Sejam Bem Vindos! Que Deus vos abençoe!

Página dedicada aos que amam as almas do Purgatório.
FAMÍLIA, FUNDAMENTO DA SALVAÇÃO
Documento sem título




 
 
21/06/2007
Mais pastores
 
Conversões - Mais pastores
21/06/2007 14:14:48
Conversões - Mais pastores

MAIS PASTORES

Vemos que hoje até mesmo os pastores protestantes já começam a enxergar que o protestantismo não é uma doutrina que realmente está caminhando nos ensinamentos de Jesus. E já existem alguns pastores entre eles, que defendam o Papa e a Igreja Católica, com frases de impacto, que realmente impressionam, como realmente os olhos estão se abrindo, deixando divergências de lado e enxergando mais claramente a Igreja Católica e sua importância para o cristianismo.

Eis algumas constatações importantes e lúcidas de estudiosos protestantes:

Pastor Juan Carlos Ortiz em seu livro diz:

"Não obstante o que a Bíblia ensina, também nós os protestantes temos as nossas tradições: as denominações. Jesus tem somente uma esposa, a Igreja. Ele não é polígamo. No entanto chegamos até a dizer que as denominações fazem parte da vontade de Deus. Assim nós culpamos a Deus pelas nossas divisões e falta de amor. E depois criticamos os Católicos pelas suas tradições. Pelo menos suas tradições são mais antigas que as nossas. Não devemos tentar remover o argueiro dos olhos dos católicos, enquanto não tiramos a trave que encontra-se diante dos nossos" (O discípulo, p.132, Editora Betânia)

Sobre a "Bible League," o dr. Booth diz:

"Se as agressões às Escrituras continuarem, virá o tempo quando quem for fiel a Deus terá um refúgio, e será a Igreja Católica Romana".

O Bispo Anglicano de Londres, Eng. , dr. Ingraham, diz:

"No momento presente, só há uma Igreja na Inglaterra que oficialmente aceita as Escrituras como a Palavra infalível de Deus, e esta Igreja é a Igreja de Roma".

Dr. De costa (Protestante) disse:

"A Igreja de Roma foi, antes do inglês ser descoberto e dos protestantes, a única defensora da Bíblia em sua integridade e totalidade".


A Rev. O. J. Nelson, de Bellingham, Wash. , diz:

"No sentido exato, ninguém além dos Católicos tem uma Bíblia infalível e ninguém além dos Católicos podem ser chamados de cristãos ortodoxos. . . só há uma Igreja Cristã de realidade e autoridade consistente e é a Igreja Católica".

Charles Buder (Protestante), em sua "Horae Biblicae", " diz:

"Pelas escritas sagradas que contêm a Palavra de Deus, e pelas tradições, nós estamos endividados, sob a Providência, pelo zelo e esforço dos padres e monges da Igreja de Roma".

Um editorial no New York "Sun", diz:

"O tempo está vindo, se, realmente, já não veio, quando estas igrejas definitivamente e decididamente têm que se perguntar se a Bíblia é de Deus ou do homem. E neste campo, o Papa é o único e exclusivo Campeão da Bíblia como a Palavra de Deus".

O Reverendo dr. A. S. Crapsey, escrevendo a "Free Religious Association":

"A maioria das denominações protestantes estão retornando, voltando para os Católicos. Eles estão perdendo sua liderança intelectual por não manter passo com os estudiosos. O protestantismo seguirá e obedecerá a lei da gravitação, desintegrará, e assim perderá todo o poder ".

O Bispo metodista, Dr. Seliew :

"O espírito do protestantismo está declinando na América com o Progresso do Catolicismo. Está morrendo, e logo será uma coisa do passado".

Diz o Rev. C. Tinsley, um ministro metodista:

"A Bíblia é um livro muito embaraçoso por causa de suas muitas contradições".

Na "History of Literature", de Hallam, lemos:

"A tradução do VT e NT por Lutero é mais renomada pela pureza da linguagem alemã que por sua aderência para o texto original. Simon foi acusado de ignorância do hebraico e quando vemos o quanto ele chegou no conhecimento do hebraico e grego, e em seu uso, vemos que ele foi muito avançado".

O Rev. Dr. Aked, ministro batista, escrevendo em "Appleton's Magazine," setembro. , 1908, disse:

"Nas páginas da versão protestante da Bíblia serão achado erros históricos, enganos aritméticos, inconsistências e contradições múltiplas, e, o que é longe pior, a
pessoa acha que os crimes mais horríveis são cometidos por homens que falam: 'Deus disse,' em justificação de seus terríveis atos. Além disso, a Bíblia inglesa é uma versão de uma versão que é uma tradução de uma tradução. Veio do hebraico, grego e latim em inglês. Em todas suas fases antigas foi copiada à mão de um manuscrito a outro por escritores diferentes, um processo que resultou em muitos enganos".

