Sejam Bem Vindos! Que Deus vos abençoe!

Página dedicada aos que amam as almas do Purgatório.
FAMÍLIA, FUNDAMENTO DA SALVAÇÃO
Documento sem título




 
 
21/04/2017
Rumores de guerra
Ouvireis falar de guerras e de rumores de guerra. Atenção: que isso não vos perturbe, porque é preciso que isso aconteça. Mas ainda não será o fim.
 

Rumores de guerra

Escrevo para comentar um assunto que tem feito muitas pessoas nos perguntarem sobre os “rumores de guerra” que têm se espalhado ultimamente, apavorando as pessoas, especialmente por falam de uma proximidade muito grande para o início da Terceira Guerra Mundial, que fatalmente acontecerá, a seu tempo, conforme está bem claro no livro do Apocalipse de São João. Eu disse “a seu tempo”...

O fato é que a ascensão de Trump no governo dos Estados Unidos parece ter provocado um frenesi nos donos das armas, e esta muito sem vergonha situação do gás mortífero que foi detonado na Síria – uma situação muito mal explicada até este momento – e agora, esta troca de bravatas entre os Estados Unidos e o gangster maligno da Coréia do Norte, parecem ter acelerado o processo da guerra. Mas veja, a Escritura diz: “ainda não é o fim”.

Como está escrito em Mateus 24, temos que seguir a ordem ditada por Jesus, e isso significa dizer que os rumores de guerras são um sinal, mas não significam proximidade iminente, porque ANTES da Guerra é preciso que outras coisas aconteçam, fatores que levam à esta guerra, ao chamado Armagedom. Bom então transcrever parte deste capítulo de Mateus, que sintetiza melhor todos os eventos, atuais e futuros.

"3.Indo ele assentar-se no monte das Oliveiras, achegaram-se os discípulos e, estando a sós com ele, perguntaram-lhe: Quando acontecerá isto? E qual será o sinal de tua volta e do fim do mundo? 4.Respondeu-lhes Jesus: Cuidai que ninguém vos seduza. 5.Muitos virão em meu nome, dizendo: Sou eu o Cristo. E seduzirão a muitos.

6.Ouvireis falar de guerras e de rumores de guerra. Atenção: que isso não vos perturbe, porque é preciso que isso aconteça. Mas ainda não será o fim. 7.Levantar-se-á nação contra nação, reino contra reino, e haverá fome, peste e grandes desgraças em diversos lugares. 8.Tudo isto será apenas o início das dores.

9.Então sereis entregues aos tormentos, matar-vos-ão e sereis por minha causa objeto de ódio para todas as nações. 10.Muitos sucumbirão, trair-se-ão mutuamente e mutuamente se odiarão. 11.Levantar-se-ão muitos falsos profetas e seduzirão a muitos. 12.E, ante o progresso crescente da iniquidade, a caridade de muitos esfriará. 13.Entretanto, aquele que perseverar até o fim será salvo. 14.Este Evangelho do Reino será pregado pelo mundo inteiro para servir de testemunho a todas as nações, e então chegará o fim.

15.Quando virdes estabelecida no lugar santo a abominação da desolação que foi predita pelo profeta Daniel (9,27) - o leitor entenda bem - 16.então os habitantes da Judéia fujam para as montanhas. 17.Aquele que está no terraço da casa não desça para tomar o que está em sua casa. 18.E aquele que está no campo não volte para buscar suas vestimentas. 19.Ai das mulheres que estiverem grávidas ou amamentarem naqueles dias! 20.Rogai para que vossa fuga não seja no inverno, nem em dia de sábado; 21.porque então a tribulação será tão grande como nunca foi vista, desde o começo do mundo até o presente, nem jamais será. 22.Se aqueles dias não fossem abreviados, criatura alguma escaparia; mas por causa dos escolhidos, aqueles dias serão abreviados.

23.Então se alguém vos disser: Eis, aqui está o Cristo! Ou: Ei-lo acolá!, não creiais. 24.Porque se levantarão falsos cristos e falsos profetas, que farão milagres a ponto de seduzir, se isto fosse possível, até mesmo os escolhidos. 25.Eis que estais prevenidos. 26.Se, pois, vos disserem: Vinde, ele está no deserto, não saiais. Ou: Lá está ele em casa, não o creiais. 27.Porque, como o relâmpago parte do oriente e ilumina até o ocidente, assim será a volta do Filho do Homem. 28.Onde houver um cadáver, aí se ajuntarão os abutres.

29.Logo após estes dias de tribulação, o sol escurecerá, a lua não terá claridade, cairão do céu as estrelas e as potências dos céus serão abaladas. 30.Então aparecerá no céu o sinal do Filho do Homem. Todas as tribos da terra baterão no peito e verão o Filho do Homem vir sobre as nuvens do céu cercado de glória e de majestade. 31.Ele enviará seus anjos com estridentes trombetas, e juntarão seus escolhidos dos quatro ventos, duma extremidade do céu à outra.

