Sejam Bem Vindos! Que Deus vos abençoe!

Página dedicada aos que amam as almas do Purgatório.
FAMÍLIA, FUNDAMENTO DA SALVAÇÃO
Documento sem título




 
 
14/11/2018
Anistia contra a Maçonaria Eclesiástica
“Passarão ao Céu e a terra, mas as minhas palavras não passarão!"
 

Porto Belo, SC, 20 de Outubro de 2018

ANISTIA CONTRA A MAÇONARIA ECLESIÁSTICA

A pedido de Nossa Senhora, estamos lançando uma Nova Anistia, desta feita, contra a Maçonaria Eclesiástica.

Será iniciada no dia 14 de Novembro, dia de Maria Mãe do Universo e terminará no dia 22 de Dezembro, dia da Noite Branca.

As orações são as seguintes:

- Santas Missas - diárias

- As Quinze Orações – diárias

- O Santo Rosário – diário

- O Exorcismo da Virgem Poderosa – diário

- A Ladainha de Todos os Santos – diária

Visitar 10 Cemitérios e em um deles, rezar 200 vezes :

Jesus, Maria e José, nós vos amamos – Salvai Almas.

Em todos os cemitérios, ao entrar neles, ajoelhar-se e fazer o Sinal da Cruz: Trata-se de um Campo Santo e portanto, um lugar de oração e respeito. Amém!

Pedimos que nos enviem as planilhas, tão logo terminar a Anistia, para podermos agilizar os nossos trabalhos.

Muito obrigado aos que Editam as planilhas: Que Deus vos abençoem.

As planilhas devem ser enviadas, de preferencia por correio, mas podem também enviá-las ao E.mail da Marilene:

marileneheckert@gmail.com

Cláudio Heckert

Rua Maria Ramos Guerreiro, 104 – Vila Nova

88210.000 – Porto Belo, SC

 

Segue: Considerações sobre a Maçonaria.

 

 

A IGREJA PROÍBE A MAÇONARIA

Consultemos:

 

   01 – Constituição Apostólica In Eminente, do Papa Clemente XII, de 28 de Abril de 1738, proíbe os católicos, sob pena de excomunhão, a participarem desta sociedade secreta.

   02 – O Papa Bento XIV, no dia 18 de Maio de 1751, na Constituição Apostólica Providas, confirma esta proibição.

   03 – O Papa Pio VII, publicou a Costituição Ecclesiam a Jesu Cristo, em 13 de Setembro de 1821, contra os carbonários, uma condenação à maçonaria.

   04 – O Papa Leão XII, na Constituição Apostólica Quo Graviora, de 13 de Março de 1825, condena todas as sociedades secretas, presentes ou FUTURAS.

   05 – o Papa Pio IX, na Encíclica Quanta Cura, de 08 de Dezembro de 1864, condena as sociedades secretas e  na Multplices Inter, de 25 de Setembro de 1865. volta a condenar a maçonaria.

   06 – Ainda Pio IX, na Constituição Apostolicae Sedis, de 12 de Outubro de 1869, condena com a Excomunhão Latae Sentenciae a TODOS os que frequentam a maçonaria.

   07 – O Papa Leão XIII, publicou 226 documentos, condenando a maçonaria.

   08 – O Papa Pio X, na Encíclica Vehementer nos, de 11 de Fevereiro de 1906, condena a maçonaria, como “ímpias seitas.”

   E assim por diante...

   Quem obedece?

   Aliás, já ouvimos dizer, por autoridades eclesiásticas, que “Os Santos de outrora, não servem mais para serem seguidos hoje!”

   Então a Igreja mudou? É outra?

“Passarão ao Céu e a terra, mas as minhas palavras não passarão!

“Jesus Cristo!”

 

A Igreja vive nos pedindo OBEDIENCIA!

Mas, e os padres que frequentam a Maçonaria, não precisam obedecer?

Será que são realmente PADRES?

Um grande abraço

Cláudio Heckert

 

Ps... Eu já havia colocado no site, mais sumiu..

 
 
 

Artigo Visto: 367 - Impresso: 6 - Enviado: 1

ATENÇÃO! Todos os artigos disponíveis neste sítio são de livre cópia e difusão desde que sempre sejam citados a fonte www.recadosdoaarao.com.br

 

 
Visitas Únicas Hoje: 426 - Total Visitas Únicas: 3.272.077 Usuários online: 55