Sejam Bem Vindos! Que Deus vos abençoe!

Página dedicada aos que amam as almas do Purgatório.
FAMÍLIA, FUNDAMENTO DA SALVAÇÃO
Documento sem título




 
 
22/07/2006
Plano da fera (1)
 
Apocalipse - 14 Plano da fera (1)
Apocalipse - 14 Plano da fera (1)

2050314 O PLANO – Parte 1 (Texto antigo escrito em 2005)
 
     Que o Arcanjo São Miguel me acompanhe neste novo texto, onde volto a entrar em um tema de suma importância. Nele pretendo mais uma vez trazer alertas sobre aquilo que se passa nos bastidores do mundo, onde as cenas que aparecem são programadas e nada têm de casuais. Vou procurar ser bem ameno nos termos, embora a certeza da existência de um projeto ultra demoníaco como este, nos devesse tomar e trazer palavras de horror. Vou precisar separar mais uma vez em dois textos, para que tudo fique bem claro, e fácil de entender. Há um projeto mundial em curso, um plano do inferno que segue a toda força: chama-se, pela frente, “globalização”, por trás em verdade: plano de adoração a Lúcifer! Precisamos tentar todas as formas de alertar as pessoas para tudo isso! Vejamos:
 
     Onde se fazem as novelas é assim: monta-se um projeto global, a linha geral das ações ou a trama central – dizem o tal “roteiro” – e em cima disso o autor vai realizando testes e experiências, tudo dependendo de como reage a platéia. E personagens ou situações passam a ter mais ou menos peso, dependendo da necessidade ou da situação. Sim, sempre, há um objetivo principal em mente e muitas vezes não importa os meios que se usa para se chegar a este objetivo, nem que seja a mentira, a calúnia, a hipocrisia, a farsa grotesca e a malignidade dos personagens envolvidos. O autor do plano é então o anjo negro, que inspira homens de carne! Como ele não é Deus, precisa ir tateando, pelo erro acerto. E vamos mostrar aqui que são pessoas insuspeitas, gente de bem e boa, os que incautamente o estão ajudando. Muitas vezes, nós mesmos somos seus colaboradores!
 
     O ser humano é na verdade um poço de estupidez. O demônio acha que somos montes de esterco, e muitas vezes ele tem razão, porque não usamos a inteligência. Sim, Deus nos criou inteligentes e nos fez capazes de discernir as coisas, o bem do mal, entretanto a imensa maioria de nós tem facilidade extrema em se deixar enganar, iludir e mal conduzir até mesmo para o abismo, porque parece há uma ânsia exacerbada em seguir o que é aparentemente mais fácil e vistoso. Então, como carneiros idiotas, nós somos levados ao matadouro sem reação ou reclamação. Se nos apresentam um projeto com nome bonito, vistoso, especialmente se for grande, logo nos curvamos diante dele, nunca procurando saber se aquilo realmente é bom, se é verdadeiro e principalmente se vem de Deus. Eis então a humanidade afogando-se na desgraça, entretanto ninguém para, a fim de pensar, e reagir, até porque trabalha para ele, e não sabe que este é o inimigo contra o qual deve lutar. São Paulo não nos disse que nossa luta é contra o poder das trevas?
 
     Há em nós homens, como um espírito de entorpecimento. De inação, e de amarra, que não nos deixa mais reagir. Bem disse de nós Isaías: “Escutai sem chegar a compreender, olhai sem chegar a ver. Obceca o coração deste povo, ensurdece-lhe os ouvidos, fecha-lhe os olhos para que nada veja com seus olhos, não ouça com seus ouvidos, nem compreenda nada com seu espírito. E não se cure de novo. “Até quando, Senhor?” disse eu. E Ele respondeu, até que as cidades fiquem devastadas e sem habitantes, as casas, sem gente, e a terra deserta; até que o Senhor tenha banido os homens, e seja grande a solidão na terra. Se restar um décimo da população, ele será lançado no fogo...”.(6, 9-13) Sim, um décimo dos filhos de Deus! Dos cristãos batizados! E eu creio nisso firmemente, e é justo por isso que, sempre tenho dito: o homem somente acordará, quando a terra estiver deserta de seres humanos; tamanha a estupidez, a cegueira, a surdez, e – para falar um português claro – a nossa estrondosa burrice.
 
