Sejam Bem Vindos! Que Deus vos abençoe!

Página dedicada aos que amam as almas do Purgatório.
FAMÍLIA, FUNDAMENTO DA SALVAÇÃO
Documento sem título




 
 
07/09/2016
Cartilha pornográfica do Vaticano
O bispo responsável por este programa - Dom Vincenzo Paglia - deveria ser submetido a exame psicológico.
 

Cartilha pornográfica do Vaticano

Fonte > http://www.onepeterfive.com/vaticans-new-sexual-education-program-threatens-youth/

Em 2 de setembro, LifeSiteNews publicou uma crítica incisiva contra o novo Programa de Educação Sexual Vaticano. O autor dessa crítica, Dr. Rick Fitzgibbons, o diretor do Instituto de Cura civil nos arredores da Filadélfia, opõe-se firmemente este novo programa que ele chama de "pornográfico" e uma "ameaça para a juventude." Ele vai tão longe ao ponto de alegar que o bispo responsável por este programa - Dom Vincenzo Paglia - deveria ser submetido a exame psicológico. Fitzgibbons diz:

O principal responsável pelo desenvolvimento e o lançamento deste programa nocivo, Dom Paglia, ex-líder do Pontifício Conselho da Família, deve ser levado à justiça e passar por uma avaliação por um conselho de revisão, conforme descrito nas normas da Carta Dallas pela colocação dos jovens em risco.

Fitzgibbons também solicita que o "programa de 'educação sexual' do Vaticano deve ser retirado pelo novo diretor do Pontifício Conselho da Família, Dom Kevin Farrell, o mais rapidamente possível para proteger a saúde da juventude católica." O próprio psiquiatra explica que alguns pontos do conteúdo do programa do Vaticano são perigosos para os jovens, devido à sua falta de advertência contra a conduta lasciva e promíscua, e também devido às chocantes "imagens contidas neste novo programa de educação sexual, algumas das quais são claramente pornográficas."

Ele continua: Minha reação profissional imediata [a respeito do programa de educação sexual do Vaticano] foi que esta abordagem obscena ou pornográfica perverte os jovens, psicologicamente e espiritualmente.

Os jovens também são prejudicados pela falta de avisá-los dos perigos de longo prazo de comportamentos promíscuos e sobre o uso de contraceptivos. Como um profissional que tratou ambos os autores, padres e as vítimas da crise dos abusos na Igreja, o que eu achei particularmente preocupante foi que as imagens pornográficas neste programa são similares àquelas usados ​​por predadores sexuais adultos de adolescentes.

Como fonte de informação adicional sobre este assunto, vale a pena saber que a Sociedade Cardeal Newman escreveu uma análise aguçada sobre este mesmo programa do Vaticano. Ele descreve o programa como se segue:

O Ponto de Encontro: Curso de Afetiva Educação Sexual para Jovens (http://www.educazioneaffettiva.org/) é um programa de educação sexual de alto nível escolar desenvolvido por "um grupo de casais em Espanha", promovido pela Conferência dos Bispos espanhóis e lançado online [disponível, assim, para todos os jovens no mundo!] pelo Conselho Pontifício do Vaticano para a Família em julho de 2016. Ele é destinado para uso em escolas Católicas, paróquias e casas.

A crítica do Programa do Vaticano, o Cardeal Newman Society é apenas tão forte quanto própria declaração Dr. Fitzgibbons '. Ela diz, como se segue: Nós achamos que o ponto de encontro faz uso frequente de imagens ​​sexualmente explícitas e moralmente desagradáveis, que não conseguem identificar claramente e explicar a doutrina católica a partir de fontes elementares, incluindo os Dez Mandamentos e o Catecismo da Igreja Católica, e isso compromete a inocência e a integridade dos jovens com menos cuidado legítimo de seus pais.

Esta declaração corajosa e encorajadora feito pelo Cardeal Newman Society -, bem como a crítica pelo Dr. Fitzgibbons - irá dar muita força para os católicos que tentam permanecer fieis ao ensinamento de Cristo em um momento em que também o papa parece fazer, cada vez mais, acomodações com o mundo. É significativo que o papa deu agora recentemente várias posições de destaque na Cúria para este mesmo Dom Paglia.