32.Compreendei isto pela comparação da figueira: quando seus ramos estão tenros e crescem as folhas, pressentis que o verão está próximo. 33.Do mesmo modo, quando virdes tudo isto, sabei que o Filho do Homem está próximo, à porta. 34.Em verdade vos declaro: não passará esta geração antes que tudo isto aconteça. 35.O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não passarão.

36.Quanto àquele dia e àquela hora, ninguém o sabe, nem mesmo os anjos do céu, mas somente o Pai. 37.Assim como foi nos tempos de Noé, assim acontecerá na vinda do Filho do Homem."

Jesus pede inicialmente, que ninguém se deixe enganar e no verso 5 lembra que muitos têm anunciado certas coisas em especial os evangélicos, que sem a luz do Espírito Santo têm espalhado muitas confusões. No verso 11, lembra também do surgimento destes falsos profetas, não somente os que se dizem profetas, mas os profetas de catástrofes que escrevem artigos calamitosos, dando a entender a proximidade da Guerra. Uma guerra que terá início no Oriente Médio, e não na Ásia, descartando-se então o caso dos EUA e a Coréia do Norte.

Jesus disse então que os “rumores de guerra”, não seriam o fim, porque antes disse as nações se envolverão em guerras civis, especialmente aquelas que aprovaram as leis do aborto. Estas sofrerão, antes da grande guerra, castigos imensos, por terem afrontado a Lei Eterna do Criador e Mantenedor da Vida humana e estes antes verão e em especial, o quanto pesa o braço do Altíssimo. E seu dedo já aponta para a terra, para estas nações.

Inúmeras profecias chamadas “atuais” que não estão grafadas na Bíblia, falam de uma grande falência mundial, uma crise nos mercados financeiros, coisa que está sendo preparada pela besta, que detém os cordéis financeiros que regem todo este mundo que mergulha nas trevas. Bolsas de valores, mercados futuros, especulações diabólicas, manipulação das nações via a corrupção desenfreada como hoje se vê no Brasil, tudo isso faz parte do “princípio das dores”, que irão aos poucos abalar toda a terra, também o Universo. O homem não sabe o que o espera! Em especial, o homem que ousou desafiar a Deus.

O passo seguinte mencionado por Jesus, tem a ver com uma grande perseguição religiosa, que se dará dentro da Santa Igreja Católica – e isso realmente já segue a passos largos – quando “católicos” chegarão ao ponto de matar CATÓLICOS, achando que com isso prestam culto a Deus, como nos alertou São João. O que acontece hoje a partir do Vaticano é uma prova segura da apostasia final, da grande traição dos homens da Igreja contra Cristo, mais do que o Judas antigo, mais horrendo que os antigos homens do Sinédrio, mais diabólica do que nunca, e isso em todos os tempos. E tudo sob a máscara de uma “reforma” com a aprovação de um clero patético, de um povo ignaro, soba a batuta daquele que veio para “enganar até os eleitos”.

Mas, aqui chega o ponto chave, que vai determinar o curso final dos acontecimentos, o GATILHO, que fará eclodir as guerras civis, a perseguição religiosa e todos os eventos finais que levam ao confronto bélico entre as nações, e a ação da Justiça Divina, que fará abalar todo o universo, não somente nosso belo planeta. Um planeta que, ao findar das catástrofes, da guerra, dos astros, das doenças e pestes, estará 2/3 queimado, e quase 1/3 sepultado nos mares. Como falei, os homens que desafiam a Deus, a aqueles que são enganados por ele e não percebem os sinais dos tempos e não se preparam, todos estes não sabem o que os espera. O gatilho do caos é JESUS EUCARISTIA!

De fato, é Ele que sustenta o mundo, impede que os planos de satanás corram conforme ele planejou, até porque o Pai tem absoluta e milimetricamente TUDO sob Seu Onipotente domínio: nada acontece sem que Ele o permita, e nada ultrapassa os limites que Ele estabeleceu. Enquanto nas localidades, vilas, cidades, paróquias, igrejas, capelas, ermidas, monastérios e catedrais houver uma lâmpada acesa apontando para o Ressuscitado que Vive, nada no mundo sofrerá abalos maiores. Mas basta que destruam a Santa Missa para o agrado dos protestantes, que aos poucos, toda a natureza dará sinais da Ira Santa e Justa do Altíssimo, e os vulcões a terra, a natureza darão vasão aos ímpetos da Justiça, e mostrarão ao homem o quanto a quebra da “Nova e Eterna Aliança” ofende ao Altíssimo.

Então, querem ver os países se engalfinharem em guerras internas, em disputas insanas, em traições infames, que simplesmente colocarão esta civilização em colapso, que mexam nos Sacrários! Quebrem – porque isso acontecerá – o pacto que Jesus assinou com Seu Preciosíssimo Sangue – sem dúvida, mil vezes mais poderoso do que todos os pactos e alianças antigas que Deus fez com os homens – e verão o que acontece. Serão mais de 300 versículos bíblicos que se cumprirão, em pouco tempo, tal que, quando tudo se tiver consumado, na terra restará um punhado de gente, apenas aqueles que serão deixados por Deus, os fieis até o fim, eleitos para a Jerusalém Celeste.