     Mas nem todos
os homens são cegos, em especial os filhos das trevas. E é sobre eles que devo comentar. Sobre aqueles dos quais Isaías diz: Ai daqueles que ao mal chamam bem, e ao bem, mal, que mudam as trevas em luz e a luz em trevas, que tornam doce o que é amargo, e o amargo em doce... Ai daqueles que por uma dádiva absolvem o culpado e negam a justiça àquele que tem direito (5, 20-23). Sim, eles não querem saber nada sobre isso, porque se julgam superiores, mais que Deus, que mandam e desmandam neste mundo, mas que o estão, efetivamente, mudando a luz em trevas. Eles não dormem, não desistem, nunca cansam de tramar, e justo por isso vão já longe em seu plano.
 
     Como acima falei, existe em andamento, um grande projeto que não vem de Deus. Aliás, o projeto é exatamente contra Deus. Com origem no poder das trevas, ele caminha também nas trevas, escondido e malicioso, e jamais se mostra ao cidadão comum. Eu aqui não vou citar nomes, nem de pessoas nem de entidades, porque meu intuito não é produzir um documento histórico, apenas levantar uma bandeira de alerta. Ademais, nem adiantaria citar nomes de entidades estrangeiras, porque importa a essência. Não nos parece também que isso possa indicar uma espécie de denuncia vazia, quero dizer sem provas, porque seguramente, quem tem olhos para ver e tem ouvidos para ouvir, quem tem inteligência para compreender, entenderá tudo o que vou mostrar. Basta ligar-se!
 
    O nome pomposo deste plano, deste projeto, chama-se Globalização – quando o termo deveria ser: Conspiração Mundial – para a qual um verdadeiro exército da terra trabalha, dia e noite. Na verdade, direta ou indiretamente, todos os homens já estão envolvidos nesta rede mortal. Hoje se fala muito em mundo globalizado, mundo interdependente, economia global, e então este “global”, que enche e estufa a boca de tantos cordeiros, passa a ser voz corrente, e é tão milimetricamente arquitetado, que pouco a pouco, até mesmo os adversários mais ferozes acabam concordando com ele.
 
     Ele vai sendo implementado devagar para não chocar as pessoas. Parece ter-se tornado algo inexorável, e já é tão grande que diz dele o Apocalipse: quem é semelhante a fera? Quem poderá com ela? E tanto dizem que é bom, que é para nosso bem, que é a única saída para o mundo, e tanto a mídia calhorda faz coro e junta voz corrente, que hoje chegamos a um ponto onde não há mais volta: o homem sabe que caminha para o abismo, sente isto, mas não consegue mais por o pé no freio. Ele vive com a cabeça nas estrelas, finge que tudo vai bem, enquanto tropeça em cima do próprio nariz.
 
     Naturalmente que, por trás deste projeto existe um monstruoso jogo de interesses. Ele representa um volume financeiro que se conta na casa dos trilhões de dólares, e quando o dinheiro está por trás, com certeza satanás está na frente. Sempre! Ora, os bancos não vêm de Deus! As multinacionais, não vêm de Deus. A exploração dos povos, não procede de Deus! A fabricação das guerras, não procede de Deus! Porém, na verdade, destes quatro segmentos da economia mundial é que partem, toda a fome no mundo, a miséria, o horror e o massacre, a morte! Entretanto, se por frente do projeto, se a fachada dele é econômica, na realidade por trás, o grande objetivo é espiritual: Global vem de um só! Não uma economia única, mas sim um governante único para toda a terra! E a grande mentira: dizem que esta é a única forma de acabar com as injustiças sociais e as guerras, quando o real interesse é destruir a humanidade, escravizar o homem e bestializá-lo!
 
     O grande objetivo, então, é expulsar Deus daqui da terra, e fazer de Lúcifer o grande comandante deste planeta, na verdade o deus da humanidade, na pessoa do anticristo. Nós não inventamos isso: está na Bíblia! Mas, q
uando a gente fala neste homem terrível, a maioria das pessoas ri na cara da gente. Eles estão, tão cegos, tão bitolados, tão mal informados, tão mal acostumados – ou acostumados com o mal – que a palavra “besta” não os define, mas na realidade se julgam sumidades em informações.
 
