Sejam Bem Vindos! Que Deus vos abençoe!

Página dedicada aos que amam as almas do Purgatório.
FAMÍLIA, FUNDAMENTO DA SALVAÇÃO
Documento sem título




 
 
14/12/2010
Grupos de oração
 
Jean - Grupos de oração
14/12/2010 08:57:49

Jean - Grupos de oração


EXPLICAÇÃO SOBRE A RETOMADA DAS MENSAGENS DE JEAN
 
Em 27 de maio de 2010, Robert, pai de Jean, Mensageiro da Luz, recebeu a “Última Mensagem” de seu filho. E muito triste, pensando ser a Última Mensagem, (que inclusive, está no Site), comentou que agradecia a Deus, de qualquer forma, por ter lhe dado os meios e ter permitido que o Jean, ajudado pelos irmãos do Céu, transmitisse e renovasse os ensinamentos das Sagradas Escrituras, e assim, agisse pelas nossas santas almas do Purgatório e isto, dentro do quadro da Comunhão dos Santos.
Robert comentou que no início do aviso, sentiu como se o seu pequeno Jean tivesse morrido por uma segunda vez, mas que ele não tinha nenhum direito de se queixar, pois esta era a Vontade do Senhor; mas, bem pelo contrário, tinha que Lhe render Graças por ter podido durante 13 anos, através de seus 180 correspondentes, transmitirem as simples explicações da Santa Bíblia, a serem colocadas em prática.
No dia 30 de maio, Jean voltou a comunicar ao seu pai, que ele receberia uma Mensagem pessoal para alguns, e também, uma Mensagem cada vez que fosse feita uma Palestra, uma Peregrinação, ou apenas, simplesmente, para esclarecer o Grupo de Orações, e divulgá-las. E desde então, a começar pelo dia 3 de junho, semanalmente, as Mensagens de Jean têm sido transmitidas, como ele o dissera.
Escrevi esta pequena explicação para elucidar os leitores do seu Site, sobre estas novas Mensagens, já que muitos chegaram a pensar que seria o fim dos tempos, por ser a “última”. Gostaria que você avaliasse o texto, e decidisse colocar o que, e como achar melhor. Abraços. (Chantal das traduções.)
 
MENSAGENS DE JEAN LA LUMIÈRE
 
AO GRUPO DE ORAÇÕES
03 DE JUNHO DE 2010
 
Meus queridos irmãos e irmãs,
 
Todos os Santuários são lugares que se tornam memoráveis para Oração, e para Louvor, para Intercessão e para Ação da Graça. E cada um de vocês, que fazem parte do Grupo de Orações, é um Santuário, cada um da sua maneira.
Através dos vossos Encontros Semanais, dos quais eu participo plenamente, com a vossa família do Céu, vocês seguem o caminho de Maria. Por este caminho, vocês vão a Jesus por Maria, que vos conduz pela mão.
Nesta casa (onde estava se realizando o Grupo de Orações), e diante deste pequeno Oratório, vocês estão realmente bem em frente de Jesus, de Maria e dos Santos, para os quais vocês estão rezando.
Ao rezarem com todo o vosso fervor, dois Terços do Rosário, vocês vão pacificar o coração e a alma de vocês. Deste modo, vocês se tornam bem conscientes da necessidade de se comunicar entre vocês, e de expressar a vossa esperança para vossos parentes e amigos; e de expressar problemas que vos tocam, e aos quais vocês têm o dever de associá-los igualmente àqueles que se encontram no mesmo caso. Este Oratório se torna, assim, um lugar de envio.
Leiam uma Passagem da Bíblia ou de um dos livros (aqui, ele se refere aos livros escritos por ele), o que dá no mesmo; leiam-na e comentem-na todos juntos, e vocês terão esta formidável possibilidade de confrontar as próprias experiências, o que vai lhes permitir de se enriquecer mutuamente, pela reflexão de uns e de outros. E, então, como está escrito nos Evangelhos: “Lá, onde dois ou três estiverem reunidos em Meu nome, Eu estarei no meio deles”, e isto é bem verdadeiro.
Por este Grupo de Orações, dedicado às santas almas do Purgatório, vocês estão se preparando para um Encontro com o Senhor Jesus. Certamente, vocês não conhecem nem o dia e nem a hora, e vocês devem ignorar como se realizará o Encontro; mas, o que vocês devem saber, é que na existência presente, vocês estão a caminho da Santidade. Desta maneira, v
ocês devem agir sem cessar, para se tornarem vigilantes e portanto, melhores.
Meus bem amados, com os nossos parentes e amigos do Céu bem presentes aqui, nós vos abençoamos em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.
 