O crítico bíblico protestante, George Campbell, diz:

"A vulgata é, no geral, uma versão boa e fiel".
Obs. a Vulgata contêm os sete livros excluídos por Lutero nas bíblias protestantes.

As Frases de líderes protestantes

Fonte - www.veritatis.com.br
Autor: Pe Rodrigo
Publicado em: 30-Jul-2005
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------
OBS: Temos colocado – e continuaremos a colocar – exemplos assim, porque eles são espadas para nossa batalha, não contra os protestantes, mas a favor deles. Falo apenas no sentido da verdade, uma verdade que apenas a Igreja Católica tem, porque é a única que mantém a integridade das escrituras, e a única que tem uma Tradição oral, que nem por isso deixa de ser absolutamente fiel e verdadeira.

Qualquer pastor protestante, que se desfizer de seus óculos protestantes, se desarmar no espírito e tiver coragem de ler os antigos escritos dos padres da nossa Igreja, perceberá que o maior embuste que lhes foi ensinado pelo diabo, é que a Igreja Católica MUDOU, para um outra, ou se CORROMPEU, sob a orientação de Constantino.

Falo de obras de nossos doutores ANTES desta época, e nelas verão que a Eucaristia, exatamente como é hoje, também o uso nos cultos das imagens de Santos, tanto como a filial devoção e veneração à Virgem Maria, já existiam muito antes, e há escritos por volta do ano 100 DC, que atestam isso.

E isso prova claramente que a tal de fidelidade evangélica e pureza doutrina que eles se arrogam é um blefe histórico, nunca existiu neles, porque ela está com os católicos. Só eles que realmente se podem chamar “evangélicos”. Não foram os católicos que retiraram sete livros da Bíblia, nem tampouco a deturparam como se prova acima na tradução inglesa, onde o maligno conseguiu lançar muito joio pervertido e gerador de divisão.

E depois de tirada a venda, relativa a este fato, eles perceber-se-ão nus diante das mentiras que se lhe seguiram e lhes foram erradamente ensinadas, como o fato incontestável da seqüência do Papado, de São Pedro até Bento XVI, também com a irrefutável prova de que todas as denominações protestantes tiveram fundadores apenas homens comuns, na realidade orgulhosos, que se arrogando o direito de mudar as escrituras, acabaram por dilacerar o Evangelho e serem fautores de divisão.

E tendo então fundadores homens, pessoas, todos eles a partir de Lutero, nenhuma tem uma tradição de fidelidade sequer de 500 anos, quando a Católica está chegando ao seu segundo milênio. Nossa Igreja nunca mudou, e é a única que mantém completas as Escrituras, como bem atestam acima os eminentes pastores.

Quanto à mudar as escrituras é como está em Provérbios 30, 5: “Toda a palavra de Deus é provada, é um escudo para quem se fia nele. 6 Não acrescentes nada às suas palavras, para que ele não te corrija e sejas achado mentiroso. 7 Eu te peço duas coisas, não me negues antes de minha morte: 8 afasta de mim falsidade e mentira...”.

Felizmente muitos pastores estão percebendo isso: no conjunto todas as teses em que se baseia o protestantismo formam uma monumental fraude, uma cadeia de enganos, porque na realidade não têm base histórica, nem origem divina. Parece, mas não é! Quer imitar, mas apenas mascara a verdade! Quer se dizer melhor, quando conduz apenas para o vazio! Em síntese: serve bem para o mundo, mas não salva almas!

Até porque – não se notaram – o protestantismo em geral não fala ou muito pouco em almas, em salvação eterna. Parte prega o evangelho da prosperidade e faz da fé uma moeda de troca. Parte se fia num ilusóri
o poder de exorcismo e explora a fé dos incautos. Parte – e grande parte – fundamente sua pregação exatamente em ATAQUES contra os católicos e o Papa, no que provam, na essência, seu anti-evangelho.

Mas rezemos por eles, porque existem MILHÕES de pessoas boas entre eles, apenas foram ensinadas erradamente desde pequenas, nasceram no erro, e vivem nele, mas no fundo acham que estão certos. E tenham certeza: haverá um só rebanho e um só pastor e não demora. Quem não gostar de Pedro, não estar com Jesus..



 
 
 

Artigo Visto: 2602 - Impresso: 77 - Enviado: 30

ATENÇÃO! Todos os artigos disponíveis neste sítio são de livre cópia e difusão desde que sempre sejam citados a fonte www.recadosdoaarao.com.br

 

 
Visitas Únicas Hoje: 427 - Total Visitas Únicas: 3.077.893 Usuários online: 62