Sejam Bem Vindos! Que Deus vos abençoe!

Página dedicada aos que amam as almas do Purgatório.
FAMÍLIA, FUNDAMENTO DA SALVAÇÃO
Documento sem título




 
 
09/08/2013
Igreja em ruínas
 
Bom reler - Igreja em ruínas
9/8/2013 15:56:12

Bom reler - Igreja em ruínas


 IGREJA EM RUÍNAS

Eu havia me proposto a não divulgar mais mensagens de outros confidentes e videntes, mas devido a esta batalha na qual estamos envolvidos pela Igreja verdadeira e pelos Sacerdotes, penso que não poderia deixar de divulgar estas visões do Padre Wilson Salazar, porque isso nos dará mais forças de lutar pelos sacerdotes, uma vez que eles são chamados a salvar a Igreja e o mundo. De fato, o estado dela é desesperador, e estas visões mostram em detalhes o que está acontecendo na Igreja, não só externamente, como a nível espiritual, pois lhe é dado ver a ação dos anjos e dos demônios, também de Maria, Mãe da Igreja. Ademais, se trata de um sacerdote, e certamente tem seu diretor espiritual e aprovação de seu bispo, porque as coisas que ele fala são realmente fortes, as palavras são duras, e no fundo confirmam tudo aquilo que sempre temos falado.

Em muitos lugares onde aparece Nossa Senhora tem pedido orações pela Igreja e mais diretamente pelos nossos sacerdotes. Infelizmente, se pode dizer, como nunca antes, o clero esteve tão fora da realidade, tão ligado às terra, ao mundo e ao mundanismo. Disseram a eles que deveriam "ir ao povo", eles misturaram, e acabaram sendo engolidos por ele. Tornam-se mais um em meio a multidão, quando deveriam ser figuras de Jesus, vivendo, vestindo, e andando e nosso meio como Ele. Ninguém dá valar ao que é comum, que é medíocre, que é mercenário, que não dá valor ao seu valor. E o padre é a pessoa mais importante do mundo. Se você quiser encontrar-se com a pessoa mais importante de sua localidade, dirija-se ao Pároco. Reis, presidentes, todos eles passam: padres são eternos!

Importante é ler com atenção, para perceber o carinho e a proteção que o céu dispensa a todos os que rezam, aos que são humildes e se fazem pequenos, e na outra ponta o quanto o Céu abomina a todos aqueles que se fazem doutores e teólogos. Agora mesmo eu disse um amigo: nem mesmo o Papa tem direito de se chamar de teólogo. Porque ainda que ele multiplicasse por mil tudo aquilo que ele conhece sobre Deus, seria ainda nada. Qualquer pessoa que se julgue conhecedor de Deus é nada mais do que um verme miserável, rolando na areia escaldante do deserto. Por isso é importante ler tudo, para que todos fiquem cientes do estado catastrófico a que estas pessoas, conduzidas por satanás, reduziram a Igreja. Mas não é para se desesperarem, e sim para que intensifiquemos nossas orações. Porque haverá uma grande vitória no final! Que isso nos leve a rezar a anistia com mais amor e fervor! (Aarão)

 

Terça-feira, 8 de maio de 2012 - Visões do Padre Wilson Hernán Salazar Hernandez, Bogotá - CO.

Primeira Mensagem: Estando em um dos maiores Santuários Marianos do Mundo, onde apareceu a Virgem Maria, minha vida foi transportada a um lugar da aparição. No céu apareceram raios luminosos azuis, e então um Santo Anjo se fez presente. Estava com uma espada imensa. Vi a Santíssima Virgem vestida de azul, e suas mãos se estenderam resplandecentes. Tudo se tornou brilhante com uma luz indescritível para a inteligência humana. Eu prostrado pedia misericórdia ao Deus Altíssimo. A Virgem Santíssima olhou para mim e me disse palavras de amor e eu chorava profundamente pedindo perdão ao Senhor. Ela me dizia palavras, bênçãos e coisas pessoais que eu não posso revelar, mas devo guardar no coração. Muitas destas palavras se referem aos últimos tempos, mas, por obediência a Ela, não posso revelar ainda. Só revelo isto que vou te dizer agora sobre a Santa Igreja, mesmo com dor no coração, tenho que dizer para que muitas almas se convertam e voltem a viver a santidade dentro da Divina e Santa Igreja de Deus. Eis o que o Céu fala...

...As portas da Igreja estão fechadas para o Senhor. Já não deixam entrar nem mesmo o Senhor porque está fechada à fé, à esperança e ao amor. Fecharam as portas para a verdade do Santo Evangelho de meu Filho Amado. Fecharam as portas à fé verdadeira, aos Santos Mandamentos de Deus e aos Divinos Sacramentos. Hoje mais do que nunca. na Igreja, os Ministros Consagrados fecha as portas da Igreja ao Senhor Deus, para fazerem a sua própria vontade humana e não a vontade divina. Hoje os Ministros Sagrados (sacerdotes e bispos) se profanaram, são cheios de orgulho, soberba, mentiras e falsidades.

São poucos os sacerdotes fiéis ao Evangelho! Muitos vivem sob as garras do demônio e seguem suas mentiras e falsidades como se não acontecesse nada. Dizem que tudo está bem, enquanto crescem os escândalos e infidelidades por haverem abandonado o Senhor, mas eles seguem proclamando que está tudo bem. Hoje os Ministros de meu Filho tiraram a Jesus das Igrejas com sacrilégios, heresias, apostasias, entregando-se a espíritos enga
nadores. A porta da Santa Igreja se fecha, porque são poucos os Sacerdotes de meu Filho que se crucificam com o Senhor, e são milhares os que vivem os prazeres do mundo e da carne, esquecendo-se da Verdade sobre a qual se edificou a Divina Igreja.