Vosso Jean do Céu.
 
PALESTRA EM RODEZ – FRANÇA
Palestra feita pelos pais de Jean, em que foram distribuídas esta Mensagem de Jean
 
5 de junho de 2010
 
A certeza, que é paradoxal, mas que deve habitar nos corações de vocês, que crêem, deve ser aquela da vossa marcha em direção a Deus e da Vinda do Cristo, no meio de vós; e isto através das misérias da vida atual, e de um mundo em constante efervescência, e que apesar de vocês, fazem-vos sofrerem, com todas as turbulências.
A humanidade vive numerosas provações, seja por doença, por desemprego, por violência,  por guerras e também por angústias, das quais vocês não falam; e em particular, pela incerteza da vida para os jovens, ou ainda para as pessoas idosas, que são tão numerosas a sofrerem os dramas do abandono e da solidão.
Existem provações e aflições que são difíceis de se dominar. Mas, saibam que o Senhor Jesus estará lá, e vos ajudará a transformar vossas provações pela Fé e pelo Amor. Ao invés de ter que suportá-las passivamente, vocês as assumirão melhor e muito ao contrário, vocês levarão uma ajuda ao vosso próximo.
Sim, Jesus intervém sempre junto aos pobres, quer sua pobreza seja espiritual, moral ou material. Saibam, que todos os homens são reconhecidos, amados, de tal maneira que, eles se arrancam de suas prisões interiores, e tornam a se colocar de pé.
O sofrimento e a morte não terão jamais a última palavra. Vocês não devem ignorar que o Filho do Homem virá, sobre nuvens, com grande Poder e Majestade. Para vocês, é uma santa e sã espera e, para alguns será, em compensação, uma surpresa e mesmo, um terror. E para aqueles que estão adormecidos na paz, eles terão a infinita Graça de se acordar na Luz de Deus.
Estejam certos, que toda história, com seus horrores e seus pecados, suas calamidades e suas perseguições, se encaminha, a despeito das aparências, para o Triunfo do Amor.
Os vossos tempos de provações não são um fim, pois vocês estão entrando numa Era Nova. E também, no coração dos transtornos do mundo, permanecei na Esperança, e assim, vocês discernirão melhor os sinais da Vinda do Senhor.
Apóiem-se sempre na Palavra infalível de Deus: “A terra e o Céu passarão, mas as Minhas Palavras não passarão”. Efetivamente, tudo passa, as gerações, a figura do mundo, mas a Palavra de Deus não passa. Suas promessas e Seus dons são formais. Seu Amor é para sempre Fiel. Tudo pode estourar dentro de uma vida, a não ser esta certeza que, frente a Deus, vocês serão sempre aceitos, amados e salvos, apesar de vossos pecados.
Com todos os vossos parentes do Céu, nós vos abençoamos em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.
 
Jean no amor do Céu, Mensageiro da Esperança.
 
