Sejam Bem Vindos! Que Deus vos abençoe!

Página dedicada aos que amam as almas do Purgatório.
FAMÍLIA, FUNDAMENTO DA SALVAÇÃO
Documento sem título




 
 
23/07/2011
Homilia Dominical
 
Evangelho - Homilia Dominical
23/7/2011 10:56:04

Evangelho - Homilia Dominical


 16º Domingo do Tempo Comum



“126º Domingo no Exílio”



Ano “A” 



Sb 12, 13. 16-19 / Sl 85 / Rm  8, 26-27 / Mt 16, 24-43



Domingo, 17 de Julho de 2011.



Louvado seja nosso Senhor Jesus Cristo. Para Sempre seja louvado e nossa Mãe Maria Santíssima. Salve!



  Meus amados! Celebramos o 16º Domingo do Tempo Comum e Jesus continua o Seu discurso, em Parábolas. Domingo passado vimos Jesus falar do semeador, que lançava a semente em diversidades de terrenos: o terreno pedregoso, o terreno cheio de espinhos, no meio do caminho, e o terreno fértil do nosso coração, a terra boa. Hoje, Ele nos conta três Parábolas, e começa com a Parábola do joio e do trigo, o mistério do mal no mundo, na humanidade e na vida de cada um de nós. Os discípulos perguntam a Jesus o porquê do joio no meio do trigo, já que o Senhor semeou a boa semente... “E, chegando os servos do pai de família, disseram-lhe: Senhor, porventura não semeaste tu boa semente no teu campo? Donde veio, pois, a cizânia? E ele disse-lhes: Algum homem inimigo fez isso” (Mt 13, 27a. 28). Vemos o mistério (do mal) acontecer em nosso quotidiano, quando ele aparece triunfante, muitas formas, começando em nós mesmos, quando pecamos e nos afastamos da graça do Altíssimo. Por isso o Senhor não Se cansa de nos dizer: estejais atentos, vigiai e orai, para não cairdes em tentação. Pois o pecado nos escraviza, nos afasta de Deus e mata nossas almas. Acordemos do sono da indiferença, pois Deus quer nos levantar, para que caminhemos com Ele. “E, enquanto os homens dormiam, veio o seu inimigo, e semeou cizânia no meio do trigo, e foi-se” (Mt 13, 25).  Meus filhos! Vemos a destruição que o inimigo vem fazendo no “campo de Deus”, enquanto nós, Católico, dormimos anestesiados, paralisados diante do mal! Mal que tantas vezes buscamos nós mesmos, quando deixamos de vir nos prostrar diante do Senhor, na Sua Santa presença, no Sacrário, para irmos buscar fora d’Ele, e do Seu Coração, solução para os nossos problemas. Quando deixamos de vir até Jesus - nos afastando da verdade - e buscamos socorro para os nossos sofrimentos no espiritismo, na macumba, no candomblé, na feitiçaria, na magia, na cartomancia, no esoterismo, no horóscopo e em todas essas porcarias que ofendem a Deus. Pois Deus não está lá! Quando temos o Senhor nosso Deus a nos esperar. Quantos dos nossos jovens, das nossas crianças são tragados por essas seitas satânicas, praticando o ocultismo e o satanismo, alucinados por vantagens temporais, buscando solução para os seus sofrimentos, no lugar errado. Quanta dor, satanás está matando nossos jovens!... “Porque não há outro Deus senão tu, que de todas as coisas tens cuidado, para mostrares que não há injustiça nos teus juízos” (Sb 12, 13). Abracemos nossa cruz, sem temor, pois Ele está conosco, para carregar o peso das nossas fraquezas, das nossas misérias e nos levantar. Sejamos fiéis as verdades da nossa fé, sigamos os Mandamentos e nos esforcemos para fazer a vontade do Senhor. Fujamos do pecado e mergulhemos nossas vidas nos braços do Altíssimo. Quando fazermos nosso exame de consciência, sabemos que muitas vezes o joio cresce dentro de nós, mas peçamos a graça de Deus que nos cure, pois o Espírito Santo que esquadrilha o mais profundo do nosso ser, pode socorrer nossas almas e nos libertar. Pois como nos diz São Paulo: “E assim mesmo o Espírito ajuda também a nossa fraqueza; porque não sabemos o que havemos de pedir, como convém... E o que perscruta os corações, sabe o que deseja o espírito; porque ele pede segundo (a vontade de) Deus pelos santos” (Mt 13, 26a-27). Corramos para o Sacramento da Confissão, do perdão, a Misericórdia, lá o amor de Deus purificará nossas almas, e nos preparará para o encontro com o Senhor, nos Santos Mistérios. Não tenhamos medo de irmos lavar nossas almas e nos purificarmos no Bálsamo da Misericórdia do nosso Salvador; pois lá está o caminho para a conversão sincera dos nossos corações. Não comunguemos tendo a consciência de estarmos em pecado grave, agindo assim cometemos sacrilégio, e colocamos em perigo nossas almas, tão preciosa aos olhos de Deus. Coragem!
