Sejam Bem Vindos! Que Deus vos abençoe!

Página dedicada aos que amam as almas do Purgatório.
FAMÍLIA, FUNDAMENTO DA SALVAÇÃO
Documento sem título
Você está em: MENU PRINCIPAL / Deus / Morte a Deus (1)




 
 
31/05/2006
Morte a Deus (1)
 
Deus - 13 Morte a Deus (1)
Deus - 13 Morte a Deus (1)

2041123 MORTE A DEUS (1)
 
    Este trabalho é antigo – de 23/11/2003 mas é atual no conteúdo, e preciso coloca-lo em duas partes, devido a problema do tamanho do arquivo. O assunto é vasto, e a loucura dos homens só aumenta.
 
     Há um ano atrás coloquei um artigo “Deus Fora”, no mesmo sentido. Mas volto ao tema, porque a guerra continua e está cada vez pior. Infelizmente, penso que nem começamos ainda a grande batalha, tudo por hora são apenas preparações. Como tantas vezes temos alertado, com base tanto nas profecias bíblicas quanto nos alertas feitos pela profecia atual séria, hoje se trava no ar uma batalha terrível entre as forças do bem e do mal. O alvo do demônio é, sempre, Deus – e como não pode atingi-lO, ataca o homem a quem Deus ama – seu alvo é Jesus Cristo é destruir sua Igreja única, a Igreja Católica Apostólica Romana; o alvo é todo aquele que segue a Jesus e aos seus ensinamentos.
 
     Na mídia, de um modo geral, rapidamente têm-se levantado mil vozes do mal, eis que toda ela pertence já a uma claque satânica, desafiadora e maligna, que já não mais se esconde através de artifícios lingüísticos, mas declara guerra aberta contra Deus. O alvo a derrubar é a Igreja de Jesus Cristo, último baluarte da fé, último adversário de peso, a única grande instituição da terra que ainda não está nas mãos da besta. O que parece existir e imperar é uma decisão política mundial de combater a Verdade: Há um grito dos rebeldes no ar: Morte à Igreja Católica! Morte ao Deus cristão!
 
     Quem assiste os programas do Discovery Chanel, voltados ao “estudo” das Sagradas Escrituras, logo nota um tão bem engendrado quanto maldito processo de demolição das verdades mais sagradas. Eles montam um quadro qualquer, bem programado e astuto, e enfocam um tema que pretendem deliberadamente distorcer. Aí trazem um “cientista” ou um “estudioso” da história e até algum “teólogo” – destes de satã – que dá sua opinião. Em cima disso, eles assacam alguma coisa tipo assim: “mas um outro grupo de estudiosos afirma isso...”, ou ainda: “mas há quem acredite que, não é bem assim...” .
 
     Ou seja: nada de prova científica alguma. Então, embaralham tudo isso de uma forma capciosa e maldita, e assim levam a pessoa a crer na última informação errada que deram, colocando-a como verdade suprema. E milhões a acatam. Como o ser humano é estúpido e superficial! Com certeza, a imensa maioria dos homens não sabe raciocinar, ou não conhece a verdade, ou ainda não tem inteligência suficiente para perceber este jogo diabólico e ardiloso de palavras, e acaba achando que eles têm razão, e acreditando na sua mentira. E atacando a Igreja! E saindo da verdadeira e Única Igreja de Jesus!
 
     É desta forma que eles montam também filmes diabólicos, baseados em livros escritos por homens perversos, tudo baseado nas mesmas teorias demoníacas, que literalmente atacam a Igreja, e com isso cospem e escarram em Deus, conspurcando verdade. E fazem de Jesus um homossexual, de Sua Mãe Santíssima uma prostituta, ou fazem de Jesus um amante de Maria Madalena – o livro “Código da Vinci” do escritor inglês Dan Brown, que faz esta mentirosa acusação, já vendeu mais de 30 milhões de exemplares – ao tempo em que nas suas teorias endeusam e desculpam seres abomináveis e repugnantes como os foram Anás, Caifás, Herodes e Pôncio Pilatos entre outros.
 