PARA O GRUPO DE ORAÇÕES
 
10 DE JUNHO DE 2010
 
Caríssimos amigos no Amor,
Quando vocês se reúnem na Oração, vocês formam uma força inimaginável, vocês agem tanto para o bem, e passam a compreender que vocês são esta força tão positiva.
Quando vocês se reúnem, em princípio, vocês largam o mundo materialista e é desta maneira, que vocês esquecem todos os aborrecimentos e problemas do dia-a-dia, e é então, que uma baforada de oxigênio vos invade: é o perfume do Céu que vos inunda.
Saibam que isto não deve ser uma satisfação pessoal que vocês vêm buscar, mas a do Senhor Deus e igualmente a da Santa Virgem Maria, dos Santos, dos Anjos e de vossos parentes, que vos guiam e vos acompanham.
Vocês se encontram juntos para rezar o Rosário, e portanto, para executar vosso compromisso. Efetivamente, vossos Encontros são tão repletos de solicitações e de pedidos.

A alguns de vocês, Deus responderá imediatamente: Sim. Às vezes, frente a toda a vossa impaciência, Deus vos dirá: não é ainda o momento. Ou então, será só simplesmente: Não.
Mas, será aquele pedido que vocês pensam raramente, que Deus vos dará mais do que vocês tiverem pedido, e mais freqüentemente ainda, do que vocês possam imaginar. Ele terá algo ainda melhor para vocês. Meus pais, não sois vós mesmos, um exemplo disso?
Saibam de uma coisa: Deus responde sempre e Sua resposta será sempre a melhor para vocês. E será desta maneira, que vocês vos transformarão em um ser exemplar, tanto no vosso comportamento, como nas vossas Orações.
Mas, se o Senhor Deus não responde à vossa Oração, estejam persuadidos de que certos obstáculos podem impedi-Lo de responder. Efetivamente, vocês devem procurar ser o mais objetivo possível, e vos arrepender de vossos pecados, tão mínimos que eles possam ser, e em particular, aquele que volta muitas vezes, ou seja, todas estas críticas que vocês têm a tendência de expressar tão facilmente e a cada instante.
Não esqueçam que Deus é um Deus de Amor, um Deus de Compaixão.
A vocês todos, que me são tão caros, eu vos abençôo em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.
 
Vosso irmão do Céu, Jean na Esperança.
 
GRUPO DE ORAÇÕES
 
17 DE JUNHO DE 2010
 
Meus bem-amados irmãos e irmãs,
 
No estado atual dos acontecimentos e dos sinais que estão cada vez mais convincentes, a Vida Eterna não deveria vos parecer longínqua e inacessível. É certo, porém, que a consciência da condição espiritual e dos vossos limites, deveria vos incitar mais a fazerem alguns esforços para se tornarem melhores.
O Senhor Deus, apesar das pequenas falhas de vocês, vos faz saber, tanto pelos Evangelhos, como pelas Mensagens de almas escolhidas, que vocês estão bem destinados à Salvação, e que no momento oportuno e na Jerusalém Celeste, vocês viverão num corpo glorioso, mas quando? Isto depende em grande parte, de vocês mesmos.
É certo, que nenhum corpo pode escapar à marca do pecado e não é uma prisão ou um obstáculo, que vos afasta de Deus. Este corpo, com o qual vocês rezam, servem, amam e fazem o Bem, não é um elemento exterior a vós mesmos, do qual um dia estareis livres. Estejam certos que será com ele glorificado e pois, sem manchas, que vocês partilharão no Cristo, com Maria e todos os santos, a glória dos resgatados.
Não é apenas a vida da alma imortal depois da morte, que vocês têm que esperar, mas uma vida dentro do vosso corpo transfigurado e glorificado.
É certo que desde que vocês assistem à Santa Missa, em regra geral, vocês vos encontrarão frente a uma assembléia dispersa, e onde os jovens estão praticamente ausentes. Vocês devem vos voltar para o vosso próximo, e em particular, para os jovens, para escutá-los e sem temor, falar de Deus, evitando com certeza, de entrar no jogo deles, ou seja, em toda crítica que seja da Igreja ou do seu próximo.
Também, gostariam de meditar sobre tudo isso: - Qual é realmente a vossa expectativa?
Vocês se encontram na possibilidade de poder Evangelizar e para isto, fazem o máximo para que o Senhor transforme vosso coração, afim de poderem ver mais claro nas escolhas da vida?
Durante estes dias por vir, o Espírito vos falará, ou Ele falará ao vosso coração, e vocês estarão atentos e disponíveis? Estarão vocês numa espera serena? Vocês consagrarão um pouco mais de tempo à Oração?
Vocês, que de uma maneira ou de outra, lêem esta Mensagem, meditai-a e dentro de toda a medida do vosso possível, colocai-a em aplicação, referindo-vos à leitura dos ATOS DOS APÓSTOLOS.
Caros irmãos e irmãs no Amor, com todos vossos parentes do Céu, nós vos abençoamos em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.
Na Esperança, Jean vosso Mensageiro do Céu.
 
