Sejam Bem Vindos! Que Deus vos abençoe!

Página dedicada aos que amam as almas do Purgatório.
FAMÍLIA, FUNDAMENTO DA SALVAÇÃO
Documento sem título



 
 
25/06/2005
Ama a Tua Igreja
 
A Igreja - 01 Ama a Tua Igreja
A Igreja - 01 Ama a Tua Igreja

AMA A TUA IGREJA
22/06/2002
 
   Com esta palavra chave, abrimos o pano deste nosso “site”. Sob a égide de Jesus e de Maria, desfraldamos o estandarte do “Fim dos Tempos”, juntamente com milhares de outros arautos que seguem a pistas dos sinais que Deus nos tem enviado. Só os cegos não os percebem. Só os surdos deste tempo de milhões de ruídos nada ouvem. Só os incautos não os sentem! Só os iludidos por satanás os renegam! Mas nós que cremos firmemente na promessa de Jesus Cristo, embora todos os percalços e contratempos, nos dispomos a seguir avante. Nosso objetivo é um só: lutar pela nossa querida Igreja Católica Apostólica Romana com submissão total ao seu último Papa: João Paulo II! Até o fim!
 
   Sim, é com a coragem de quem não se deixa iludir ou intimidar...
- nem pelo canto de sereia das falsas doutrinas, que a dizem ultrapassada;
- nem pelo uivo satânico do modernismo, que a quer igreja de satanás;
- nem pelo ufanismo de teólogos soberbos criadores de igrejas particulares;
- nem pelo brado insano dos agnósticos que pregam o fim de Deus;
- nem pelo grasnado dos corvos da mídia que ora fazem dela o seu repasto;
- nem pelos ataques dos falsos que nela se aninham no intuito de a destruir;
- nem pelos arroubos das seitas que a criticam, depredam e caluniam;
- nem pela fraqueza de alguns clérigos que insanamente a tem denegrido;
- nem pelo rosnado das feras que querem o afastamento imediato de João Paulo II;
- nem pela frieza dos católicos tíbios que são hoje coro da maioria;
- nem pela falta de ação de alguns altos prelados que já não a defendem mais;
- nem pelos desvios das correntes que a querem exclusiva dos pobres de bens materiais;
- nem pelo desleixo dos sacerdotes que não se confessam nem com confessam mais;
- nem pelo abandono dos sacrários e o desprezo sistemático da Eucaristia;
- nem pelo desvario dos que a querem político-partidária e tendenciosa;
- nem pela loucura dos que pregam o ecumenismo à custa dos nossos dogmas;
- nem pela cegueira dos que renegam Maria, como Mãe de Deus e Mãe da Igreja;
- nem pela inépcia dos que imaginam poder destruí-la como coisa qualquer;
- nem pela insanidade dos que renegam os Sacramentos como caminhos de salvação;
- nem pelo ateísmo dos que pregam um cristo guerreiro e uma igreja vermelha;
- nem pela revolta dos que negam o primado de João Paulo II;
- nem pela desobediência dos que não se submetem à doutrina da verdade;
- nem pelos falsos profetas que a pretendem dirigir e governar;
- nem pela insânia dos que dentro dele dividem e segregam.
 
   Eis ai um retrato dos que atacam a Igreja Católica hoje! Este é um panorama dos seus adversários em potencial. Todos eles guiados pelo inferno têm direcionado suas baterias de ataque contra todos os setores, não deixando de fora nenhum detalhe a ser explorado. Cada centímetro da Igreja Católica tem sido vasculhado em busca de falhas e defeitos. Desde a sua história passada – em séculos de loucura coletiva – até o presente milimétrico, tudo é pesado, contado e avaliado como se ela fosse a vidraça dos tempos.
 
   Todas estas coisas nós sabemos! Tudo isso denunciamos sem temor, mesmo porque Jesus não gosta de covardes. Também não gosta dos mornos, daqueles perniciosos católicos que hoje em dia são milhares, que não se envolvem com nada, que não lutam pela sua Igreja e que quando fazem alguma coisa é para criticar aqueles trabalham por ela. Falar mal daqueles que defendem a sua Igreja com tenacidade, pois se fazem apóstolos dos últimos tempos, submissos a Jesus e Maria.
 
   Isso tudo, pois, não nos deve intimidar, de forma alguma. Vejam a ação maravilhosa de João Paulo II. Para ele vale o ditado “enquanto os cães ladram, a caravana passa”. Isso é, enquanto e à medida que os detratores da Igreja sacam dos tempos idos as falhas dela, uma a uma
ele as rebate com um humilde pedido de perdão. Assim foi com Galileu Galilei em 400 anos de ostracismo. Assim será com qualquer um que tenha sido lesado, ou mesmo que não tenha sido, cada um consegue de João Paulo II o perdão. Pedido de perdão ontem, aos judeus, pela pseudo-falha de Pio XII, durante a 2ª Guerra. Pedido de perdão hoje, para às vítimas inocentes de certos sacerdotes envolvidos pelo mal.
 