Os Ministros Sagrados fecham as porta para Jesus com suas infidelidades e fecham as portas à única verdade dos Evangelhos, mas abrem as portas para o demônio e seus exércitos. Convertem as Igrejas em morada de orgulhos e prazer, onde não encontramos mais a vontade de Deus, mas sim a de seus próprios caprichos, transformando as Igrejas em cova de ladrões, onde tudo o que é sagrado se vende e se negocia. Fecham as portas à Sagrada Tradição e abrem para as falsidades do mundo moderno, dizendo que a Santa Igreja deve também modernizar-se. Vê-se claramente que nunca leem o Evangelho, onde meu Filho Amado proclamou a verdade contra tudo o que não era divino.

Hoje muitos Ministros fecham as portas à Santa Mãe de Deus e já não me amam nem proclamam a minha devoção. Existem alguns que, inclusive, desdenham das minhas devoções e proíbem ao povo como, por exemplo, o Santo Rosário e até chegam a negar meus Santos Dogmas. A Santa Igreja de Deus está ruindo, porque não há santidade e nem quem deseje ser santo.

Quanto dói meu coração, quando vejo a Igreja de Deus abrindo suas portas para a maldade e acomodada ao mundo moderno. Por isso o Reino dos Céus é para os pequenos e humildes, os simples de coração que se deixam amar por Deus. Sei que minhas palavras são duras, mas é a pura verdade que se vive hoje na Igreja do Senhor. Ainda que a verdade doa, Eu, a Mãe do Senhor, fui colocada por Deus para falar nestes últimos tempos e chamar à verdadeira conversão. Chamo as almas puras, humildes e simples para que se unam ao meu Coração Imaculado pela salvação da Santa Igreja. Orai, jejuai, reparai e pedi misericórdia pelos Sacerdotes, filhos prediletos do meu coração.

Rezai pelos Ministros Sagrados a quem tanto amo, para que seus corações voltem à casa do Pai, na verdade que deve reinar na Santa Igreja de meu filho Jesus. Eu vos amo e vos abençoo, fazei penitência e oração. Eu vos amo e vos acompanho nos tempos difíceis pelo que passa a Igreja do Senhor.

 

Segunda Mensagem: Então o Anjo do Senhor me transportou para fora deste mundo de tal forma que pude ver o mundo em toda a sua dimensão, e me disse o Anjo do Senhor:
Olhe! E eu vi como uma escuridão imensa se abatia sobre a terra. Eram sombras negras e muito escuras. Seres terríveis como serpentes, dragões... Seres gigantes e horrendos à visão humana, que não tenho palavras para descrever a feiura destes seres. Eram milhões de milhões que se lançavam sobre a terra. Onde passavam, tudo ia escurecendo. O sol, a lua e as estrelas e tudo onde passavam era devastado e escurecido. Cada qual tinha um nome terrível de diferentes tipos de pecados. Muitos se chamavam “Morte”, “Destruição”, “Ruína”, “Peste”, “Enfermidade”, “Praga” e muito mais. Tudo ia se cobrindo com seu mau cheiro e sua pestilência. Tudo ia sendo destruído, e foi quando vi como a Santíssima Virgem estendia seu manto sobre a humanidade, e vi São Miguel Arcanjo com um Exército em ordem de batalha para combater esse exército do mal.

Então se travou uma luta entre os Céus e a Terra, mas os mortais não percebiam essa luta, porque sua estupidez era tal, que conviviam com estes seres terríveis como se não acontecesse nada demais. O Santo Anjo me disse: Não se assuste e não tenha medo, mas siga olhando. Então eu vi a Santíssima Virgem com São Miguel e seus santos anjos, cuidando do Mundo e da Santa Igreja, mas vi que o mundo e a Igreja rejeitavam este cuidado, porque se sentiam bem com os seres com os quais conviviam. Os demônios entravam e saiam do templo como se fosse sua casa. Os Ministros Sagrados conviviam com essas sombras fúnebres, com o pecado da carne, do ter e do poder. Asmodeu e Mammon eram seus nomes, muitos demônios instruíam os Sacerdotes que, por outro lado, dessacralizavam tudo e não acreditavam nas verdades da fé. Faziam com que a piedade e a devoção não estivessem mais nos Templos do Senhor.

Eu via com muita dor como a Santíssima Virgem Maria chorava, assistindo como o mundo não desejava amar a Deus, e o retiravam de suas vidas, aceitando os demônios que traziam todo tipo de maldades e perversidades em todo mundo, com leis, formas e normas que são contrários aos mandamentos do Senhor. Eram poucos os que se achavam ainda amando a Deus e cumprindo seus mandamentos. Poucas luzes se viam em meio a tantas trevas, todos guiados por Maria Santíssima. O Anjo me disse: Filho, estes são os últimos tempos e ninguém está preparado, porque o demônio e os seus conseguiram moldar a humanidade e parte da Igreja ao pecado, à comodidade da vida.

Ai da Terra e do Mar, porque o Diabo tem baixado sobre ela, sabendo que pouco tempo lhe resta”!

Ai dos viventes, porque lhes esperam os mais terríveis castigos dos Céus! A misericórdia de Deus castigará o mundo, e quem está preparado? Somente se salvarão os santos, os que viveram o testemunho de Jesus e os Santos Mandamentos, os que se refugiarem no coração da Santíssima Virgem Maria.

