Sejam Bem Vindos! Que Deus vos abençoe!

Página dedicada aos que amam as almas do Purgatório.
FAMÍLIA, FUNDAMENTO DA SALVAÇÃO
Documento sem título




 
 
29/03/2017
Burke não desiste
Disse ele: Espero ainda que o papa responda do dubia. A confusão é daninha para a Igreja. Insistiremos!
 

Cardeal Burke insiste: se não houver resposta aos questionamentos, “deveremos simplesmente corrigir a situação”.

26/03/2017

BURKE: ESPERO AINDA QUE O PAPA RESPONDA AO DUBIA. A CONFUSÃO É DANINHA PARA A IGREJA. INSISTIREMOS.

http://www.marcotosatti.com/wp-content/uploads/2017/03/Burke3-825x510.png

Por Marco Tosatti, 26 de março de 2017 | Tradução: FratresInUnum.com

Na noite de 24 de Março, o Cardeal Raymond Burke falou na paróquia de São Raimundo Peñafort, em Springfield, Virgínia, e respondeu a algumas perguntas sobre os “Dubia” apresentados por quatro cardeais, e sobre uma possível correção formal que uma eventual ausência de resposta por parte do Pontífice tornaria necessária.

O pároco de São Raimundo, Padre João De Celles, fez algumas perguntas ao cardeal. Aqui estão alguns trechos da entrevista.

De Celles. – Há muitos rumores que circulam em torno do Dubia… O senhor sabe se haverá uma resposta ao Dubia pelo Santo Padre ou pela Congregação para a Doutrina da Fé?

Burke: “Eu sinceramente espero que haja, porque são questões fundamentais honestamente levantadas pelo texto da exortação pós-sinodal Amoris Laetitia. E enquanto não houver uma resposta a essas perguntas, continuará se espalhando uma confusão muito daninha à Igreja, e uma das questões fundamentais diz respeito à verdade segundo a qual existem coisas que são e sempre serão erradas – o que chamamos de atos intrinsecamente maus – e por isso vamos continuar a insistir em ouvir uma resposta a estas perguntas sinceras”.

O Cardeal Burke negou a idéia de que o Dubia seria um questionamento desrespeitoso ou arrogante, recordando que é o modo tradicional para se buscar um esclarecimento da parte do Papa sobre um ensinamento constante da Igreja. Ele então explicou por que o conteúdo do Dubia foi divulgado, após ter sido informado pela Congregação para a Doutrina da Fé de que não haveria uma resposta.

“Julgamos necessário torná-lo público, porque muitos fiéis se aproximavam de nós, fazendo essas perguntas, e dizendo o que está errado, temos essas perguntas e parece que nenhum dos cardeais que têm a grande responsabilidade de assistir o Santo Padre estão levando em conta essas questões. E, então, foi assim que nós resolvemos torná-lo público e isso foi feito com grande respeito.

De Celles: – Se não houver resposta, qual será a resposta dos quatro cardeais?

Burke: “Então deveremos simplesmente corrigir a situação, novamente de uma forma respeitosa, que é simplesmente isso: deduzir a resposta às perguntas com base no ensino constante da Igreja e torná-lo conhecido para o bem das almas”.

O cardeal norte-americano não deu qualquer indicação sobre a data desta possível correção da exortação pós-sinodal. E, sobretudo, falou de correção em geral, e não de uma correção dirigida diretamente ao Pontífice. Amoris Laetitia está prestes a completar seu primeiro ano de vida, tendo sido publicada em abril de 2016. E mesmo agora, de diferentes áreas do planeta, estão saindo declarações de bispos e conferências episcopais que se deslocam sobre linhas contrastantes na aplicação do documento, alimentando um objetivo estado de confusão.


Quem quiser ver o vídeo pode acessá-lo nos seguintes links. LINK1  LINK2 

Fonte: https://fratresinunum.com/2017/03/27/cardeal-burke-insiste-se-nao-houver-resposta-aos-questionamentos-deveremos-simplesmente-corrigir-a-situacao/

 

++++++++++

OBS > Naturalmente que, depois de começado, não há como voltar atrás. Mas pelo que consta do artigo, se eles apenas reafirmarem o ensinamento oficial da IGREJA CATÓLICA, neste caso nem precisariam ter iniciado tão espinhoso caminho, bastaria marcar posição inarredável e irreformável baseados na Tradição. De fato, desta forma fica apenas na palavra de um contra o outro, porque a dúvida continua. Na minha opinião de mero leigo, o que deveria ser feito, além de reforçar a Doutrina de Sempre, seria declarar publicamente esta heresia, não somente a elçe, mas a todos os que apoiam suas opiniões. E ainda, o simples fato de ele negar resposta dá uma prova inequívoca de sua posição.

No mais, como simples leigo, continuo batendo na "causa primeira", reafirmando as regras claríssimas que regem, tanto uma renúncia, quanto um conclave: se estas regras forem cumpridades, como inapelavelmente devem ser, então não estamos falando de PAPA, mas de antipapa. Neste sentido, e assim sendo, qualquer leigo batizado pode julgá-lo, sem medo algum de ser acusado de heresia, ou ser excomungado da Igreja. 

Ademais, acompanho o Movimento Salvai Almas há tantos anos, e desde que houve este último conclave, em nenhuma mensagem ou resposta vi Nossa Mãe chamar ao Francis de papa... E se ela continua dizendo que Bento XVI é nosso PAPA, para um bom entendedor basta. E por pensar assim, e me expressar desta forma, não temo que alguém me lance um decreto do excomunhão, primeiro porque será inválido, e segundo porque ele cairá sobre a cabeça de quem o lançou. E isso vale para todos os católicos que ainda têm medo de se manifestarem contrários ao que hoje vem do Vaticano. Lá não mais reside o Espírito Santo. (Aarão)

 
 
 

Artigo Visto: 958 - Impresso: 10 - Enviado: 8

ATENÇÃO! Todos os artigos disponíveis neste sítio são de livre cópia e difusão desde que sempre sejam citados a fonte www.recadosdoaarao.com.br

 

 
Visitas Únicas Hoje: 531 - Total Visitas Únicas: 2.992.149 Usuários online: 53