     Na verdade podemos dizer hoje: a pessoa mais mal informada que existe hoje é justamente aquela que faz sua opinião pelo lê nos jornais, pelo que assiste em noticiários de TV, e os que lêem os livros malignos, especialmente recheados de falsas teorias que a besta cria, e mentiras grosseiras – como é o atual Código Da Vinci, também os antigos escritos mentirosos e diabólicos de Marx, Darwin e Freud e outros iguais – enfim todas a pessoas que, além disso, não rezam mais, porque se esqueceram de Deus e não invocam ao Espírito Santo que os poderia instruir.
 
    Estas pessoas são com certeza os maiores cabresteiros, porque se alimentam e se saciam do veneno mortal da serpente, que lhes é administrado, de forma sutil pela mídia – nas mãos dos conspiradores –, a condutora do caos e da ruína eterna dos homens. Ou seja: quem se alimenta do que a mídia apresenta, do que os jornais trazem, não é livre, mas escravo! Não é vivo, mas morto! Somente aos homens e mulheres que se desprendem das coisas deste mundo, e partem para a oração constante, abre-se a porta da verdade. Porque o Espírito Santo não atua longe da oração humilde e da singela prece. Deus somente Se revela aos humilde e pequeninos, jamais aos orgulhosos filhos das trevas. Estes, nem de trevas entendem!
 
     Já uma vez coloquei que em toda minha vida, desde a infância, tive um dom que mil vezes agradeço, que me tornou capaz de sempre ter olhos para observar o outro lado da montanha, não me conformando jamais só com aquilo que vejo, que me dizem, ou querem me empurrar garganta abaixo. Isso, por exemplo, jamais me deixou ser escravo da propaganda, que sempre desprezei. Por exemplo: se eu morasse em uma cidade onde existe uma loja das Casas Bahia, eu jamais compraria numa loja deles, justo por causa daquele garoto propaganda execrável e chato. Ele pode até ser pessoalmente bacana, mas o personagem que interpreta é um horror. Mas milhões se deixam seduzir por ele e vão loucos às compras. É assim, do mesmo modo, que o astuto príncipe negro seduz as gentes e as bestializa: pela indução progressiva, insistente, sorrateira, ardilosa e maligna!
 
     As pessoas são induzidas a comprar o que vêem! A internet passou a ser um veículo de compra e venda. Ela prende milhões de pessoas, que se tornam escravos dependentes. Também os comportamentos dos artistas, suas manias, suas extravagâncias e seus execráveis comportamentos, tudo isso é modelo para seguir. O demônio cria ídolos deste mundo e a juventude os adora. Então milhares de meninas, de até 13 anos engravidam apenas para imitar uma Xuxa, que programou sua “produção independente”. Ontem vi na TV um destes tatuadores – tatuagem é pecado grave – e ele disse que mal as pessoas vêem um artista com algum tipo de tatuagem, imediatamente os ateliês são invadidos por malucos, querendo a mesma coisa, o mesmo desenho. Não tem conta a imensidão da futilidade, a completa e irremediável bestialização das pessoas, de ambos os sexos.
 
     E os homens não percebem que são induzidos a comprar mais do que podem, mais do que devem, mais do que precisam... E até o que não precisam! É desta cegueira que satanás se aproveita para fisgar os incautos, também em outros sentidos, porque tudo isso já foi estudado com a maior riqueza de detalhes pelos condutores da destruição. Eles sabem com certeza como os homens agem e reagem diante de qualquer situação e então os alimentam de acordo com o seu desejo perverso, jamais pelo que é bom e leva ao bem, antes ao mal. E as pessoas não mais conseguem ver nada. Vejam o que ocorre naquela chamada dos 40 anos, da rede Globo. Vem o ator e diz: Os próximos 40 anos serão como Deus quiser! Então a voz o locutor, por trás completa: serão como você quiser!<
/B>
Ou seja, você é o deus! Perceberam o ardil? Quantos percebem isso?
 