    Enfim, perdão, sempre perdão! Sim, o mundo exige uma Igreja de joelhos? Sim, ela se coloca de joelhos e pede perdão até para quem nada ela deve! Perdão com ou sem culpa! Não é o tronco rijo que extrai da água os grandes peixes, mas a vara flexível que os cansa e extenua! Não é a roda de aço que transpõe as grandes distâncias, mas o simples pneu macio do carro, cuja borracha cede ao tranco e evita o desgaste.
 
    Entrementes, o que os adversários da Igreja não percebem é que quanto mais atacada ela é, mas forte se torna! Quanto mais humilhada é, mais perfeita fica aos olhos de Deus! Quanto mais discriminada é, mais poderosamente se transforma, pois é o Espírito de Deus quem a conduz! Por isso, enquanto os seus adversários caem um a um, a Igreja continua e se fortalece! Quem segue ainda as doutrinas de um Ario? Um Juliano? Um Pelágio? O tempo os devorou... e sobrou sempre a Igreja! E assim será também com Lutero, Calvino, Henrique VIII, Zwinglio & outros fundadores de seitas! E queiram as seitas ou não:
   
    Há uma barca só, a de Pedro: se você quiser passar pela tormenta que se aproxima, pule nela e agarre-se firmemente! Ele á a única eterna e a única fundada por Jesus Cristo!
 
    Há uma Igreja só, a de Pedro: se você quiser garantir a salvação de sua alma, entre nela! Só ela tem a Confissão que restaura e o Pão da Vida Eterna, garantias seguras!
 
    Há um caminho só, o de Pedro: se há um só Jesus, há uma só Igreja! Se Jesus é o único caminho que conduz a Deus, então a Igreja Católica é a única que vai por este caminho!
 
    Há uma verdade só, a de Pedro: toda a verdade possível está apenas com a Igreja Católica Apostólica Romana! Tudo o que os outros dizem ter de verdade é tirado dela!
 
    Há uma só Vida, a de Pedro: para a vida eterna, só se vai pelo caminho e pela verdade; a verdade da Igreja Romana. Paradoxo irrefutável!
 
    Sem ufanismo! Sem falsa modéstia! Sem o orgulho dos hipócritas, nem a inveja dos que andam a margem. Apenas com aquela certeza humilde, dos que não se deixam abalar por nada, pois a Verdade é irrefutável e inegociável. Apenas com aquela fé sincera, que embora insipiente, é capaz de continuar buscando esta verdade sabendo discernir. Assim, mesmo que sobre a Igreja se abatam milhões de ventanias, munidos desta fé humilde e inabalável, estaremos cheios de esperança na vitória. Tudo isso, pois, que se abate agora sobre a nossa querida Igreja Católica, é nada mais que o hálito pestífero do inferno em seu estertor final.
 
    Enfim, é preciso que assim seja! Se tivermos que dar a outra face para bater, porque não? Acaso o Mestre não fez isso? Se tivermos que dar a vida por ela, qual o problema? Acaso Jesus não fez o mesmo? É preciso então que todas as letras da Palavra Eterna se cumpram: apostasia, abandono da verdade em busca do vazio das seitas, renegação do batismo em praça pública, ataques dos maus e da mídia, falsas teologias, falsos profetas, tíbios, mornos, frios, a existência hoje de tudo isso é prova segura de que chegamos ao limiar de um novo tempo; para lá do horizonte está a Nova Terra e o Novo Céu! Aqui, ainda, a escalada da última montanha. Esta montanha é a do Gólgota! É preciso que a Igreja o transponha também, pois se “o discípulo não é maior que o mestre”.
 
    E depois do Calvário e da morte, vem a “Ressurreição e a Vida”. Quem crê nisso, tem a Vida Eterna juntamente com Aquele que a conquistou com seu Sangue. Agarre-se, pois, firmemente, à barca de Pedro, a única nau, da última tempestade. E quando ela, a única, aportar em segurança, depois dos terremotos finais, será ela
tornada na Jerusalém Celeste (Ap 21), a morada Santa de Deus entre os homens. Só existe este caminho, o único seguro e garantido:
 
Igreja Católica: “ame-a, ou deixe-a”!
 
Aarão!
   
 
 


 
 
 

Artigo Visto: 1669 - Impresso: 50 - Enviado: 7

ATENÇÃO! Todos os artigos disponíveis neste sítio são de livre cópia e difusão desde que sempre sejam citados a fonte www.recadosdoaarao.com.br

 

 
Visitas Únicas Hoje: 165 - Total Visitas Únicas: 3.487.457 Usuários online: 80