PALESTRA REALIZADA EM MIRAMBEAU – DEPARTAMENTO CHARENTE MARITIME
FRANÇA - PELOS PAIS DE JEANB>
ESTA MENSAGEM FOI DISTRIBUÍDA AOS PARTICIPANTES
 
22 DE JUNHO DE 2010
 
O homem é feito para a vida! Ele não é feito para a morte!
Para os que não crêem, os incrédulos, a morte é como um sopro,que se desvanece, o pensamento que se apaga e o corpo que se desfaz em cinzas. E é assim que eles consideram que não existe mais nada. Eles pensam que nasceram por acaso, e que eles voltam para o nada.
Pertence a vós, Cristãos, de fazer todo o possível, para esclarecer- lhes e dar a Esperança, afim de que eles possam compreender, que a vida lhes foi dada, para o tempo e para a eternidade. Falem-lhes a respeito do infinitamente pequeno e do infinitamente grande, e da Criação, em toda a sua beleza e harmonia.
Diante do problema da morte, tantos homens e tantas mulheres se recusam em pensar a respeito, e não podem aceitá-la. Entretanto, eles admitirão que no final de uma longa vida ou mais ainda, em seguida de uma grave enfermidade, que a morte possa acontecer. Mas, se em compensação a morte atinge uma criança pequena, ou um homem em plena atividade, eles consideram que o acontecimento é inconcebível e que é um escândalo, e é assim que a sua angústia e a sua revolta se tornam ainda mais agudas..
Diante da morte de uma pessoa, depois de ter passado pela tristeza, a incompreensão e mesmo o escândalo, vocês devem vos fazer a pergunta, isto é, saber o que vocês fazem atualmente da vossa vida, será que vocês agem pelo bem?
Compreendam que é seguindo os ensinamentos do Evangelho, que vocês deveriam viver e agir. Para encarar bem pacificamente a morte, é essencial, que ao longo do vosso percurso terrestre, vocês sejam um exemplo a serviço de vossos irmãos.
Façam crescer em vocês, esta Esperança que deve habitar o coração de todo homem, qualquer que seja a sua religião, sua cultura e sua Fé. Compreendam que tudo o que vocês possam realizar ao longo de toda a vossa existência, não pode simplesmente ser completamente apagado e perdido pela morte, e nem o bem que vocês tenham podido fazer.
Este Serviço de Amor é diferente segundo os dons e a vocação de cada um de vocês, quer seja na vida associativa, médica, religiosa e mesmo, política.
Pensem em todos aqueles que vos precederam, e então rezando pelas almas do Purgatório, vocês entram neste conjunto de amor, de paz, de felicidade, da qual vocês fazem parte integrante com eles. Estas santas almas transpuseram o limite que vos é familiar, que é aquela do tempo e do espaço.
Compreendam que a vida dessas almas não está acabada, mas transformada. O que se abre para vossos irmãos e irmãs defuntos, no momento da passagem da morte, é uma evolução total. Uma plenitude de vida.
Para aquele que crê, o Amor total, ele o experimenta desde que ele espera o Seu Mestre; eis o que o que crê e confia confessa, quando ele diz: “Eu creio na ressurreição dos mortos e na vida eterna”.
Sob a Luz do Pai Eterno e o infinito amor do Senhor Jesus e da Santa Virgem Maria e de todos os Santos do Céu, nós vos abençoamos em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.
 