“Ai da Terra e do Mar, porque o Diabo tem baixado sobre ela, sabendo que pouco tempo lhe resta”! Eu vi como a escuridão cobriu a Santa Igreja, porque ela não vive mais radicalmente a verdade e deixou entrar o sacrilégio, a heresia no Altar Santo. A Igreja será purificada com mão de ferro.

Ai dos pastores, porque o Senhor virá pedir contas de seu rebanho, e vós não sois dignos de Deus por culpa de sua traição à Verdade!

Ai da Igreja, porque a aguardam as maiores perseguições por não viver a santidade do Senhor que a fundou!

Ai da humanidade, porque o Rei dos Reis está perto, e as profecias Divinas se cumprem nestes tempos. Quem poderá resistir, quando o Senhor os visitar? O mundo e a Igreja não estão preparados para os terríveis castigos que vem, porque não acreditam nas revelações dos Céus.

Ai, quando o Senhor os visitar, quem poderá resistir? Vigiai e orai porque não sabeis nem o dia nem a hora.

Visão depois da Sagrada Comunhão em uma Santa Eucaristia, no Domingo: De repente me encontrei em um espaço, e alguém estava do meu lado. Irradiava muita luz, era meu Anjo da Guarda que me levava, mas não me dizia nada e só me transportava em silêncio. Quase não podia vê-lo por causa do resplendor que saía dele. Ele me disse: Olhe! Quando olhei vi que era uma Igreja em ruínas, sem teto, com as vigas muito podres e cheias de ramos podres que estavam dependuradas nelas. Viam-se muros muito despedaçados e arruinados, cheio de musgos e tão deteriorados, que pareciam que balançavam para cair. Olhei o piso e estava muito sujo, deteriorado e quebrado por todas as partes. Cheio de sujeira e como se nunca tivesse sido limpo.

Era tudo tão sombrio, eu estava na metade desta Igreja em ruínas, olhando tanto estrago, mas não dizia nada e não tinha coragem de perguntar o que significava tudo isso. Sentia-me atordoado, quando, de repente, o Anjo me disse: Olhe! Levantei um pouco a cabeç
a, e ele me mostrou o Altar, só um pedaço, velho e quase destruído, como se tivessem arrancado a golpes e houvessem deixado um pedaço que não conseguiram arrancar com nada. E vi uma luz que saía do fundo de onde estava o Sacrário. O Anjo me disse: Olhe bem com os olhos da alma, fixe bem, e era o Senhor no Santíssimo Sacramento, uma Pequena Hóstia, e então eu disse:  Ai, meu Deus, estás aqui!

E o Anjo me disse: - O que estás esperando? Prostre-se, humilhe-se e adore a Divina Majestade. Eu me prostrei e, adorando, pedia perdão e misericórdia pelos meus pecados e pelos pecados do mundo e sentia dor na minha alma. O Santo Anjo me disse para ficar assim prostrado, mas levantar um pouco os olhos e olhar. Era a Virgem Maria, e eu disse ao Anjo: “É a Virgem Maria!”. Ela estava vestida de um manto azul, e o vestido era branco, formoso. Suas mãos abraçavam o Santíssimo com muito cuidado, e seu olhar era muito triste, saiam lágrimas de sangue dos olhos, e Ela suspirava. Pareceu-me que ela sussurrava em voz baixa dizendo: Amo-Te, Amo-te...

De repente, apareceram umas pessoas muito devotas, que se prostravam em adoração e choravam diante do Santíssimo, mas não viam nada. Somente adoravam com amor, e eram somente três pessoas cheias de amor pelo Senhor. De súbito, o Santo Anjo me disse: - Levante-se, mas com reverência, pois quero que veja uma coisa. Levantei como ele disse, e ele me mostrou as entradas da Igreja e da Sacristia em ruínas, e, de repente, começaram a sair sacerdotes de todas as partes, revestidos com os paramentos sagrados como se celebrassem os Sagrados Mistérios. Também saíam muitos religiosos com vestimentas diferentes que entravam e saíam como se trabalhassem ali e exercessem algum ministério.

Eu só olhava, até que o anjo disse: Não tenha medo do que você verá! Eu tentei olhar, mas não conseguia, pois não era possível ver, e só sentia que eu estava ali. O Anjo me disse: - Abra os olhos da alma e de sua alma e olhe bem! De repente começaram a sair serpentes de todos os tipos, grandes, pequenas, mas todas monstruosas. E saíam animais terríveis do teto, das paredes e do chão. De todas as partes saíam animais raros e horríveis. Assustei-me bastante, mas sentia segurança, porque o anjo estava ao meu lado.

O anjo me disse: São demônios! Esses demônios em todas suas formas riam-se e pareciam estar em sua própria casa, cheiravam muito mal e deixavam como se fosse uma gosma por onde passavam. Caçoavam e não olhavam o Santíssimo, nem Nossa Senhora, mas emitiam gargalhadas e, por onde passavam, destruíam tudo. Eu via como muitos Sacerdotes, Hierarcas, Bispos, diversos religiosos e até comunidades seguiam seus trabalhos, mas não viam os demônios e não percebiam sua presença. Os demônios entravam e saíam, e muitos iam com eles, e parecia que conviviam sem nenhum problema a seu lado. Muitos destes horríveis seres pareciam guiar muitos Eclesiásticos. Eu só olhava, mas não comentava nada, e o Santo Anjo me disse: Olhe! Olhe!
Olhe!

