Sejam Bem Vindos! Que Deus vos abençoe!

Página dedicada aos que amam as almas do Purgatório.
FAMÍLIA, FUNDAMENTO DA SALVAÇÃO
Documento sem título




 
 
30/06/2016
Os sinais do sol
Haverá sinais no Sol, na lua e nas estrelas. Os homens definharão de medo!...
 

Haverá sinais no sol...

O sol ficou completamente livre de manchas – Estaremos para entrar numa nova era glacial?
Yahoo Noticias International
Wed, Jun 29 12:30 AM PDT
Não entre em pânico, mas o nosso sol simplesmente ficou ‘em branco’ — a ausência total de manchas deixou a superfície solar igual a uma bola de sinuca. O fenômeno é parte dos ciclos solares — um sinal de que o “mínimo solar” (período de baixa atividade solar) está se aproximando — e os especialistas sugerem que uma nova “mini era do gelo” pode estar a caminho.
Paul Dorian, especialista em meteorologia do site Vencore Weather afirma: “Pela segunda vez este mês, o sol ficou completamente em branco.” “O sol sem manchas é um sinal de que o mínimo solar está se aproximando e de que haverá um número crescente de dias sem manchas ao longo dos próximos anos.”
“No início, a ausência das manchas vai se estender por apenas alguns dias de cada vez, depois continuará por semanas de cada vez, e finalmente durará por meses, período em que o ciclo de manchas solares chegará ao seu ponto mais baixo. A próxima fase do mínimo solar está prevista para 2019 ou 2020.”
Alguns especialistas preveem que em breve poderemos entrar em outra fase do “Mínimo de Maunder” — uma mini Era Glacial similar à que começou em 1645. Durante o “Mínimo de Maunder”, as temperaturas caíram tanto que o rio Tâmisa congelou.
A Professora Valentina Zharkova, da Universidade de Northumbria, prevê que haverá um declínio acentuado da atividade solar entre 2020 e 2050.
No ano passado, Zharkova declarou: “Estou absolutamente confiante em nossa pesquisa. Ela tem bom suporte matemático e dados confiáveis, que foram corretamente manipulados. De fato, os nossos resultados podem ser repetidos por qualquer investigador, usando os dados similares disponíveis em muitos observatórios solares, para que ele possa derivar sua própria evidência de um iminente “Mínimo de Maunder” no campo magnético solar e sua atividade.”

++++++++++++++

OBS > A reportagem anuncia: “não entre em pânico”, e realmente quem está com Deus, e que por estar com Deus está entendendo os mistérios deste tempo final, este não precisa nem deve temer nada. Entretanto, os que estão distantes Dele, os que não estão entendendo os sinais que o Céu inteiro nos anuncia, estes DEVEM já começar a tremer, porque é grande a Ira do Criador, Ira Santa e Justa, diante dos mentirosos do clima, dos bandidos que estão mentindo escandalosamente sobre os efeitos e sinais da natureza.

A reportagem também afirma que os cientistas desta matéria estão “absolutamente seguros”, daquilo que estão afirmando, e assim, se são eles a terem razão, sua tese desmascara os artífices do “aquecimento global”, estes mentirosos, que estão a penalizar a humanidade com suas teses absurdas, pondo em pânico grande parte das nações, que se sentem inseguras diante de tais mentiras. E a primeira grande mentira deles é que, nem que todos os países juntos, com todas as suas tecnologias, são capazes de gerar uma brisa benéfica e contínua, podem até causar estragos, e catástrofes imensas, mas não com medidas de contenção do aquecimento e sim com bombas e tecnologias de morte.

Ou seja: eles não conseguirão jamais dominar o clima, podem sim estraga-lo. Mas falo deles, dos bandidos do clima, que só almejam uma coisa: cobrar um imposto mundial sobre o ar que respiramos. De fato a terra já vendem, o fogo já vendem, a água já vendem, falta cobrar pelo ar que respiramos, tudo se resume nisso. E esta é a segunda mentira deles. A terceira é que NÃO EXISTE aquecimento global, isso é conversa fiada, mas poderá sim acontecer uma grande variação do clima, e esta reportagem sobre o comportamento atual do sol, pode ter a ver com as profecias, que nos falam de frios glaciais, e também de calores intensos. Isso está acontecendo, e poderá ocorrer ainda com maior intensidade, mas não por força direta do homem, e sim por decisão do Criador: somente Ele tem poder de ativar ou desativar, regular ou desregular os humores do clima do planeta. Só Deus domina sobre as tempestades e é capaz de acalmar os mares.

