Sejam Bem Vindos! Que Deus vos abençoe!

Página dedicada aos que amam as almas do Purgatório.
FAMÍLIA, FUNDAMENTO DA SALVAÇÃO
Documento sem título



 
 
04/05/2006
Indulgência Urgente 2
 
A Igreja - 13 Indulgências Urgente (2)
A Igreja - 13 Indulgências Urgente (2)

2030213 INDULGÊNCIAS URGENTE (2)
 
   Assim, munido dos pré-requisitos e imbuído dos propósitos acima expostos, você poderá, por exemplo, obter esta indulgência plenária, a qual você pode obter apenas uma por dia (parciais não há limite), cada vez que:
 
1)      Permanecer em adoração ao Santíssimo, por mais de meia hora! De preferência,  seja esta adoração de joelhos, como forma de adoração e mesmo penitência; pelo menos que o façam as pessoas mais fortes fisicamente;
 
2)   Visitar as basílicas patriarcais de Roma numa destas formas e dias:
a)   no dia do santo titular
b)   em qualquer festa de preceito
c)   uma vez por ano, à escolha do fiel
 
3)   Visitar o cemitério para rezar pelas almas, nos dias de 01 a 08 de novembro. Nos outros dias, alcança-se apenas a indulgência parcial;
 
4)   Participar da cerimônia da adoração à Santa Cruz, na Sexta-Feira da Paixão;
 
5)   Rezar diante de uma imagem do crucificado a oração “Eis-me aqui, ó bom e dulcíssimo Jesus”, apenas nas sextas-feiras da Quaresma. Nos outros dias,  indulgência parcial;
 
6)   Recitar em ato solene e público o Ato de reparação “Dulcíssimo Jesus”, no dia da festa do Sagrado Coração de Jesus;
 
7)   Recitar em ato solene e público o Ato de Consagração do gênero humano a Jesus Cristo Rei, o Dulcíssimo Jesus Redentor, na festa de Jesus Cristo Rei;
 
8)   Receber o sacramento da unção dos enfermos. (É grande ato de caridade levar o sacerdote aos doentes, para receber este grande e precioso sacramento.  Quem, por sua culpa, deixar de prestar este socorro ao doentes, terá  de acertar as contas com o Pai);
 
9)   Usar devotamente objetos de piedade como escapulários, medalhas e crucifixos, desde que bentos pelo Papa ou por um Bispo. A indulgência plenária acontece apenas no dia da festa de São Pedro e São Paulo. Nos outros dias, a indulgência é parcial;
 
10) Participar das santas missões, ouvindo as pregações, participando ainda do ato solene de encerramento destas missões;
 
11) Assistir à missa da primeira comunhão de alguém, ou fazer esta primeira comunhão;
 
12) Assistir devotamente à primeira Missa de um neo-sacerdote, em data marcada;
 
13) Assistir à missa jubilar de um sacerdote, nos 25, 50 ou 60 anos de sacerdócio;
 
14) Ler e meditar a Palavra de Deus, a Bíblia Sagrada, mesmo em sua casa, por um espaço superior a meia hora. ( Menos que isso, a indulgência é apenas parcial);
 
15) Visitar piedosamente a igreja onde se realiza o Sínodo Diocesano, recitando ali o Pai-Nosso e o Credo;
 
16) Participar solenemente do canto  “Tão sublime Sacramento”, em duas ocasiões especiais: 1) Na Quinta-Feira Santa, depois da missa da Ceia do Senhor! 2) Na ação litúrgica da solenidade do Santíssimo Corpo e Sangue de Cristo;
 
17) Recitar solenemente, no último dia do ano, o “Te Deum” (A Vós, ó Deus); (não é preciso que você próprio recite, mas que participe devotamente do recital);
 
18) Recitar devota e publicamente o “Veni Creator Spíritus”, e
m duas ocasiões: 1) No primeiro dia de janeiro; 2) na solenidade de Pentecostes;
 
19) Participar do piedoso exercício da Via Sacra, diante e movimentando-se a cada uma das 14 estações.(Quando é ato público, basta que o dirigente se movimente);
 
20) Visitar uma igreja ou o altar, no dia da dedicação, e aí rezar piedosamente o Credo e o Pai-Nosso;
 
21) Visitar piedosamente uma igreja ou oratório, no dia da comemoração de todos os fiéis defuntos, rezando as orações do Credo e do Pai-nosso. (Aplicável somente às almas do Purgatório)
 
22) Visitar piedosamente uma igreja ou oratório de religiosos, na festa do seu fundador, e ali rezar piedosamente o Credo e o Pai-Nosso;
 
23) Assistir devotamente a uma santa Missa presidida pelo Sr. Bispo, por ocasião da visita pastoral à comunidade ou paróquia;
 
24) Fazer a renovação das promessas do batismo, por ocasião do aniversário de seu batismo ou por ocasião da Vigília Pascal;
 
25) Rezar o Rosário, recitado na Igreja ou oratório, em família, na comunidade religiosa ou em piedosa associação. Se for feita a piedosa meditação dos mistérios, basta a recitação do Terço, desde que feito em voz alta e as cinco dezenas de uma só vez.
 