Então, olhei para frente e vi que passavam em frente ao Santíssimo e não faziam nem reverência, somente estavam ocupados com seus afazeres, e ninguém prestava atenção ao Santíssimo, que estava em ruínas. Vi, com dor no coração, como muitos Eclesiásticos eram abrasados por estes terríveis seres e, mesmo na casa de Deus, cometiam imoralidades, infidelidades e adultérios e muitos pecados capitais, todos estes pecados abrasados por estas serpentes de muitas cabeças. Riam-se todos, como se não fosse nada, e eu sentia tristeza no meu coração.

Então comecei a pedir: Perdoe-nos Senhor, perdoe-nos, somos muito pecadores. O Santo Anjo mandou que eu silenciasse e me acalmasse, porque iam falar. Disse que me prostrasse, e eu senti que ele também se prostrou, então caí debruçado, sem forças, com os braços abertos como em cruz, e senti que uma luz se aproximou e me cobriu. Senti algo indescritível, e uma voz poderosa me disse: “Filho, filho, filho o que você viu hoje é a minha Igreja. Assim está a minha Igreja, quem me ama? Quem me Ama? Quem me Ama? Você me ama?” Eu, só dizia. em resposta, no fundo da minha alma: Perdão, Senhor, perdão, perdão, misericórdia... De novo a voz me disse: - Olhe a minha Igreja, ore e repare, ore e carregue a cruz. Ame a minha Mãe, sofra e repare com Ela. Eu o abençoo! Mantenha-se na verdade do meu Coração Eucarístico e Mariano. As forças do inferno não prevalecerão contra ela (Minha Igreja).

Eu o abençoo! O juízo se aproxima, e o castigo misericordioso é iminente, ore em Maria e com Maria. Eu o abençoo!


            Visões dadas por Deus no Santo Sacrifício da Eucaristia depois da Consagração na Santa Missa: Senti as Mãos de Deus sobre mim, uma luz me cobriu e cai de bruços, enquanto caía, vi a Santa Igreja representada no Vaticano, era Branca, Formosa, Imensa, no centro havia os Doze Apóstolos do Senhor, e o Manto da Santíssima Virgem Maria os cobria, mas havia muitos seres escuros que caminhavam de forma arrogante pela Igreja, e não aparentavam serem bons. Ao lado destes seres, vi muitos Clérigos, Bispos, Sacerdotes, religiosos homens e mulheres e andavam com estes seres dentro da Igreja e viviam com eles como algo normal. Nossa Senhora chorava com muita dor, e os Apóstolos no centro do Vaticano olhavam com muita dor e oravam guiados pela Mãe de Deus.

A Igreja seguia resplandecendo, e eu não sabia por que estavam t
antos demônios, ainda assim, dentro dela. Eram milhares de milhões, incontáveis, que estavam com os Clérigos, e eu olhava assustado. Não entendia por que ainda a luz da Igreja seguia tão brilhante. Havia somente uns poucos Clérigos prostrados em oração, aos quais os demônios não podiam tocar, e também alguns fiéis prostrados resplandeciam muito no meio de todos. Foi quando vi, debaixo da Igreja, umas mãos grandes, douradas e formosas que sustentavam a Igreja. Delas saía uma Cruz Esplendorosa, e de ambas saia a luz que iluminava a Santa Igreja.

Então uma voz me disse: “É Deus, é Deus, é Deus quem sustenta sua obra. É o Pai, com suas Mãos Santas, e o Filho, com sua Cruz poderosa, e o Espírito Santo, com sua luz Esplendorosa.” De repente senti vir sobre a Igreja uma sombra imensa, escura, tenebrosa e eu, assustado, buscava aonde me esconder, mas não pude. Então me recostei sobre a base da Igreja e senti os raios esplendorosos da Igreja que me cobriram.

O demônio aproximou-se até bem perto do meu rosto e gritou: Eu vou te matar, vou te matar, vou te matar! E tentava com suas garras me machucar, e gritava forte: “A destruirei como eu quiser! Acabarei com ela com o meu poder!” Mas ele não podia destruir a Igreja, e eu cobri o meu rosto, mas o demônio não pôde me tocar nem destruir a Igreja.

O demônio olhou por de trás de mim, e eu segui o seu olhar, e ele então gritou muito forte: “Vou te destruir, vou te destruir e farei o que seja preciso para destruir a Igreja”. Eu estava olhando a Igreja, e dentro dela havia uma pequena comunidade, era muito pequena e parecia até insignificante em toda a Igreja. Estavam cobertos por uma luzinha azul, e eles não se alteravam, estavam prostrados em oração, e nada os perturbava, e seguiam assim com muito amor a Deus, mas o demônio gritava mais forte: “Vou te matar, vou matá-los a todos, destruirei, acabarei com a Igreja!” Me deu medo, muito medo, e ele me dizia coisas grosseiras e horríveis.

Então invoquei a Mãezinha Maria. O demônio não me tocava. De repente senti diante de mim e da Igreja uma Luz fortíssima e imensa que veio como um raio e se colocou entre a Igreja e o demônio. Era São Miguel Arcanjo, que imediatamente tirou sua espada diante do demônio, e seu escudo cobriu toda a Igreja. De pé, diante do demônio, com rosto poderoso e enérgico disse: “Quem como Deus? Quem como Deus? Quem como Deus?”
        O demônio caiu, sua voz infernal se desfez, e, como fumo, desapareceu atordoado, deixando um cheiro fétido e gritando gemidos inenarráveis, mas muito fortes. São Miguel ficou ali, de pé, com uma presença poderosa, e eu olhei outra vez a Santa Igreja, e uma voz me disse: “Vigiai e orai pela Santa Igreja, porque o demônio infiltrou seu exército infernal para tentar destruí-la, já vistes, já vistes, já vistes seu exército infiltrado. Orai e vigiai, vigiai e orai, porque não sabeis nem o dia nem a hora! São os tempos, são os tempos, são os tempos. O
fim se aproxima e ninguém está preparado. Vigiai, pois os tempos terminam, e Satã desencadeou com muita fúria seu poder para tentar destruir a Igreja Santa. Ele infiltrou a maldade na Igreja, fazendo a maldade se passar por verdade. Vigiai e orai, porque os tempos do Apocalipse estão aqui. Quem tem ouvidos que ouça. Convertei-vos nos corações, amai a Igreja na Verdade. Deus está próximo.” 