Seguramente, pelas mesmas mensagens proféticas atuais que nos previnem que haverá estes desequilíbrios e cada vez maiores, do clima, se poderá entender que são apenas sinais que o Céu nos envia, e se pode afirmar que, é como se Deus estivesse “temperando” o nosso organismo, para que possamos suportar aquilo que está chegando. Sabemos que existem tecnologias que podem provocar grandes estragos no clima, que virão bombas atômicas que chegarão a “romper o cinto de segurança dos continentes”, mas também sabemos que Deus é Bom Navegador, e saberá controlar tudo, para que restem vivos aqueles que, adiante, verão as maravilhas da Jerusalém Celeste, onde nunca mais haverá desequilíbrios climáticos. E ademais, será por um curto tempo!

Dito isso o que nos resta dizer aos que perguntam sobre o que podemos fazer a resposta é: NADA! Melhor dizendo, não podemos fazer nada para mudar o clima do planeta, mas podemos sim REZAR e muito para que Deus, em Sua Infinita Misericórdia, nos preserve das petas dos mentirosos do clima, e das garras dos inimigos que odeiam a quem os contradiz. Também nossas orações podem minimizar os efeitos perniciosos do clima, até porque, os que se mantiverem em oração e confiados em Deus, para estes o Pai reserva determinados refúgios seguros, onde terão a proteção dos anjos e terão água, comida e segurança para suas famílias, até que a tempestade passe.

Querem ver o que acontecerá neste dia? A Bíblia está repleta de citações a este respeito:

O sopro do Todo-poderoso se insurgirá contra eles e os dispersará como um furacão; a iniquidade fará de toda a terra um deserto, e a malícia derribará os tronos dos poderosos! (Sabedoria 5, 23)

Pois o Senhor virá no meio do fogo, com seus carros semelhantes ao furacão, para satisfazer sua cólera num braseiro, e cumprir suas ameaças em chamas ardentes; (Isaías 66, 15)

Serás visitada pelo Senhor dos exércitos com forte trovão, tremor de terra e estrondos, tempestade, furacão e chamas de fogo devorador. (Isaías 29, 6)

Persegui-os com a vossa tempestade, apavorai-os com o vosso furacão. (Salmos 82, 16)

Quando vier sobre vós um pânico, como furacão; quando se abater sobre vós a calamidade, como a tempestade; e quando caírem sobre vós tribulação e angústia. (Provérbios 1, 27)

Oráculo do deserto marítimo. Como um furacão desencadeado do meio-dia, assim vem isto do deserto, de uma terra horrível. (Isaías 21, 1)

Eis que vem, por ordem do Senhor, um homem forte e poderoso como chuva de pedras, um furacão destruidor. Como trombas de água que se abatem com violência, precipita (tudo) por terra. (Isaías 28, 2)

Pois bem! Eis o que diz o Senhor Javé: em minha indignação, desencadearei um furacão, em minha cólera, vou mandar uma tempestade, em meu furor de destruição, farei cair granizo. (Ezequiel 13, 13)

Clamai ao Senhor: Ai, que dia! O dia do Senhor, com efeito, está próximo, e vem como um furacão desencadeado pelo Todo-poderoso. (Joel 1, 15)

O DIA aqui anunciado é o Dia do Senhor, aquele que São Paulo nos avisa “virá como um ladrão”, sim, para os que estão cegos, não para os que estão observando atentamente, porque iluminados pelo Espírito Santo. Se existe na terra um ser humano que em sua cegueira diz “tudo vai bem, tudo vai bem”, podem desconfiar dele porque, ou tem um parafuso frouxo na cabeça ou alguns neurônios de menos. Se alguém imagina que Deus não nos está observando, e se acha que Ele não agirá no momento oportuno, pode ter certeza de que estará naquele dia como as “virgens imprudentes”, e será “pego pelo ladrão”, porque nada do que estamos fazendo ficará sem cobrança.