     Ou é como aquela outra propaganda da TV globo, sobre os CD do “love metal”: vem um belo coração vermelho, e atrás dele o horrendo garfo do diabo. Ele espeta o coração uma, duas, tantas vezes, tal que as pessoas se acostumam com a fisgada e acabam aceitando o namoro com o inferno. E são capazes de chegar as vias da ira, caso alguém diga que estão bitolados! Enquanto isso, o rabinho dele fica batendo de um lado para outro – observem bem – de tanta felicidade. Porque mais uma centena de tolos fez a compra dos discos de cantores que venderam a alma a ele, para terem sucesso.
 
     Na verdade, não fosse a mídia, todos os cantores de rock, os metaleiros, os sambistas e outros berrões iguais, morreriam de fome. Se dependessem de mim, também! E porque eles vivem? Porque é interesse da besta alucinar as gentes, em especial os jovens. Porque matando a alma da juventude mata o futuro da humanidade. E veja: eles usam a liberdade, justamente ela, por onde os jovens são aprisionados, alucinados e bitolados.
 
     Falei em bitolados, mas esta palavra talvez não seja a que melhor enquadra esta situação. Penso que o termo melhor seja: condicionados! As pessoas estão sendo condicionadas a aceitar qualquer coisa, e da forma como vai, rápida e eficiente, logo o homem estará pré-disposto até a matar em nome de Deus: Ele irá aceitar comer carne humana, a matar sem qualquer culpa, a prostituir suas filhas desde o berço, a drogar-se e embebedar-se em todas as idades e a cometer qualquer tipo de atrocidade e de crime hediondo. Isso sem se dar conta de que tal significa o fim da civilização e a destruição completa da raça humana, a começar por ele mesmo. Pelas rédeas do condicionamento e da indução eles os vão conduzindo. Eles sabem, certinho, o que fazer e como fazer para chegar a isso facilmente. O problema então, a raiz de tudo, está no progressivo condicionamento do homem para aceitar a proposta do inferno. E mais, a defende-la com unhas e dentes como verdade. Não disse o profeta acima: mudam mal em bem? Mudam a luz em trevas? As pessoas então, consomem o mal, como se fosse um bem.
 
     Se nós dissermos a um professor – destes que é induzido a seguir e aplicar sobre seus e nossos filhos, os currículos nefandos, que somos obrigados a aceitar pelas leis da besta - que a maioria daquilo do que ele ensina é pura balela, não serve para coisa alguma, antes para bestializar seus pupilos, ele não somente ficará sentido – porque ferido em seus brios – mas defenderá seu trabalho com toda fúria. É assim que vai! Da mesma forma, se você disser aos ecologistas - destes exacerbados que andam por aí – que a preservação da vida humana – de valor infinito e superior – deve estar acima da vida animal, ele jamais concordará. Porque já aceitou do diabo a idéia de que a tartaruga da banhado, o jacaré do brejo, a coruja do toco, o sagüi da taquara, a formiga de pau são muito mais importantes que as crianças que morrem de fome, porque estes animais “estão em vias de extinção”. E quem ligará para eles quando o homem desaparecer da terra? Somos nós que estamos em vias de extinção, porque somos nós o alvo direto de satã. Para ele, as formigas e os jacarés que se danem, porque não têm alma. Mas a palavra chave é: “preservação das espécies”, e atrás dela seguem milhares de fanatizados.
 
    Ora, Deus sempre cuidou da terra – embora as loucuras humanas em nome do lucro e não as aprovo – e pode suscitar espécies novas no momento em que Ele quiser, assim como as faz desaparecer no momento em que elas deixaram de ser necessárias. E mesmo que os homens tentem, não conseguirão jamais evitar o fim daquilo que Deus decretou por acabado. Não é a destruição do habitat em geral que faz destruir, porque o Criador as poderia preservar de outra forma, adaptando-se diferentemente. Nenhum animal morre sem que Deus o tenha permit
ido. O maligno sabe disso! Então o sentido de se preservar as espécies animais, com tanta fúria é somente porque isso rende lucros fabulosos em termos de turismo ecológico. Eles prevêem que num futuro próximo, esta será a maior fonte de lucros da terra, à medida que o homem aumentar as riquezas, diminuir o tempo de trabalho, e tiver mais tempo de sobra para as viagens e para o lazer.
 