 

Visões dadas por Deus, depois da Santa Consagração da Santa Missa: De repente, encontrei-me em uma igreja grande, com colunas douradas resplandecentes de luz. Estava eu, parado, com as vestes do Santo Sacerdócio. Eram douradas, brancas e vermelhas, símbolos do Pai (Branco), do Filho (Vermelho) e do Espírito Santo (Dourado). A Igreja estava vazia, e eu olhava para todas as partes. A formosura da luz da Igreja não era artificial, mas vinda do Céu. Tudo estava em silêncio, um silêncio muito especial e muito celestial.   Instantaneamente ao meu lado apareceu um Santo Anjo, grande e reluzente. Não conseguia ver o seu rosto devido à luz que saia dele, e ele tinha asas belíssimas das quais saiam um brilho sobrenatural, e ele disse: “Sacerdote do Senhor, toma e lê, toma e lê, toma e lê!” E me entregou um pergaminho dourado. Eu peguei em minhas mãos este pergaminho e, quando o desenrolei, começaram a sair palavras grandes dele, e o Anjo me disse:

“Lê em voz alta, Lê o que desde os Céus te mandam ler” Eu voltei a olhar para o pergaminho, e lá dizia: Vigiai e Orai, preparai o caminho do Senhor, está próximo o Senhor dos Senhores. Eu então perguntei ao Anjo o que aconteceria, e o Anjo me respondeu:

“Olha e lê, olha e lê, olha e lê”! Olhei, e apareceram então mais palavras que diziam o seguinte: Os sinais dos tempos estão presentes, os Anjos do flagelo Divino já estão atuando no mundo, e ainda virão coisas terríveis, mas ninguém faz caso a estes sinais que já se apresentam em todo o mundo. A natureza se revolta contra o homem por sua crueldade, para dizer que o homem deve voltar o seu coração para o seu Criador, que tem misericórdia. Porém ninguém faz caso, e são poucos os que se convertem, e poucos os que acreditam no chamado de Deus. Pensam que não é verdade e seguem com suas vidas de pecados. Aproximam-se calamidades e grandes catástrofes no céu e na terra, mas ninguém ouve a voz do Senhor para converter sua vida. O tempo se esgota, e o Senhor dos Senhores se aproxima.

Ai dos corações fracos, pois não se salvarão.

34;margin: 0cm 0cm 0pt; text-align: justify; text-indent: 1cm;">Ai dos pecadores de duas vidas, pois não serão preservados.

Ai dos que se julgam deuses, as mãos do Senhor pesarão sobre eles.

Ai dos que seguem sua vida de pecado, na hora da vinda do Senhor morrerão sem remédio.

Ai dos covardes que nunca me seguiram e, além disso, se uniram ao inimigo infernal, vivendo de sua maldade imunda, não serão salvos.

Ai dos que pensavam que tudo era tão natural e caçoavam das minhas Mensagens Santas, receberão severo castigo.

Ai dos incrédulos! Não serão preservados, quando vierem as Grandes Trevas sobre a Terra. Os dias das Trevas se aproximam, e poucos estão preparados. Acreditam que isto é coisa de videntes piedosos, mas virá de repente!

Ai dos que não aceitaram a minha misericórdia, quando lhes foi dado por meio dos sinais que estão descritos nas Sagradas Escrituras, que acontecerão antes do fim. E também lhes foi anunciado por meio dos meus videntes e profetas escolhidos por Mim (Deus). Sou um Deus misericordioso, mas pouquíssimos aceitam minha misericórdia e se convertem através de todos os sinais que apresento à humanidade, e seguem em seus graves pecados que clamam vingança Divina. O dia se aproxima, o dia se aproxima, o dia se aproxima, vigiai e orai, vigiai e orai, vigiai e orai. Quando menos pensais, virá o Filho de Deus pedir contas a esta pobre humanidade pecadora. Aceitai minha misericórdia, enquanto ela está convosco.

Quando eu acabei de ler, meu coração palpitava tão forte que senti uma dor profunda e não podia falar. O Anjo me disse: Dá-me o rolo e olha! Entreguei o rolo e olhei e eis que vi que entravam na Igreja umas pessoas vestidas de branco, com ramos nas mãos, e eram pessoas belíssimas. Não eram anjos, e sim pessoas que reluziam por si mesmas. Entravam em ordem e levavam ramos de rosas de cores belíssimas e cantavam a Ave Maria. Entravam por três portas que havia na Igreja e pareciam belíssimas.

Eu perguntei: Quem são estes, diga-me quem são? E o Anjo me respondeu: São os filhos do Exército de Maria Santíssima, são os que estão preparados para a hora do Filho de Deus, quando vier o que tem que vir sobre o mundo. É o Exército de Maria Santíssima que acreditou na verdade da Santa Igreja e na missão de Maria Rainha, e foi fiel à Verdade. Seguiam entrando muitas alminhas, todas cantando o canto da Ave Maria e dizendo depois de cada Ave Maria: Ó Senhora minha, ó minha Mãe, ó minha Rainha, minha Capitã, faça-se em mim a Santa Vontade do Senhor, firmes até a morte.