Vosso Jean, Mensageiro da Esperança.
 
PARA O GRUPO DE ORAÇÕES
 
29 DE JUNHO DE 2010
 
Meus queridos irmãos e irmãs,
Abram o Livro da Vida e encontrareis a Palavra de Deus, que vai esclarecer o caminho de vocês. A Sua palavra conduz, cura e libera os corações daqueles que estão feridos; e no mundo de vocês, os feridos são numerosos.
O vosso coração não é feito para odiar, mas para amar, para vos amar e louvar a Deus e em conseqüência, e sem medida, amar o vosso próximo.
Na Terra, que seja por problemas de lucro financeiro, ou ainda religioso, é uma grande pena de se ver homens se dilacerando mutuamente, em diversos pontos do Planeta, e tudo isso apesar
dos numerosos sinais do Céu, tais como os sismos, os incêndios e as inundações, conseqüência da falta de previdência dos homens.
É muito lamentável que existam ainda muros de incompreensão entre os homens e  mesmo, entre os Cristãos. Vocês não podem ignorar que representam o Corpo do Cristo, e que o povo de Deus é um lugar de compaixão e de partilha de qualquer coisa. Se um membro do Grupo sofre, vocês todos partilham de seu sofrimento; se um membro do Grupo está sendo homenageado em honras, todos partilham de sua alegria.
Compreendam que a Palavra do Cristo é o único caminho da missão, que todo cristão, toda comunidade deve assumir, segundo suas potencialidades.
Jesus é o pobre, o excluído No qual, vocês podem se reencontrar. É Nele que se abre o Futuro, que se consolida a Esperança. A Igreja deve ser a Igreja dos excluídos, e não de exclusão. O Cristo conheceu este caminho na sua própria carne.
Na vossa vida comum, vocês podem viver momentos tranqüilos, mas às vezes, difíceis e mesmo, violentos. Pensem agora, na vida que Jesus levou, que não tinha nenhum lugar fixo para viver, e era um nômade eterno.
O mais precioso presente que podemos ter é, certamente, aquele da liberdade trazida por Jesus. Cada um de vocês tem tanta sede de liberdade. Meditem sobre todos aqueles, que sobre a terra, têm a sua liberdade, aparentemente destruída. E apesar de tudo, ela fica escondida no fundo de seus corações, lá onde o homem pode dizer sim ou não, sem que uma força exterior possa influenciá-lo.
Pensem que o Espírito Santo não vos dita os vossos comportamentos do exterior, mas vos inspira os do interior. A voz do Espírito Santo é em vocês, em cada um de vocês, é a voz de Deus, mas ela é igualmente a voz de cada um, porque ela é o vosso interior. É o Espírito que vos constrói, e vos leva à vossa verdadeira liberdade.
Meditem bem sobre tudo isso e impregnai-vos de tudo. Em resumo, onde vocês se posicionam nisso tudo?
Caros irmãos e irmãs, no amor, com vossos parentes do Céu, nós vos abençoamos em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.
 
 
Na esperança, Jean vosso Mensageiro do Céu.
 

 
 
 

Artigo Visto: 1987 - Impresso: 39 - Enviado: 11

ATENÇÃO! Todos os artigos disponíveis neste sítio são de livre cópia e difusão desde que sempre sejam citados a fonte www.recadosdoaarao.com.br

 

 
Visitas Únicas Hoje: 474 - Total Visitas Únicas: 3.273.315 Usuários online: 55