     Temos aí algumas formas e fórmulas de adquirir a indulgência plenária. Não perca nenhuma chance dessas quando ela aparecer. Esteja atento! Chamamos a especial atenção para os itens 01, 14, 19 e 25, os quais, devidamente observados, podem valer indulgência plenária todos os dias. (Só pode ser lucrada uma indulgência plenária por dia, mesmo que por fórmulas diferentes) Quanto aos outros, todos válidos, é preciso estar ciente e atento, para não perder nenhuma data ou ocasião especial de lucrar a plenária. Algumas são extremamente simples. E não duvide que elas funcionam. Também lembramos, que a indulgência plenária pode ter as seguintes aplicações:
 
1)      Você a lucra por você mesmo, isto é, na sua própria intenção;
2)      Você a lucra por uma alma específica de acordo com a sua vontade;
3)      Você a entrega a Nossa Senhora para que Ela faça o uso da indulgência, para a alma que for do interesse do Pai;
 
    Damos um exemplo recente: um senhor, nosso conhecido, faleceu recentemente tendo ao redor seus familiares, de mãos dadas entre cantos e orações emocionadas. A partir daquele dia, sua filha mais nova passou a sonhar todas as noites com o pai. Ele dizia sempre que estava num lugar escuro, mas estava bem. E assim foi por algumas semanas. De toda a família, apenas uma das filhas acreditava nas indulgências, então sugerimos que ela fosse adquirir a indulgência plenária jubilar, seguindo fielmente a norma da Igreja. Eis que, na mesma noite, a filha que sempre sonhava com o pai, teve outro sonho. Viu que ela própria ia caminhando de mãos dadas com o pai direto para um grande luz. De repente, o pai solta as mãos e adianta-se um pouco. Depois volta-se e diz:  “Agradece a X (a filha que tinha adquirido a plenária naquele mesmo dia, à tarde), é por causa dela que estou indo”. Ele teria de permanecer no Purgatório por três anos, menos sete dias.
 
    Até então, uma não sabia que a outra tinha adquirido a indulgência plenária pelo pai. Quando isso foi revelado, ambas se abraçaram e choraram muito. De alegria! Hoje, ambas rezam em família as 15 Orações de Santa Brígida, para a salvação de toda a família. Rezam com esposo e filhos todos os dias, conforme as temos no livro “Salvai Almas”, Fundamentos da Salvação. Toda a família, aliás,
divulga os livros e reza pelas almas.
 
    Que acontece em relação ao Purgatório? Muitos até visitam seus entes queridos, levam flores e limpam o túmulo. Há cemitérios “espetaculares”! (Mas também muitos “montes de podridão). Que adianta apenas levar flores e limpar o túmulo, se a pessoa não reza nem uma Ave-Maria? Que adianta mandar rezar missa pelo falecido, se quem mandou rezar não assiste à missa? Que tipo de amor é este pelos seus entes queridos? Vejam que o AMOR é a medida de todas as coisas. Vale é o amor pelos padecentes. Vale é a devoção e o ardor que você põe em seu pedido. Eis que Nossa Senhora mesmo disse, que nenhum pedido deixa de ser atendido em relação às almas, se for pedido com verdadeiro amor.
 
   Temos ultimamente recebido centenas de telefonemas de pessoas que dizem sonhar com os seus  falecidos. Pois quase sempre, nestes casos, é exatamente porque a pessoa está no Purgatório e necessitada de suas orações. É a Misericórdia Divina que permite esta espécie de comunicação, para que você tome sentido da necessidade daquela alma, para que você apenas se lembre dela. Vale lembrar que não se trata de espiritismo, condenado pela Igreja, cuja prática consiste na evocação dos mortos. Por isso, em todos os casos, especialmente quando estes sonhos são repetitivos e insistentes, sempre que instruímos a pessoa a adquirir uma indulgência plenária por aquela alma, imediatamente param os sonhos. Que sinal maior você poderá querer quanto à eficácia das indulgências? E assim, se funcionam para os falecidos, também funcionarão  para você. Afinal, é tão mais fácil ter fé agora, ser piedoso, humilde e agir em espírito cristão de caridade perfeita, que sofrer talvez por anos e séculos no Purgatório por causa do nosso relaxamento, pouco caso, teimosia e orgulho.
 
