempre: Um dia vocês vão perceber do quanto foram amados e do quanto foram protegidos! Amém?

Um grande abraço,

“Diácono Antônio!” (1)

 

“Filhinhos, obrigada!”

Obrigada por mais este dia de amor.

Eu vos abençoo, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém!

“Maria, Mãe do Universo!”

 

“Filhinhos: Deus não vos pede muito!”

“Ele vos pede TUDO!”

“Tudo o que sois!”

Amém!

Eu vos abençoo.

“Jesus!”

 

  1. Diácono Antônio, o Tonho, é irmão do Cláudio, falecido a 12 anos)

 

 
 
 

Artigo Visto: 236 - Impresso: 5 - Enviado: 1

ATENÇÃO! Todos os artigos disponíveis neste sítio são de livre cópia e difusão desde que sempre sejam citados a fonte www.recadosdoaarao.com.br

 

 
Visitas Únicas Hoje: 425 - Total Visitas Únicas: 3.272.076 Usuários online: 55