Sejam Bem Vindos! Que Deus vos abençoe!

Página dedicada aos que amam as almas do Purgatório.
FAMÍLIA, FUNDAMENTO DA SALVAÇÃO
Documento sem título




 
 
09/12/2018
Plano de destruição das famílias
Nele incluso a aprovação do aborto, da difusão do homossexualismo, o que leva ao abismo.
 

O Vaticano apóia um pacto global que prevê o livre acesso ao aborto

Fonte > https://infovaticana.com/2018/12/09/el-vaticano-apoya-un-pacto-global-que-preve-libre-acceso-al-aborto/

 

O Vaticano declarou seu apoio entusiástico ao Pacto Global elaborado pela ONU, que transforma a livre migração em um "direito fundamental", já que o entusiasmo dos imigrantes da hierarquia moderna não podia deixar de ser visto. O problema é que o pacto internacional prevê a garantia de “direitos reprodutivos” e o livre acesso ao aborto e inclui numerosos pontos da agenda LGBT.

A Santa Sé participará com outros governos ao redor do mundo na Conferência Intergovernamental para adotar o Pacto Global para as Migrações seguro, ordenado e justo a ser realizada em Marrakech entre 10 e 11 de Dezembro. O Departamento para o Desenvolvimento Humano Integral já manifestou, em nome do Vaticano, Roma apoiar esta primeira coordenada pelo acordo de imigração Nacional United, aprovado pela Assembléia Geral no mês passado.

Parece lógico que, dada a insistência repetitiva de Sua Santidade para defender a imigração em massa da África para a Europa, sem distinção entre legais e ilegais, os refugiados e migrantes económicos, ou restrição de número, a Santa Sé abraçar com entusiasmo o Pacto Global apresentou ONU e que representa a maior ofensiva explícita contra o direito dos Estados de controlar suas fronteiras. De fato, o texto repete a palavra 'direitos' em 112 ocasiões, a maioria expressando um suposto direito humano de migrar de qualquer país para outro qualquer.

Há muitos aspectos pelos quais esse apoio entusiástico é preocupante, e não apenas porque representa um desvio da posição tradicional da Igreja sobre os direitos dos Estados. De fato, o governo do país que cerca o Estado do Vaticano já expressou sua decisão de não aderir ao Pacto, representando a maioria dos católicos italianos. De fato, os países que já se pronunciaram contra o Pacto não são poucos ou de pouco peso, como os Estados Unidos e, na própria UE, a Hungria e a Polônia.

Mas nada disso, nem mesmo o fato de que o cumprimento do Pacto prevê a violação da liberdade de expressão em relação à imigração, tornando todas as críticas puníveis, é o mais preocupante. É, por outro lado, o fato de que o texto heterogêneo contém referências aos 'direitos reprodutivos' dos imigrantes, incluindo o fácil acesso ao aborto, e outras disposições ditadas pelo 'lobby LGBT'.

O Vaticano, como não poderia ser de outra forma, apresentou "reservas e comentários" sobre as seções do pacto que incluem a distribuição de preservativos e "serviços de saúde reprodutiva e sexual", que incluiriam o aborto. A Santa Sé indicou que estas disposições "não representam uma linguagem consensual na comunidade internacional nem estão alinhadas com os princípios católicos". Mesmo assim, o Vaticano apela à adoção entusiasta por todos os Estados do texto preparado pela ONU.

Estamos novamente prestes a cair na armadilha da "túnica sem costura"? Será que os católicos serão novamente encorajados a "não ficarem obcecados" com a vida e as políticas familiares? Quando Francisco, no início de seu pontificado, surpreendeu os fiéis com essa recomendação, encontramos os meios para justificá-lo. É óbvio que as ações da Igreja com os seguidores da Lei Natural para defender a família ea vida, e que nem a defesa da vida desde a concepção até a morte natural, nem a oposição ao chamado 'casamento gay' foram questões especificamente católicas . A principal missão da Igreja é pregar a salvação e a mensagem de Cristo. As conseqüências morais dessa mensagem são deduzidas dela.

Mas o que temos visto nos anos posteriores é que há questões não relacionadas ao cerne da fé que devem ser obcecadas, como a mudança climática ou a imigração em massa; para o resto, isso só pode ser deduzido duvidosamente na atual concretização dos princípios cristãos e, em alguns casos, supor um desvio da posição tradicional.

++++++++++

Obs > Tanto a imigração em massa, quanto a agenda do aborto, são objetivos de satanás, e nenhum dos dois deve ser apoiado por um bom católico, consciente de sua Santa Igreja. Nem um papa nem um bispo sério pode apoiar tais causas, que são orquestradas e visam a destruição da família, via aborto, e visam a demolição de desintegração da sociedade via esta loucura. Na realidade isso está na Escritura quando diz: os homens definharão de medo, diante do barulho do mar e das ondas.  Do mar porque este se revoiltará contra a maldade humana, e das ondas de povos indo e vindo através do planeta em busca de novos ares e lares.

A França já está sentindo na pele o que significa aceitar em seu solo aqueles rebeldes muçulmanos, muitos deles guerrilheiros infiltrados dos facínoras do Isis, e outros grupos assassinos, que somente esperam a grande invasão da Europa pelos rebeldes muçulmanos e os comunistas, para demolir com aquela região, que se tornou de novo pagã. Ao infiltrar milhões de muçulmanos dentro da cultura cristã da Europa, a besta desintegra aquelas nações, e dá um golpe de misericórdia naqueles povos. O simples fato de Gog apoiar isso, já diz quem ele é e a que veio. Veio para cumprir as ordens do anticristo, conforme está em Apocalipse 13, e veio destruir a Igreja de Cristo a pretexto mentiroso de uma reforma, preparando assim o terreno para a vinda do monstro, aquele que se levanta contra Deus e quer se fazer um deus.

O mundo inteiro ainda lamentará o que aconteceu com a eleição de Gog, porém verá tarde seu desatino. Quando restar um punhado de gente na terra, quem sabe entendam de uma vez por todas que ele é uma das chaves da ruína do mundo e que chamá-lo de "sua santidade" chega a ser criminoso. (Aarão)

 

 
 
 

Artigo Visto: 789 - Impresso: 14 - Enviado: 16

ATENÇÃO! Todos os artigos disponíveis neste sítio são de livre cópia e difusão desde que sempre sejam citados a fonte www.recadosdoaarao.com.br

 

 
Visitas Únicas Hoje: 476 - Total Visitas Únicas: 3.339.002 Usuários online: 66