No entanto, enquanto este novo documento de educação sexual do Vaticano em si é altamente preocupante, e até mesmo um novo passo para relaxar ainda mais o ensinamento moral da Igreja sobre o matrimônio e sexualidade, é preciso notar que tem havido agora por um bom tempo na Igreja uma falta da atenção sobre a importância da pureza, da castidade e modéstia.

Há um ditado de Nosso Senhor como registrado nos Evangelhos que sempre ficou comigo depois que eu ouvi pela primeira vez. Ela vem do Evangelho de São Mateus, capítulo 5, e ele diz:

27. Ouvistes que foi dito aos antigos: Não cometerás adultério. 28. Eu, porém, vos digo: todo aquele que lançar um olhar de cobiça para uma mulher, já adulterou com ela em seu coração. 29. Se teu olho direito é para ti causa de queda, arranca-o e lança-o longe de ti, porque te é preferível perder-se um só dos teus membros, a que o teu corpo todo seja lançado na geena. 30. E se tua mão direita é para ti causa de queda, corta-a e lança-a longe de ti, porque te é preferível perder-se um só dos teus membros, a que o teu corpo inteiro seja atirado na geena.

Com estas palavras, o Senhor coloca uma exigência moral mais elevada em nós, homens e mulheres, para simplesmente não cometermos quaisquer atos flagrantes de e próprios de adultério. Ele diz explicitamente que também podemos cometer um pecado grave com nossos olhos e em nossos corações. Com este alto padrão em mente, a Igreja Católica infatigavelmente deve fazer tudo o que está em seu poder para defender a sua doutrina tradicional sobre a pureza e a temperança e sobre a castidade e a modéstia; e nós mesmos como católicos devemos responsavelmente conduzir-nos de tal forma e com um comportamento tão modesto, que não estejamos a tornar-nos uma ocasião de pecado para os outros - agindo especialmente para o bem dos nossos filhos.

Praticamente, quando andamos em público ao sairmos de casa, devemos nos vestir de uma forma tão modesta que ela não seduza, muito menos induza a alguém a cair naqueles pecados acima descritos. Mas, não só o nosso vestido, também os nossos gestos o andar e os movimentos podem tornar-se atraente. Isto é onde algumas das guerras culturais começam, porque muitas coisas permeadas em nossa cultura foram construídas exatamente para induzir os jovens mais sensatos a imitarem condutas que sutilmente convidam ao pecado.

É aqui que a Igreja deve explicar o perigo, abrir os olhos e ajudar a orientar-nos a ficar longe de filmes que são sutilmente ou manifestamente sedutores e outros tais meios de comunicação que nos atraem para a manipulação e o esgoto moral de Hollywood - um lugar cujos habitantes não são conhecidos por sua virtuosidade, mas pela vida pregressa, especialmente, no que diz respeito ao casamento e à família. Se nós expusermos nossos pequeninos por horas durante o dia a essas mídias que tentam influenciá-los para longe do caminho de Cristo, como chocar-se se eles habitualmente seguirem esta linha hedonista e imodesta de vida quando envelhecem?

A Igreja Católica tem muitas vezes anteriormente, nos dado uma formação de proteção e orientação intelectual e moral em relação a nossa juventude mais preciosa e aos "pequeninos" de Cristo. Houve um tempo em que ela agia conforme as Palavras de Nosso Senhor que foram escritas para serem seguidas real e sinceramente. Era então que ela estava em conformidade com as Palavras de Cristo: "Seria melhor para ele, que uma pedra de moinho amarrada ao seu pescoço, e fosse lançado ao mar, do que ele deveria escandalizar um destes pequeninos." (São Lucas 17: 2) Não seria então o momento em que, pelo menos, os pais ajam de acordo com o padrão do Senhor?

+++++++++

OBS > Este artigo, traduzido pelo Google, vem bem a calhar porque explica melhor a menção que fiz em um artigo anterior, sobre uma malsinada “cartilha” ou “curso” para “educação sexual afetiva” de jovens e crianças, lançada pelo Vaticano, e que tem levantado muitas polêmicas, especialmente nos meios Tradicionais – onde sempre andará a Santa, Única e Verdade Igreja Católica Apostólica Romana, a de Cristo – e por psicólogos católicos de renome e associações em Defesa da Família. Eu de fato tenho me lançado desde muitos anos contra esta crescente onda de demolição Moral que assola o mundo, mas agora sinto repugnância quando vejo que parte do Vaticano uma contra catequese, que é taxada pelos estudiosos como pornográfica. Este é um sinal claro de que este mundo está no fim!

