Sejam Bem Vindos! Que Deus vos abençoe!

Página dedicada aos que amam as almas do Purgatório.
FAMÍLIA, FUNDAMENTO DA SALVAÇÃO
Documento sem título




 
 
03/10/2017
A eclesiologia de Bergoglio
A “Igreja em saída” está em saída do Evangelho, é uma caricatura grosseira.
 

Editorial: A Eclesiologia de Francisco.

Por FratresInUnum.com – 3 de outubro de 2017

“Prefiro uma Igreja acidentada, ferida e enlameada por ter saído pelas estradas, a uma Igreja enferma pelo fechamento e a comodidade de se agarrar às próprias seguranças”. Esta famosa frase do n. 49 da Exortação Apostólica Evangelii Gaudium descreve a essência da eclesiologia de Papa Francisco: a “Igreja em saída”.

Ele deseja que a Igreja saia de si mesma e não se agarre às suas próprias seguranças, que abrace o risco de “primeirear”, de ousar, de se lançar ao encontro de todos os desafios da sociedade em que vivemos, totalmente aberta a todas as pluralidades.

A ideia parece bastante simpática aos ouvidos. Coloca-nos diante de um evangelho positivo, de uma imagem de Deus otimista, agradável, acolhedora. Trata-se da ternura de uma misericórdia delineada com contornos tão vivos, abertos, humanos, que comove o coração carente de aconchego e corresponderia àquilo que o homem dos nossos dias compreende por bondade, piedade, indulgência. Soa como poema, como música harmoniosa… Pena que destoa do Evangelho.

Se o Pai da parábola do filho pródigo fosse o Papa Francisco, mandaria-o embora de casa com o dobro da herança e junto com o filho mais velho. Ele não esperaria que o seu caçula chegasse à lama, mas o mandaria para a pocilga, junto com porcos, para enlamear-se, e faria teologia disso, debochando de quem quisesse permanecer na segurança da casa, debaixo do teto, sob a sombra do lar.

Se o Pastor das cem ovelhas se chamasse Jorge Mario Bergoglio, ele não deixaria as noventa e nove no aprisco para buscar àquela desgarrada. Ele soltaria todas mundo afora, para se perderem junto com a perdida.

Se a mulher que perdeu a dracma em casa seguisse o modelo do Papa argentino, jogaria todas as moedas no chão, porque o Filho do homem não veio salvar o que estava perdido, mas, no Evangelho de Francisco, veio perder o que estava encontrado.

Ele não seria o bom samaritano a colocar o homem acidentado na pensão, mas ficaria ao seu lado no caminho, porque a Igreja tem que ser um “hospital de campanha”, mas não um hospital que cura do pecado, e sim somente traz conforto para a consciência do pecador.

A “Igreja em saída” está em saída do Evangelho, é uma caricatura grosseira.

A maior parte de nós enxerga apenas a questão sob a perspectiva do desmonte da Igreja Católica. Não, não é apenas a Igreja institucional que se está desmontando. São as pessoas que ficarão perdidas, que já estão perdidas, expostas à sujeira deste mundo corrompido. “O sal está perdendo o sabor” e “será pisado pelos homens” e “jogado fora”. O malbaratamento da Igreja a tornará apenas mais desprezível e a fará uma mãe que abandonou seus filhos à orfandade.

São Paulo escreveu aos Efésios que Nosso Senhor constituiu os ministros da Igreja para que edifiquem o Corpo de Cristo a fim de “que não continuemos crianças ao sabor das ondas, agitados por qualquer sopro de doutrina, ao capricho da malignidade dos homens e de seus artifícios enganadores” (Eph. IV,14). Não é à toa que esta leitura consta na Missa que precede o Conclave.

Papa Francisco está entregando suas ovelhas às garras dos lobos e teologizando este absurdo com muito açúcar. Isto não é uma brincadeira. É uma tremenda irresponsabilidade!

++++++++

OBS > Aos poucos alguns acordam, no final 1/3 acordará - para ficar - o outro 2/3 que não quiser acordar, ou que dormir embalado por um vendaval de mentiras, será levado, porque não tem cura: é olho que não vê, ouvido que não ouve, é coração fechado, teimoso e orgulhoso, sem cura. Quando este 1/3 acordar então nunca mais veremos artigos citando um papa que não é, dando nome ao inominado. Que tremenda decepção terão alguns dos que acordarem! (Aarão)

 
 
 

Artigo Visto: 530 - Impresso: 10 - Enviado: 2

ATENÇÃO! Todos os artigos disponíveis neste sítio são de livre cópia e difusão desde que sempre sejam citados a fonte www.recadosdoaarao.com.br

 

 
Visitas Únicas Hoje: 702 - Total Visitas Únicas: 3.015.673 Usuários online: 46