 Meus amados! Jesus conta-nos, ainda, a Parábola do fermento na massa; o fermento, ao se misturar com a massa, some, e não conseguimos mais vê-lo, no entanto vemos a massa levedar, crescer... Assim é a nossa fé, sustentada
e fortalecida pela graça de Deus, pelos Sacramentos, pela força do Espírito Santo, que anima e fortalece a Igreja. Não tenhamos medo, sigamos fiéis os Mandamentos do Senhor, a Sua Santa verdade, deixada aos Apóstolos, e transmitida por todos os tempos, pelo Magistério da Igreja, pela Tradição. Abracemos nossas cruzes quotidianas, pois aqui está a resposta para aquela pergunta que fizeram os discípulos: “E, chegando os servos do pai de família, disseram-lhe: Senhor, porventura não semeaste tu boa semente no teu campo? Donde veio, pois, a cizânia?” (v. 27). Não entendemos o Mistério do mal, mas sabemos que de um grande mal, de um sofrimento, de uma dor, Deus tira um bem muito maior. Pois o Filho do Homem, que semeia o trigo em nossos corações, venceu a morte dolorosa, na Cruz, para nos salvar, para restaurar nossas fraquezas, corrompida pelo pecado de Adão, e nos devolver a graça da Vida Divina. Satanás continua semeando o joio da impureza, da injustiça, da infidelidade, da indiferença, da imoralidade e todo tipo de vício, ancorado por este governo ateu que persegue a Igreja e a Religião. Promove a cultura de morte, imoral e assassina, ao desejar aprovar a matança das nossas crianças inocentes, nos ventres de suas mães, pelo aborto. Satanás existe, e deseja arrancar as almas de Deus; o inferno existe e é eterno, e tantos – infelizmente – caminham como joio, fazendo o mal, correndo desesperadamente para a fornalha. Pois este é o destino dos feixes, recolhidos pelos anjos serão lançados no fogo inextinguível. “O Filho do Homem enviará os seus anjos, e tirarão do seu reino todos os escândalos e os que praticam a iniqüidade. E lançá-los-ão na fornalha de fofo. Ali haverá choro e ranger de dentes” (Mt 13, 41-42). Estejamos vigilantes e em oração, empunhemos o Santo Rosário, o Santo Terço; rezemos pela nossa conversão, pelas nossas famílias tão atacadas pelo maligno. Não tenhamos vergonha de testemunhar nossa fé Católica, com fidelidade. Amemos a nossa Igreja, amemos a Eucaristia, amemos a Virgem Santíssima, nossa Mãe! Força!
 Voltemos nossos olhares, nossos corações para a Mãe das virtudes, a Virgem da pureza e graça. Peçamos a Ela esse dom, imitemos Seu exemplo de coragem, de fidelidade a Deus, como o Seu sim, que exigiu d’Ela compartilhar com o Seu amado Filho o Mistério da Cruz. Pois era Ela que estava lá, ao pé da “†”, a Virgem dolorosa. Não desfaleçamos com as nossas pequenas cruzes, sigamos nossa luta, Deus é paciente e espera por nós, mas, constantemente nos convida a conversão do coração para Ele. O tempo urge, e os sinais estão ai, mas ainda não é à hora da colheita, mas ela virá. “Deixai crescer uma e outra coisa até a ceifa, e no tempo da ceifa direi aos segadores: Colhei primeiramente a cizânia, e atai-a em molhos para a queimar; o trigo, porém, recolhei-o no meu celeiro” (Mt 13, 30). Que nossa Mãezinha nos ajude a vivermos coerentemente a nossa fé, e nos prepare para o encontro com o Seu Filho, nos Santos Mistérios do Seu Precioso Sangue e Sacratíssimo Corpo. E fortalecidos os nossos corações, por essa graça extraordinária, sigamos com coragem, alegria e muita esperança para a Pátria celeste, nossa morada definitiva.  Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo. Para sempre seja louvado e Nossa Mãe Maria Santíssima. Salve!



  “A Besta, hoje, desafia o Céu e mesmo o Meu Poder! Eis porque Meu Pai queimará os crimes desta geração pelo Fogo e esse Fogo virá no memento em que eles menos o suspeitarem”  (A Verdadeira Vida em Deus – Encontros com Jesus, pg. 94).



  Pela intercessão da Bem-Aventurada e Sempre Virgem Maria, Mãe de Deus e nossa Mãe, do Seu Castíssimo Esposo, São José, e São Miguel Arc’Anjo nosso protetor...



 Abençoe-vos, a Santíssima Trindade,
 Pai, Filho † e Espírito Santo. Amém!
† Padre Tarciso Alves Maia Júnior
 



 
 
 

Artigo Visto: 1186 - Impresso: 11 - Enviado: 8

ATENÇÃO! Todos os artigos disponíveis neste sítio são de livre cópia e difusão desde que sempre sejam citados a fonte www.recadosdoaarao.com.br

 

 
Visitas Únicas Hoje: 621 - Total Visitas Únicas: 3.222.151 Usuários online: 68