     No mesmo caminho, a luta para preservar a floresta – leia-se Mata Atlântica – é para que no futuro os condutores se apropriem delas e de suas riquezas, assim como se apropriam do petróleo do Iraque, do minério de cromo no Zimbawe, das pedrarias no Brasil, dos diamantes da África e por aí vai. Logo virá a Amazônia, e tudo aquilo que eles quiserem, porque não haverá mais pátria, apenas uma massa disforme, sem vida e sem Deus. Um inferno em vida. Os conspiradores querem então, que nós preservemos a Amazônia, não porque ela é o pulmão do mundo – o pulmão do mundo são os oceanos – mas porque ela contém fabulosas reservas de minerais estratégicos, também vegetais, que lhes renderão adiante lucros sem fim, quando o governo único se tornar dono de todas as coisas. O leitor compreendeu? Porque eles não querem que o Brasil tenha sua bomba atômica? Porque quem tem bomba atômica, tem poder de barganha! Mete medo!
 
    Vão, no mesmo caminho, por exemplo, a preservação dos patrimônios, a história, a memória, a arte e a cultura. Já falamos sobre isto! Tudo tem o sentido de formar um reino eterno aqui na terra, preservando as obras humanas para a posteridade, como se as gerações futuras não pudessem viver sem elas. Ora, para que precisa saber da história dos povos, uma pessoa simples, que é feliz em Deus? De que adianta saber da história de um povo, se na maior parte dela, o que sobra para estudo dos nossos filhos é a mentira do vencedor, a “verdade” do lado do vitorioso? De que adianta se preservar a memória e o culto aos heróis deste mundo cão, se a maioria deles se destina ao fogo do juízo? Que modelo de vida poderá ser um dos “heróis” deste mundo podre? Porque mesmo é que a besta pode encher as praças de imagens de “heróis” para cultuar sua memória e nós não podemos fazer isso com os santos? Porque a maioria destes “heróis” está no inferno!
 
     Infelizmente sim, a imensa maioria dos heróis deste mundo se perde eternamente, entretanto satanás os faz manter na memória dos povos, porque são exemplos negativos em termos de virtude. Os homens ídolos do mundo, desde “grandes homens” até artistas, cantores e atores, são cultuados porque a maioria deles é na terra adversário de Deus. Eles fazem para satã um contraponto negativo com os santos da nossa Igreja. Foram fiéis auxiliares dele e contra estes não existem ataques. Diferentes são os santos e santas da nossa Igreja Católica, estes dignos do Paraíso Eterno! Por isso são combatidos, eles que veneramos e as suas imagens. São combatidos porque o demônio os odeia, uma vez que foram pessoas que já o derrotaram fragorosamente. Vejam como é fácil de entender as coisas quando se tem o olho aberto. Mas somente a memória dos santos, daqueles que trabalharam para a eternidade em Deus será eterna e jamais será apagada.
 
     E então vemos a luta desesperada e onerosa do homem, em busca de preservar a arte e a cultura dos povos, em cultuar a história e a memória dos homens célebres, quando tudo isso: história, memória, glória, arte, cultura, patrimônio, tudo isso que é voltado ao homem sem Deus, que é feito pelo homem sem Deus, que é destinado apenas à terra não aos Céus, um dia irá fatalmente desaparecer para sempre. O fogo os devorará! Mas é como se os maus, os condutores da destruição dissessem: vamos expulsar Deus daqui da terra! Nós vamos vence-lO e veremos se estas coisas não se perpetuam aqui na terra! E os tolos – todos os que trabalham para isso – enganados e iludidos, acreditam mesmo que assim será! Quantos bilhões de reais já foram gastos no mundo inteiro, apenas para preservar estas ve
lharias e torpezas, e para escrever e editar livros de história mentirosa, porque longe e divorciada dos planos de Deus? Lixo, lixo, lixo e mais lixo, imundo, tudo destinado à latrina do tempo e ao vórtice das águas que logo limparão a terra!
 