De repente, o Anjo disse outra vez: “Olha!” E eu olhei e começaram a cair terríveis raios do Céu, e um vento forte passava furioso por fora da Igreja, e um terremoto começou a se sentir fora da Igreja, mas dentro não se sentia nada, e as pessoas do lado de fora começaram a gritar e a chegar à Igreja. Desejavam entrar, mas não podiam, e o terremoto destruía tudo, e muitas pessoas sucumbiam, porque a terra se abria, mas na Igreja não se sentia nada. As pessoas que estavam na Igreja estavam prostradas orando e não olhavam para trás. Seguiam prostradas diante do Santíssimo e, de uma imagem de Nossa Senhora, vestida de azul, com três corações no seu peito, de cujas mãos saiam dois raios dourados, diziam: Deus Uno e Trino, Misericórdia. Do lado de fora as pessoas estavam vestidas normalmente, e o Anjo me disse que isto aconteceria no mundo, tão logo seja da vontade de Deus, mas os sinais demonstram que está próximo.

Eu perguntei ao Anjo por que não podiam entrar as pessoas, e ele me disse: “Filho, porque não estão revestidos da verdadeira fé e nunca acreditaram no que Deus tanto anunciou, nem nos sinais dos tempos. Eles não podem estar aqui, porque aquele que acredita se salva, e aquele que não crê se condena. Deus deu e segue dando oportunidades para a conversão por sua misericórdia, mas poucos aceitam estas oportunidades, porque pensam que há sempre muito tempo, mas os tempos se aproximam, e o momento da colheita está muito próximo. Orai e vigiai, orai e vigiai com Nossa Senhora, pois ela é a Arca da Salvação como nos tempos de Noé. Terminada a visão deves prostrar-te diante de Jesus Sacramentado e reparar pelos pecados do Mundo. Vigia e ora, porque, quando menos esperes, virá o Senhor. Amém, Amém, Amém!”

 

Mensagens de Deus Pai do dia 14/02/2011 - Mensagem de Deus Pai: O Amor de Deus Pai Criador, o Amor de Deus Salvador, o Amor de Deus Santificador estejam com todos vocês. Eu vos cubro e vos abençoo no coração de vossa Mãe, a Rainha Puríssima, que tanto reza por vós. Ela é o Refúgio dos últimos tempos. Ela foi eleita a Capitã, que guiará meu Exército nestes últimos tempos. Nela depositei toda minha confiança para os últimos tempos. Que faríeis sem Ela? Que faríeis sem minha filha predileta?
Ela é quem recruta as almas para os últimos tempos. Eu vos garanto: quem não estiver unido à Rainha não chegará ao Reino. Ela é quem vos cobrirá em seu Santo Coração nos Últimos Tempos. Nela estareis seguros e firmes, na verdade da Minha Igreja.

Está escrito na minha Palavra, Ela é a “Mulher Vestida de Sol, com a Lua debaixo dos seus pés, e uma coroa de doze estrelas sobre sua cabeça: Minha Igreja”. Ela é a encarregada de guardar a Igreja, Minha verdadeira Igreja. É a encarregada de levar o resto fiel de meu rebanho aos pastos e à água viva. É a barca da vossa salvação, Ela é a Arca dos últimos tempos, o refúgio dos vossos corações. Os simples, os humildes, os que amam de verdade serão refugiados no Seu Coração. Porém aos orgulhosos, aos soberbos e arrogantes, aos que destroem minha Igreja com suas falsidades, aos soberbos por suas maquinações, ideias, teorias e falsos racionalismos humanos, fecho as portas do Meu Reino.

Fecharei as portas do Meu Reino aos que me desafiam, mudando minha Palavra Eterna, por suas teorias modernistas. Infiltrando tais palavras na minha Igreja, não verão a luz do Reino dos Céus. Ai dos que acreditam nas suas falsas teorias, ai deles que suprimem meu Santo Evangelho, moldando aos seus próprios interesses e o interpretando mal, abolindo assim a minha Lei para criar leis falsas. Ai dos que se atrevem a negar as Sagradas Escrituras com suas teorias, ideias, maquinações, com suas falsas crenças e mentiras.

Ai dos teólogos dos últimos tempos, que se apressam em dizer que a Igreja deve mudar. Que ela deve mudar com o mundo moderno, e moldar-se à modernidade compartilhando as ideias do protestantismo que não passam de obra do demônio. Ai dos que dizem que a minha Igreja deve equiparar-se a ideias e doutrinas falsas que não são minhas e que Eu jamais inspirei. EU jamais mudaria a minha Palavra Santa, pelos desejos e intenções dos falsos profetas, ou dos modernos teólogos.

Eu jamais mudaria minha Santa Verdade para atender a reformadores e teólogos modernos que acreditam saber tudo, achando-se deuses dentro da Minha Própria Igreja! Jamais mudei minha Palavra Eterna pelo que se vive no mundo moderno! Eu não sou um Deus relativista, nem falso. Eu Sou Deus Verdadeiro e o que digo na minha Palavra é Palavra Eterna. Eu não sou um Deus que muda como muda o mundo, que aceita todas as abominações e pecados, que se converteu em algo comum, aceito pelo mundo.

Sou um Deus sério e radical, que não muda sua Verdade Eterna pela que o mundo deseja. Sou um Deus cuidadoso
e firme e não mudo Minha Palavra com os tempos. Minha Palavra é a Minha Verdade Imutável. Minha Verdade Indivisível, e Meus Mandamentos são Eternos! Não os mudarei jamais como desejam os traidores infiéis e teólogos protestantes na minha Igreja! São outros Judas, infiltrados por demônios que desejam mudar Minhas Leis e Minha Verdade.