Qual o fim disso tudo? Quando o Senhor passar para vistoriar a terra, podem ter certeza de que será também como está no Salmo 49, 3: “nosso Deus vem vindo e não se calará. Um fogo abrasador o precede; ao seu redor, furiosa tempestade”. E como no Salmo 10, 6: Sobre os ímpios ele fará cair uma chuva de fogo e de enxofre; um vento abrasador de procela será o seu quinhão.

Como são poucos os que se dão contas dos sinais, fiquemos com o Capítulo 2 de Joel, que trata também deste Dia do Senhor. Ele nos avisa aquilo que nos acontecerá, e dá as instruções sobre nossos procedimentos, que podem aplacar em muito a Ira Divina. Porque não haverá apenas efeitos terríveis no clima, mas toda a civilização atual será visitada por guerras, crimes sem conta, assaltos, roubos, assassinatos mil, até que toda a terra seja lavanda em sangue.  Acreditem é para agora, a começar de hoje! Deixemos que o profeta explique!

1.Tocai a trombeta em Sião, dai alarme no meu monte santo! Estremeçam todos os habitantes da terra, eis que se aproxima o dia do Senhor, 2.dia de trevas e de escuridão, dia nublado e coberto de nuvens. Tal como a luz da aurora, derrama-se sobre os montes um povo imenso e vigoroso, como nunca houve semelhante desde o princípio, nem depois haverá outro até as épocas mais longínquas. 3.Diante dele um fogo devorador; atrás, uma chama abrasadora. Diante dele a terra é um paraíso; atrás, é um deserto desolador; nada lhe escapa.

4.Têm a aparência de uma tropa de cavalos, e como cavalos se precipitam: 5.dir-se-ia o estrondo de carros saltando sobre os cumes dos montes, ou o crepitar da chama que devora a palha, ou um formidável exército disposto em ordem de batalha. 6.Diante deles tremem os povos, os rostos empalidecem; 7.como valentes eles se precipitam (para o assalto), e escalam as muralhas como guerreiros. Segue cada um o seu caminho, sem confundir suas fileiras. 8.Não empurram uns aos outros, marcham cada um em seu pelotão. Abrem caminho por entre as armas, sem romper suas fileiras. 9.Espalham-se pela cidade, correm por cima dos muros, invadem as casas, entrando pelas janelas como ladrões.

10.Diante deles treme a terra, os céus vacilam, o sol e a lua se obscurecem, as estrelas perdem o seu brilho. 11.À frente do seu exército, o Senhor faz ouvir a sua voz, pois seu batalhão é imenso e poderoso para executar sua palavra. Sim, o dia do Senhor é grandioso e temível! Quem o poderá suportar? 12.Por isso, agora ainda - oráculo do Senhor -, voltai a mim de todo o vosso coração, com jejuns, lágrimas e gemidos de luto.

13.Rasgai vossos corações e não vossas vestes; voltai ao Senhor vosso Deus, porque ele é bom e compassivo, longânime e indulgente, pronto a arrepender-se do castigo que inflige. 14.Quem sabe se ele mudará de parecer e voltará atrás, deixando após si uma bênção, ofertas e libações para o Senhor, vosso Deus? 15.Tocai a trombeta em Sião: publicai o jejum, convocai a assembleia, reuni o povo; 16.santificai a assembleia, agrupai os anciãos, congregai as crianças e os meninos de peito; saia o recém-casado de seus aposentos, e a esposa de sua câmara nupcial 17.Chorem os sacerdotes, servos do Senhor, entre o pórtico e o altar, e digam: Tende piedade de vosso povo, Senhor, não entregueis à ignomínia vossa herança, para que não se torne ela o escárnio dos pagãos! Por que diriam eles: onde está o seu Deus?

Repito, onde está o seu Deus? O nosso Deus está nos avisando. Não foi Jesus Quem falou: Haverá sinais no Sol, na Lua e nas Estrelas? Não foi Ele Quem disse: Os homens definharão de medo diante do barulho do mar e das ondas? Então é apenas aguardar, o dia e a hora, da eliminação de ¾ parte da humanidade. Afinal onde as conversões? (Aarão)

 

 
 
 

Artigo Visto: 2355 - Impresso: 36 - Enviado: 16

ATENÇÃO! Todos os artigos disponíveis neste sítio são de livre cópia e difusão desde que sempre sejam citados a fonte www.recadosdoaarao.com.br

 

 
Visitas Únicas Hoje: 459 - Total Visitas Únicas: 3.078.640 Usuários online: 50