    Assim, vemos que os objetivos reais são sempre ocultos. Ora, se satanás mostrasse aos homens sua carantonha hedionda, se, principalmente, ele quisesse forçar seu projeto de governo único, “goela abaixo” do homem, certamente haveria resistências. Os homens reagiriam, principalmente se estas mudanças fossem bruscas, e se acarretassem reformas estruturais de grande monta. O homem é naturalmente rebelde a mudanças drásticas, especialmente o homem bom e cordato, que quer mesmo é paz e amor. Entretanto, a se atingir o objetivo do inferno, isso exigiria uma brutal mudança de concepções, que alteraria todo o viver humano. Pois o levaria a caminhar, da pureza para a depravação completa, da normalidade para o homossexualismo, da moralidade para o vício nefando, da sexualidade em Deus para a pornografia, do matrimônio santo para o adultério, enfim, sintetizando: da vida para a morte! Para a destruição da alma, dom eterno, pela aceitação completa do pecado! Acaso não caminhamos para isso, cada dia um pouco mais? Ou seja: tudo está acontecendo e estamos chegando finalmente ao ápice do processo!
 
     Então, como chegaram a isso, satanás e seus sequazes? Foi agindo sutilmente, que ele conseguiu primeiro que alguns homens se entregassem a ele livremente, de corpo e de alma. Na visão do Papa Leão XIII, foi visto como Lúcifer pediu isso e conseguiu de Deus: mais poder sobre os homens que livremente se colocassem sob suas ordens. Para estes homens, quando invocado, o próprio Lúcifer aparece e se mostra, assim como ele é. Em cima destes primeiros, seus gran-sacerdotes e planejadores, gradualmente foram sendo plantadas as bases de um projeto de longuíssimo prazo, que demandaria décadas e até séculos inteiros para sua execução. Porque Deus permitiu-lhe isso? Primeiro para que ele depois não alegasse, que não teve todas as chances de O vencer e, segundo, porque ao ser derrotado mais tarde, com este poderio todo que recebeu, e ser derrotado não por Deus, mas pelo homem, este será o maior castigo desta criatura nefanda. É isso que significa “esmagar a cabeça” – a sede do orgulho! Nossa Senhora fará isso com certeza!
 
     Claro que quando eles fixaram prazos e datas erraram redondamente, mas nem por isso o plano parou. O objetivo primeiro era tomar todas as posições importantes, bancos, financeiras, multinacionais e toda a máquina de guerra, todos os centros de decisão da terra, todas as casas legislativas e judiciárias – leis e juízes – toda a polícia e os exércitos. Era preciso controlar a indústria do cinema, da pornografia, também o comércio de drogas. Era necessário se infiltrar dentro de todos os governos do mundo elegendo seus governantes. Era necessário controlar toda a mídia mundial, TVs, Rádios, Jornais e revistas e quaisquer meios de comunicação. Era meter-se até dentro das próprias religiões – especialmente a católica – e a partir dali ir aos poucos destilando o veneno da serpente. Ou seja: ocupar todos os centros nevrálgicos, as fontes de poder e de decisão da terra. Quando o homem percebesse o plano, seria tarde! E já é tarde! Estamos todos quase inteiramente nas mãos deles, e não fora um Olho Poderoso que vigia todos os passos da serpente astuta, nós já poderíamos encomendar nosso caixão.
 
     Mas, mesmo infiltrando-se dentro de todos os comandos nevrálgicos da terra, mesmo tendo nas mãos o domínio de toda a economia mundial, ainda assim seria necessário um plano concomitante de indução, de preparação ou condicionamento das massas e povos – os animais como eles nos chamam – para que, quando o projeto maior estivesse maduro, já a humanidade em peso estivesse pronta para aceitar as condições, as regras da lei de satã. E deveria ser de tal forma que o homem não tivesse outra saída. E deveria ser de um jeito tal que, não fossem os m
aus a aparecer na frente, para a execução do plano e sim os bons, as pessoas insuspeitas, os homens de bem, até os padres da Igreja é que o deveriam aplicar e implementar. Tudo escondido e oculto dos olhos dos homens.
 