      É tão aberto o desejo deles de demolir uma a uma todas as verdades eternas, que somente a busca do lucro fácil e da fortuna vendendo discos, livros e filmes mentirosos não justifica: há aqui um DESEJO real, uma vontade tenaz e manifesta, um desejo furioso e diabólico de atingir diretamente ao Próprio Deus. De cuspir e escarrar Nele e na verdade. De fato, nunca a Igreja Católica teve tantos e tão decididos algozes e traidores, dentr
o e fora dela. Entre os mais odiosos perseguidores da Igreja de hoje, com certeza temos que incluir aos desobedientes, aos relapsos e a todos aqueles que se dedicam a criar verdades próprias fugindo aos preciosos ensinamentos do papa João Paulo II.
 
     O que vemos é que, depois de milhares de anos de luta feroz, o inimigo de Deus, conseguiu hoje arregimentar na terra, forças tão poderosas – políticas eclesiásticas e civis – que lhe são de tal forma fiéis e submissas como nunca. E não somente arregimentou pessoas más, totalmente possuídas de desejos e vontades de desafiar ao Deus Altíssimo, mas também as dotou de meios eficazes de combate, que aparentemente – falo: aos olhos dos homens – hoje as torna invencíveis. Quando a gente observa o poder da mídia mundial e formadora de opinião, também a força política e dos exércitos, totalmente dominados por um pequeno grupo de “algozes” de Deus, fica difícil vislumbrar uma saída ou prever um feliz desenlace. Estamos sendo literalmente esmagados! Na verdade, o mundo inteiro está nas mãos de satanás, que anseia a destruição do homem. E o grito dos rebeldes que lhe obedecem é este: morte a Deus!
 
     Já em tantos artigos lembramos o Poder do Altíssimo, e quando nos atemos a analisar a imensa miséria, a infinita miséria, a indescritível fraqueza do homem diante de Deus, a fonte Única de Poder, e fica-nos quase impossível encontrar palavras para descrever a estupidez de todos aqueles que O tentam afrontar. Que é a bactéria diante do elefante? Que é um grão de pó se comparado ao Universo? Ora, mesmo o homem mais poderoso da terra, mesmo o mais rico e o mais forte, mesmo o mais musculoso e audaz, mesmo o mais intemerato – ou neste caso temerário – quando confrontado diante do poder de Deus, se torna um verme, menos que verme, abaixo de verme, rolando dentro da podridão da própria imundícia. Sim, falo daqueles que vivem na lama do pecado, e ainda assim se jactam no direito e com “poder” suficiente para afrontar ao Deus Uno e Trino, ao Criador e Pai Todo Poderoso. Como são tolos e frágeis!...
 
     Sim, pois mesmo que se juntem todos os exércitos destes homens demônio, e mesmo que juntassem todos os habitantes da terra, e mesmo que a eles se aliasse todo o inferno em fúria, e mesmo que todo este esquadrão satânico se multiplicasse em força pelo número triplicado das estrelas e das constelações do infinito, e mesmo que eles fossem miríades e mais numerosos que todos os átomos que compõe toda a matéria existente no Universo, ainda assim, seriam NADA, diante do Poder Infinito que eles ousam desafiar. Eu disse nada, porque é exatamente isso que todos os seres criados são em relação ao Criador Supremo: nada! Vermes imundos, são nada!
 
     Porque basta que este Criador Supremo, por uma fração de segundo, por uma centelha infinitesimal de tempo, que Ele somente se esqueça, apenas isso: esqueça que tais criaturas existem, e numa fração de segundo eles TODOS desaparecerão como se nunca tivessem existido. Eles com todas as suas obras, eles com todas as suas crias, eles com toda sua miséria, eles com todo o seu nada absoluto e miserável! Como podem gritar: morte a Deus? De fato, somente Aquele que criou a vida pode dispor dela e somente Aquele criou tudo a partir do nada, pode fazer tudo retornar ao nada.
 
     Mas mesmo assim, imbecis e audazes – perdão se sou tão direto – ou tolos e temerários – porque há certamente uma justificativa para ser tolo, mas nenhuma para ser temerário – um exército deles, hoje se esmera em afrontar a Jesus Cristo, declarando morte à Sua Igreja, e morte a todos os seus seguidores. Óbvio que as profecias falam deste tempo de temeridade e apontam os personagens centrais de toda esta trama. Falo de homens que perderam a consciência do eterno, que esqueceram de suas almas e assim sucumbiram diante do assovio da serpente hedionda, e que já dançam a dança da morte, ao som estalador de seu chicote.
 