O versículo 29 acima, é muito forte, e tem a ver com o capítulo 24 do Livro de Isaías que vou mostra aqui, para que o leitor não tenha o trabalho de pesquisar. Leia com atenção, e verá como certas coisas já estão acontecendo, e o que virá ao homem, por causa de sua rebeldia. Eis o que diz o Senhor Deus, pela boca deste grande profeta...

"1.Eis que o Senhor devasta a terra e a torna deserta, transtorna a sua face e dispersa seus habitantes. 2.Isso acontece ao sacerdote como ao leigo, ao senhor como ao escravo, à senhora como à serva, ao vendedor como ao comprador, ao que empresta como ao que toma emprestado, ao credor como ao devedor.

3.A terra será totalmente devastada, inteiramente pilhada, porque o Senhor assim o decidiu. 4.A terra está na desolação, murcha; o mundo definha e esmorece, e os chefes do povo estão aterrados. 5.A terra foi profanada por seus habitantes, porque transgrediram as leis, violaram as regras e romperam a aliança eterna. 6.Por isso a maldição devora a terra e seus habitantes expiam suas penas; os habitantes da terra são consumidos, um pequeno número de homens sobrevive.

7.O mosto está triste, a vinha, murcha, e os que tinham o coração em alegria suspiram. 8.O som alegre dos tamborins cessou, os risos morreram e o som alegre da cítara calou-se. 9.Não se canta mais bebendo vinho. O licor é amargo ao bebedor. 10.A cidade desordenada está em ruínas, todas as casas fechadas, para que ninguém possa entrar nelas. 11.Gritam nas ruas: Não há mais vinho! Acabada a alegria, o regozijo foi banido da terra. 12.Na cidade só restam escombros e a porta arrombada está em pedaços, 13.pois isso acontece na terra, no meio dos povos, como com as oliveiras que alguém vareja, como com as uvas que, acabada a vindima, alguém rebusca.

14.Eles elevam a voz e cantam, do lado do mar aclamam a majestade do Senhor: 15.Glorificai, pois, ao Senhor, nas regiões da luz, e, nas ilhas do mar, o nome do Senhor, Deus de Israel. 16.Dos confins da terra, ouvimos cantar: Honra ao justo! Eu, porém, disse: Infeliz de mim, infeliz de mim! Ai de mim! Os salteadores saqueiam, os salteadores obstinam-se na pilhagem.

 17.O terror, a fossa e a cilada vão apanhar-te, habitante da terra. 18.O que fugir para escapar do terror cairá na fossa, o que se livrar da fossa será preso no laço. Porque as comportas lá do alto abrir-se-ão e os fundamentos da terra serão abalados. 19.A terra é feita em pedaços: estala, fende-se, é sacudida, 20.cambaleia como um homem embriagado e balança como uma rede. Seus crimes pesam sobre ela, e ela cairá para não mais se levantar.

21.Naquele tempo o Senhor, lá do alto, examinará a milícia celeste e os reis do mundo, sobre a terra. 22.Serão amontoados como prisioneiros num calabouço, serão encerrados numa prisão, e, depois de muitos dias, serão castigados. 23.A lua corará de vergonha e o sol empalidecerá, porque o Senhor dos exércitos reinará sobre o monte Sião e em Jerusalém, e sua glória resplandecerá diante de seus anciãos."

No mais é seguir lendo e pesquisando o livro do Apocalipse de São João, e uma leitura apropriada para entender esta parte da Escritura sem dúvida é nosso Livro A Caminho do Fim – O Apocalipse, que vai desvendar muitos dos versos difíceis de compreender, devido a linguagem cifrada do Apóstolo João. Tudo o que devemos fazer então é manter a calma, rezar muito, manter a confissão em dia, buscar com frequência a Eucaristia, e guarda-la como o mais precioso dos tesouros. Eles tentarão tirar Jesus de nós!

De fato, a besta sanguinária jamais conseguirá erradicar completamente a Jesus Eucaristia, porque ele disse que estaria em nosso meio até a consumação dos séculos. E nos locais onde Ele estiver presente, haverá proteção, e para ali serão levados os escolhidos, os fiéis.  Sem medo, Deus é ao nosso favor: o que temer? Afinal, São Lucas é bem claro: "Quando virdes todas estas coisas acontecendo, alegrai-vos e erguei as cabeças, porque vossa libertação está próxima".(Aarão)

 
 
 

Artigo Visto: 1120 - Impresso: 25 - Enviado: 6

ATENÇÃO! Todos os artigos disponíveis neste sítio são de livre cópia e difusão desde que sempre sejam citados a fonte www.recadosdoaarao.com.br

 

 
Visitas Únicas Hoje: 740 - Total Visitas Únicas: 2.991.603 Usuários online: 80