     Enquanto isso, por traz, uma claque diminuta – os gran-sacerdotes de Lúcifer – formada por pouquíssimos nomes, se esbaldaria em lucros nefandos, e entre risos e festas assistiria de camarote a derrocada do homem. Seria como um circo romano: na arquibancada 300 pessoas, no anfiteatro 6 bilhões e bestas feras se matando. E isso deveria durar para sempre, eis porque lutam, com seus milhares de laboratórios riquíssimos e altamente equipados, para produzir os clones – claro, de si próprios – pois o demônio lhes faz ver que conseguirão produzir a vida saudável, que a juventude eterna aqui na terra é questão de tempo, quando eles nem sabem que satanás – que é tão inteligente – não consegue produzir nem uma bactéria em seu “laboratório”, quem sabe porque no fogo onde ele vive, nenhuma bactéria se cria.
 
    Imaginem então, um imenso anfiteatro, onde na arena estão todos os homens. Com fome e com sede, ou desejosos de prazeres e esportes, sequiosos por emoções, eles estão cheios de expectativa: Então a besta e vem de um lado e oferece prazer, logo todos correm para aquele lado! Oferecem o vício, e a turba aceita e sorve avidamente! Oferecem esportes, e eles correm... Nós estamos já hoje assim: correndo de um lado para outro, completamente cercados de todos os lados, fazendo exatamente o que os condutores do mal querem. Estamos presos em sua arena gigante, e apenas Deus poderá intervir neste processo.
 
   Sim, a alucinação coletiva dos povos os faz correr para lá e para cá, num jogo de paixões e de emoções sem limites, e a maioria está gostando da brincadeira. Mas que será do homem, quando satanás soltar suas feras sobre ele dentro da arena? Está chegando este dia, e será justo quando Pedro deixar o Vaticano, assim anunciam as profecias. Quando? Deus sabe!    
 
     O projeto inteiro prevê que, no fim, apenas duas forças estariam frente a frente na grande arena do mundo: de um lado o cristianismo e de outro o comunismo. Seria muito longo explicar aqui, o modo como eles pretendem implementar isso, mas quem tem olhos percebe tudo claramente. Muitos pensam que o comunismo está morto! Ledo engano! Ele está mais vivo do que nunca, e mais poderoso e mais forte do que jamais esteve. E se fortalece continuamente. A Rússia, embora tenha uma economia menor que da pequenina Holanda, tem com certeza um dos maiores exércitos da terra, bem preparado, diabólico e cruel. Sem Deus e sem Lei! O que eles pararam, por hora, foi matar e enviar para campos de concentração – aparentemente – mas continuam perversos e prontos para a guerra.
 
     A China, embora queira ser aceita como santa economia de mercado é na verdade um monstro gerador de escravos, matador de gente, sem alma e devorador, que está hoje formando o mais poderoso exército já visto pelo homem. Que se dará quando estas duas forças se unirem contra o ocidente? Por que todo mundo respeita o dragão chinês, mesmo que ele desrespeite todos os protocolos internacionais de comércio, que sub-fature seus preços com todo o descaramento? Porque é real interesse da besta alimentar bem o dragão, encher bem as suas fauces, para mais adiante possa cumprir parte importante do projeto: triturar o mundo em uma guerra fabricada. Sinal de que a China faz parte do plano e segue as regras dos conspiradores. Seus líderes estão entre eles. Vejam o exemplo: enquanto, por frente, o presidente dos EUA quer aplicar sansões econômicas à China por causa do comércio predatório, a sua Secretária de Defesa a “Coodoliza” grita: não parem de vender armas à China. Está nos noticiários de hoje!
 
   Perdão leitor, aqui, porque questão de limitações do nosso singelo editor do site, eu preciso dividir o texto em mais partes. Por favor, se quiser acompanhar nosso raciocínio até no fim, não deixe de ler a Parte 2 que segue. É interessante saber de tud
o, para depois tomar uma decisão drástica: rezar, confessar-se e manter o estado de graças!
 
 
 
    
       


 
 
 

Artigo Visto: 1965 - Impresso: 45 - Enviado: 12

ATENÇÃO! Todos os artigos disponíveis neste sítio são de livre cópia e difusão desde que sempre sejam citados a fonte www.recadosdoaarao.com.br

 

 
Visitas Únicas Hoje: 142 - Total Visitas Únicas: 3.141.312 Usuários online: 40