Por acaso já não mudaram Minhas Verdades Eucarísticas pela pestilência do Demônio? Já não infiltraram na Minha Eucaristia sacrilégios, profanações, e heresias tocando o Corpo do Meu Filho, que Eu nunca mandei nem autorizei? Quem ordenou isso? Por acaso fui Eu? Eu mandei que qualquer um tocasse em meu Filho? Eu não mandei isso! São falsidades dos falsos Judas infiltrados na minha Igreja. Eu mandei por acaso instaurar  estas falsidades na minha Igreja, infiltrando coisas piores no Divino Sacramento do Altar?

Traidores, traidores, traidores, são os que desejam mudar meu Sacerdócio, infiltrando maldades e aberrações demoníacas. Traidores são estes inovadores, teólogos e modernistas, que mudam meus mandamentos por aberrações demoníacas. Traidores são estes que não me amam, mas amam a Satanás e querem destruir minha Igreja. São estes que corromperam minha igreja, estes Judas que vendem minha Igreja para o mundo moderno com suas ideias perversas e satânicas. São estes que querem cometer a Abominação dos primeiros pais que se deixaram seduzir pela antiga serpente.

A estes falsos que se deixaram seduzir com suas vidas como Adão e Eva, comendo do fruto proibido, desejando ser deuses de si mesmos e da minha Igreja, querendo fazer a sua vontade, mudando minha Verdade Eterna, Minha Santa Palavra e minha Santa Igreja. A estes Eu fecho as portas do Meu Reino dos Céus. Eu os recuso, e não entrarão no Reino dos Céus, traidores da Verdade, da minha Igreja. A estes Eu não darei parte no Meu Reino. São Judas orgulhosos, que se acham deuses, mudando Minhas Santas Leis, prescritas em minha Santa Palavra para minha Igreja.

Eu sou Deus Verdadeiro, vocês devem discernir os Últimos Tempos. Por acaso não os enxergais? Por acaso não vedes o que está acontecendo na humanidade? Sofro pela minha Igreja! Quantos traidores existem ao lado do meu Papa! Como sofre o meu Vigário, meu representante na Terra! Tantos falsos que existem e que estão contra a minha Verdade, que só servem para fazer com que se percam milhares de almas no inferno! Eu vos digo: Preparai-vos, filhos, preparai-vos, preparai-vos! O Senhor do Universo vai castigar este mundo.

O que vós vedes nos meios de comunicação, mudanças políticas, guerras, catástrofes, e tudo aquilo que anda acontecendo não é nada em vista do que virá sobre o mundo. Ouvi bem, cumpri a Minha Sagrada Escritura: Não vos avisou o meu Filho Jesus, que isso ac
onteceria? “Não passará uma vírgula sem que se cumpra a minha Palavra. Céus e Terra passaram, mas as minhas palavras não passarão. Cumprir-se-á até a última vírgula das Minhas Palavras.”

Ai dos governos orgulhosos, soberbos, em que acreditastes? Eu os derrubarei dos vossos pedestais, e renovarei a humanidade. Purificarei este mundo com mão poderosa e o braço estendido, e vereis a maior renovação que jamais fora vista na história da humanidade. Derrubarei a soberba dos que, acreditando serem deuses deste mundo, desafiaram meu poder. Quiseram construir suas torres de babel, querendo tocar ao mesmo Deus (Jesus Eucarístico), e se fazendo deuses deste mundo. Hipócritas e falsos, o que pensastes? Que são deuses?

Pois Eu vos derrubarei com meu poder por acreditardes mais nos demônios do que em mim, que Sou o Deus Verdadeiro. Vós vos deixastes guiar por demônios imundos e acreditastes ser deuses, e, por isso, Eu vos derrubarei com mão poderosa. Fecho as portas do Meu Reino para vós, soberbos e arrogantes. Destruístes o Mundo com a vossa maçonaria infernal, guiada pelo demônio, portanto eu vos castigarei pelas vossas maldades e iniquidades, porque seguistes o senhor das trevas e não ao Deus do Céu e da Terra. Este mundo cairá pelo castigo misericordioso do Criador. Eu que sou o único Senhor, mas não me amais como o Senhor, por isso este mundo será purificado com meu poder misericordioso de toda maldade e falsidade. Tudo o que eu disse em minha Santa Palavra se cumprirá. Eu Sou um Deus verdadeiro, e tudo o que está escrito se cumpre, porque é minha Palavra e deve se cumprir, pois sou um Deus Verdadeiro.

Eu Sou Deus, e Eu mesmo pastorearei minha Igreja, mantendo-a firme na Fé. Aquele que acreditar em Mim não morrerá para sempre. Ai dos Pastores! Ai dos Pastores que não amam o Meu Filho Jesus na Eucaristia! Ai deles, os Sacerdotes maus, e dos pastores traidores e pecadores que tocam o meu Filho com as mãos impuras, em pecado mortal, cheias de crimes e pecados, mais lhes valeria não haver nascido. Ai deles, que, com as mãos impuras, O tocam e não O amam, manipulam o meu Filho Jesus e o tratam como qualquer coisa. Erguem-nO como qualquer coisa e O dão a qualquer um, para que O toque. Chegará o dia em que receberão meu castigo.

Ai da minha Igreja, Eu Sou Deus. Ai dos pastores que apascentam a si mesmos, moldando-se a este mundo e deixando se perder as minhas almas, entregando-as a mercê do inimigo para a sua perdição. Levando sacrilégio à minha Igreja. Ai dos pastores que corromperam meus Sacramentos e manipulam o meu Filho, tornando sacrílego o que há de mais sagrado que lhe foi entregue em suas mãos, mais valeria que não tivessem nascido. Traem o que de mais sagrado eu deixei para minha Igreja: Jesus Cristo, Meu Filho Amado.