  Enfim, o assunto é apaixonante. Mínimas coisas podem levar uma alma ao Céu, por livrar-se das penas do Purgatório. Um exemplo: um certo sacerdote bem velhinho, aqui do Brasil, estava recentemente rezando seu breviário à noite, quando ao seu lado surge a figura de uma antiga empregada doméstica da casa paroquial, falecida há muitos anos. Ela pediu apenas: “Padre, amanhã, quando você for rezar a missa, me coloca em suas intenções?”. “Sim, filha”, respondeu ele, “vou fazer isso!”. Pois bem, no outro dia, quando ele se paramentava bem cedo para rezar a missa, novamente a alma se achegou a ele e disse: “Padre, não precisa mais me colocar em suas intenções. Eu já estou no céu! Eu precisava apenas que o senhor se lembrasse de mim. Viu? Só pelo fato de lembrar de alguém, você já está rezando por ele. Da mesma forma o amor: se você tem verdadeiro amor, basta um suspiro para salvar almas! Se você não tem amor, nem rezando mil terços vai salvar alguém... nem a você.
   
     Assim, lembre-se você também de seus entes queridos. Se você tem dúvidas quanto a sua salvação direta ao Céu, adquira indulgência plenária por eles. Em suma, não perca a esperança também em relação aos vivos. Mesmo que alguém esteja vinculado diretamente à maçonaria, ao espiritismo, às seitas satânicas, os piores caminhos. Por experiência, afirmamos: se há uma pessoa que reza ded verdade, por um ente querido, com o coração contrito e humilhado, mesmo que ele leve uma má vida, não deve apavorar-se. Ele fatalmente se salvará por causa de seu amor. Até mesmo “contra a vontade”. Então, mantenha a fé. Nenhum pecado é maior que a Divina Misericórdia. Duvidar disso é o pecado que não tem perdão, o pecado contra o Espírito Santo.
 
     Terminando: você tem aqui um breve texto sobre as indulgências plenárias. Mas é preciso saber mais sobre elas, seu valor e seu poder. Não despreze também as indulgências parciais. Por isso, indicamos dois livros em especial, onde há outros 45 tipos de orações e atos indulge
nciados, perfeitamente válidos em todo o mundo: 1) Manual das Indulgências, normas e concessões – da CNBB – Editora Paulus; 2) O que são as Indulgências, do professor Felipe Aquino – Editora Cléofas – fone e fax: 0xx-12-552-6566 – e-mail, felipe@fastnet.com.br. Estes livros explicam tudo muito claro, inclusive no livro do professor Felipe está  bem apresentada a questão das indulgências em relação a Lutero e os protestantes. Tenha sempre estes livros em casa. Consulte-os! Aprenda a ser igreja!
 
     Não se esqueça: compre logo o seu bilhete no elevador, pois ninguém sabe o dia nem a hora de nenhum acontecimento, a não ser por graça especial do Pai. Não seja, pois, teimoso – por não acreditar -  ou orgulhoso, por achar que não precisa. Todos precisamos e todos podemos lucrar estas indulgências, por nós ou por nossos entes queridos.
 
      Creia, leitor amigo: A Segunda Vinda de Jesus está próxima! Os sinais estão todos aí e só os cegos por satanás não os querem ver. Antes, porém, virá o Aviso de Deus. Depois virá o Grande Sinal de Deus, o Milagre. Depois virá o castigo que termina com os três dias de trevas. Mas não  espere eles chegarem, ANTES de você ter ido ao seu confessor. Não acredite na doutrina que diz que você pode se confessar direto com Deus, se assim fosse, Jesus não teria dito para os apóstolos: “Àqueles a quem perdoardes os pecados, ser-lhes-ão perdoados; àqueles a quem os retiverdes, ser-lhes-ão retidos”.  Não deixe também para depois a busca da remissão de suas penas. Esse “DEIXE  PARA DEPOIS”  é uma   sugestão de satanás. Santo Expedito que o diga! O nosso lema de cristão é  HOJE! Sim, “é HOJE que eu vou me converter!”.
 
     Uma última pergunta: você quer também passar vivo para o Novo Reino, e lá ser completamente feliz, não quer? Então lucre o máximo de indulgências possíveis! Veja que o tesouro da Igreja é imenso e os méritos de Jesus são infinitos. Ou você quererá viver aqui tendo ainda seu purgatório às costas? Com este corpo defeituso que temos? Sem o corpo glorioso e leve dos que nada mais devem das penas de seus pecados?
 
    Corra, que o tempo é curto! Leve esta mensagem a muitos, pois os que tiverem introduzido muitos nos caminhos da justiça, fulgirão como estrelas, com perpétuo resplendor (Dn 12,3) Seja você inteligente, pois os que tiverem sido inteligentes, fulgirão como o brilho do firmamento.
 
Mas que tudo seja apenas para a Glória do Pai, do Filho e do Santo Espírito.
 
Com Maria, num profundo amor e respeito pelas almas.
 
Carinhosamente
 
 Arnaldo!


 
 
 

Artigo Visto: 3107 - Impresso: 82 - Enviado: 36

ATENÇÃO! Todos os artigos disponíveis neste sítio são de livre cópia e difusão desde que sempre sejam citados a fonte www.recadosdoaarao.com.br

 

 
Visitas Únicas Hoje: 635 - Total Visitas Únicas: 3.513.513 Usuários online: 48