Tenho explorado um elemento, que parece ser o fulcro central deste descalabro, onde nos parece que, não somente no meio escolar da educação dos nossos filhos e netos, mas agora também nesta falsa igreja – falsa porque vestiu a pele do cordeiro, quando é um manifesto covil de lobos – as questões relativas à sexualidade parecem estar sendo enaltecidas como meta suprema do homem. Estes assuntos tomam cada vez mais espaço na catequese, deixando de lado a Sã Doutrina e os Sacramentos. Deixam a salvação e abraçam a perdição! Pois o hediondo disso tudo é que não se trata do estudo e do ensino sobre uma sexualidade sadia e uma moral mais elevada, conforme a Lei de Deus, mas exatamente o contrário, tanto na escola, como agora na igreja, o que se ensina é a imoralidade e até a perversão.

Na escola civil, crianças da mais tenra idade - cinco anos - estão sendo manipuladas em vista de uma antecipada atenção e curiosidade sobre a sua sexualidade, antes que a idade natural – em torno dos 10 a 11 anos – atue neste sentido. Querem agora que as crianças inocentes sejam iniciadas nos fundamentos do ato sexual, não para o seu bem, nem para sua sexualidade e sim para que a sua santa inocência seja conspurcada e maculada com os pecados da carne, até mesmo antes da idade da razão. Não bastasse o mundo podre, de moral corrompida e putrefata envolver-se neste gravíssimo escândalo, vem agora o Vaticano com sua cartilha imoral, avalizar este projeto do diabo. Em conformidade com seu líder atual.

A coisa foi lançada pela falsa igreja meio escondido, como soe acontecer com as súcias do diabo, e muitas pessoas alegaram ter dificuldade de acessar as páginas desta pornografia vaticana, das quais consegui ver apenas algumas das fotos ilustrativas, e isso me bastou. Como viram, cartilha montada por casais pervertidos da Espanha – se fossem santos não teriam feito isso – aprovada pela imoral Conferência Episcopal da Espanha, a aprovada por um bispo imoral, que exatamente por ser assim, tanto aprovou esta cartilha, como está na posição em que está dentro do Vaticano exatamente por ser ruim e mau. Foi ele quem disse, em linhas indiretas, que a comunhão aos casais em segunda união, aberta pelo mau sínodo, estava em curso e que nada a mudaria, como de fato aconteceu com a malsinada “Amoris Laetítia”, em seu oitavo capítulo.

Então o lamento do autor acima é o de que, houve um tempo em que a Igreja Católica se pautava por uma moralidade santa, baseada fielmente nas Sagradas Escrituras e no Catecismo, entretanto agora, cedendo ao mau espírito do mundo, adentrou na mesma torrente de lama que hoje submerge a humanidade, e já não pode nem deve ser seguida em seu ensinamento. E alerta os pais católicos, que desejam viver conforme os ensinamentos de Deus, para que não cedam à doutrina de satanás, porque somente ele é quem deseja a perversão das crianças. Porque, mesmo que do vaticano venha este mau ensinamento, cabe aos católicos o discernimento baseados na Lei de Deus. E católico que aceita passivamente este tipo de cartilha e de curso, que se cuide: Deus o poderá julgar e condenar como corruptor de menores! Ninguém poderá alegar diante do Juiz que não sabia que isso é coisa maligna.

Por último, e já me faço recorrente, tenho que expressar meu lamento quanto ao líder do Vaticano, que no fundo está por trás desta acomodação da igreja dele, a aparente, quanto ao espírito repulsivo de satanás. E deixo mais uma vez a pergunta: até quando Senhor ficarás sem agir contra estes corruptores de crianças? (Aarão)

 
 
 

Artigo Visto: 1499 - Impresso: 19 - Enviado: 15

ATENÇÃO! Todos os artigos disponíveis neste sítio são de livre cópia e difusão desde que sempre sejam citados a fonte www.recadosdoaarao.com.br

 

 
Visitas Únicas Hoje: 707 - Total Visitas Únicas: 3.144.043 Usuários online: 54