='font-family: "Calibri","sans-serif";'>Ai dos pastores que apascentam a si mesmos, porque vão me prestar contas do rebanho, e Eu os tirarei do pastoreio por causa de suas maldades. Ai da Minha Igreja! Venho com poder para purificá-la! O Cisma, que haverá na Igreja, será grande e nefasto e servirá também para comprovar quem são os fiéis à Verdade e quem são os Judas traidores! Chegou o dia, filhos meus, e já entrou a abominação da desolação no Templo Santo, e chegará o dia em que tentarão abolir o Sacrifício Sagrado para compartilhar as ideias da falsa religião, a maçonaria do demônio, que os senhores do mundo desejam implantar na humanidade.

Falso ecumenismo, falsa religião que deseja retirar o Meu Filho Amado do Divino Sacrifício da Cruz. Quem tem ouvidos para ouvir que ouça! E seja capaz de discernir os sinais dos tempos. Não permitirei que Minha Igreja seja arrastada pelas mentiras e infiltrações do demônio, com sua maçonaria maldita. Eu Sou o Rei dos Reis! E venho com poder para castigar o mundo e purificar a minha Igreja. Não tenhais medo, pequeno rebanho, mantende-vos fiéis, vos guardo no Coração de Maria Santíssima Rainha, Ela é a Capitã do Exército dos Últimos Tempos. Com Ela, com Ela, com Maria, em Maria, eu vos refugio na verdade, e ninguém vos tocará, porque aos pequenos e humildes Eu lhes revelo Meus grandes mistérios. Aos soberbos e orgulhosos, os afasto da minha vista, não lhes dou Minha verdade. Quem tem ouvidos para ouvir, que ouça, amai a vossa Igreja! Amai-a na Verdade, e lutai pela Verdade dentro dela. Sede valentes e radicais para com a Minha Verdade nas Sagradas Escrituras e na Minha Igreja. Vereis o Meu castigo amoroso sobre esta humanidade. É o castigo amoroso que tudo purificará e renovará. Não tenhais medo, pequeno rebanho,

Eu vos cubro no Coração de Maria, e vos dou todo Meu Amor, e vos dou toda a Minha Bênção, e dou toda a Minha Presença aos que são fieis para com a fé autentica dos Apóstolos, guiados na verdade da minha Igreja pelas Sagradas Escrituras. Eu vos guardarei e vos levarei ao Meu Reino.  Convido-vos para que sejam valentes, e vos exorto a estardes firmes e valentes, para que vejais os Novos Céus e a Nova Terra. Dou-vos toda a Minha Bênção de Amor, Minha Paz eu vos deixo, Minha Paz eu vos dou. Eu vos Amo, vos amo, vos amo, amém, amém, amém! 

 

O que devo fazer após ter lido estas mensagens?

1. Rezem, jejuem, reparem e peçam Misericórdia pelos Sacerdotes.

2. Façam reparações pelos sacrilégios cometidos diante do Santíssimo Sacramento. (Muitas pessoas passam pelo altar ou diante do Santíssimo exposto e não são capazes, nem ao menos, de fazer a Reverência devida).

3. Nunca recebam o Santíssimo nas mãos.

4. Comunguem sempre de joelhos (Radicalidade) e se lhes repreendem por isso, ofereçam esta repreensão em Reparação por tantos sacrilégios e pela conversão dos Sacerdotes.

5. Visitem, o máximo possível, o Santíssimo Sacramento do Altar. Orem, rezem, peçam e reparem (Aproveitem o tempo, porque brevemente ele será suprimido (Daniel 11, 30-31)). E também chegará o tempo em que diremos como Maria Madalena: “Onde puseram o Corpo do meu Senhor?”

6. Nunca se condenou e não se condenará quem seja verdadeiramente devoto do Santo Rosário (Da Virgem Santíssima).

7. Consagrem-se todos ao Imaculado Coração de Maria, lembremo-nos da Mensagem de Fátima: “No final Meu Coração Imaculado Triunfará”.

8. Assistam a muitas Missas e, se é possível, assistir a Missas Tridentinas (latim), que será melhor ainda.

9. Confessem-se sempre com frequência: (A cada 8 dias)

10. Assistam às Missas das primeiras Sextas Feiras em Comunhão e Reparação ao Sagrado Coração de Jesus e às Missas dos Primeiros Sábados em Comunhão com o Imaculado Coração de Maria. (Estas devoções têm muitas promessas e muito poder)

Atenção!!! Estas foram as orientações que o Próprio Sacerdote Padre Wilson Salazar deu no final de suas mensagens.
A Tradução do Original em Espanhol foi feita por mim, e possuo a autorização do Padre Wilson para divulgar.

Fonte da Pesquisa:http://revelacionesdediosymaria.lacoctelera.net/categoria/los-ultimos-tiempos

 

Postado por Marcelo Costa às 15:57:00

 

http://filhosprediletosdemaria.blogspot.com.br/2012/05/visoes-do-padre-wilson-hernan-salazar.html



 
 
 

Artigo Visto: 2936 - Impresso: 57 - Enviado: 36

ATENÇÃO! Todos os artigos disponíveis neste sítio são de livre cópia e difusão desde que sempre sejam citados a fonte www.recadosdoaarao.com.br

 

 
Visitas Únicas Hoje: 499 - Total Visitas Únicas: 3.199.904 Usuários online: 70