     E ante o anestésico da própria imbecilidade, dançam já, e cantam já, a m
usica dos loucos, de todos aqueles que hoje caminham inconseqüentes rumo ao báratro nefando, rumo à perdição das próprias almas. Ó inconseqüentes! Ó criaturas infelizes! Não pode existir na terra outro tipo de pessoa menos capacitada e mais insensata, do que aquela que é destituída do santo Temor de Deus. De fato, esta não tem, nem uma gota sequer de sabedoria. Infelizmente, analisando com frieza, não se pode culpar demais os cegos, os surdos, e os mudos deste tempo aterrador, pois lhes falta uma boa e segura instrução. E as pessoas na maioria das vezes não sabem a quem seguir porque o mundo barulhento lhes apresenta muitas vozes, e eles desconhecem a voz do Pastor; além do que muitos pastores viraram lobos ferozes! Então sobra espaço para os falsos pastores, os falsos doutores e os falsos profetas. E já são poucas a vozes ainda com coragem e com caminhos abertos para falar a verdade de Jesus doa a quem doer, como esta que segue:
     Segundo a Agencia de Notícias Reuters, ontem o Cardeal Ratzinger disse que falar sobre Deus, na Europa está se tornando algo indecente. Disse o Cardeal:  “A liberdade de religião está ameaçada na Europa por um secularismo radical, que está tornando a menção a Deus "quase indecente", disse o cardeal Joseph Ratzinger, um dos principais assessores do papa João Paulo II. "Passamos de uma cultura cristã para um secularismo radical com características de intolerância", disse o cardeal ao jornal La Repubblica, em entrevista publicada na sexta-feira."Ela começou a se transformar numa ideologia que se impõe através da política e não cede espaço público às idéias católicas e cristãs", afirmou o poderoso cardeal, chefe do departamento do Vaticano responsável por preservar e interpretar a doutrina. "Existe um conflito, e precisamos defender a liberdade de religião contra a imposição de uma ideologia que se apresenta como a única voz da razão", acrescentou o cardeal alemão”. E como ele tem razão!
     Mas, em primeiro lugar é de espantar que a Reuters ainda veicule uma notícia destas, sendo ela de propriedade da mesma claque de difamadores “daqueles que se dizem judeus, mas não são, e sim uma sinagoga de satanás” (Ap 2, 9). E sabendo, e sentindo o quanto as coisas têm caminhado rápido, pode o leitor ter certeza de que o nosso bom e valente Cardeal Ratzinger não terá muito tempo ainda para manifestar em público as suas opiniões, porque cada vez mais ousadamente são caladas todas as vozes que se levantam em defesa da verdade. De fato, já sabemos que não longe está o dia em que a nossa própria voz será calada, embora pequena e diminuta, e junto com ela todos os que se dedicam a levar ao mundo estes últimos apelos à conversão e a volta a Deus.
 
     Com certeza já é possível ouvir o clarim ufano dos pseudo “algozes de Deus” – pobres deles – dando conta de que estão próximos de alcançar vitória. De fato, espertamente satanás conseguiu colocar na mente de alguns incautos – os poderosos deste mundo – a perspectiva audaz de que é possível vencer a Deus, e isso os parece animar, incitar e motivar. Na verdade os próprios demônios sabem que com Deus eles não podem, entretanto ardilosos como são, podem facilmente enganar os homens que colocam suas mãos e mentes a serviço do inferno. E tolamente, os homens os seguem, achando que reinarão com Lúcifer pela eternidade e que no inferno serão felizes. Ó estupidez suprema! Eles não estarão nem um milionésimo de segundo no inferno para estarem arrependidos, em especial por saberem que foram enganados pelo demônio. Mas então será tarde!
 
     E em muitos textos sempre afirmei que julgava ser as mais infelizes criaturas da terra: justamente aquelas que se julgam inteligentes, cheias de grande ciência e “teologia”, cheias de grandes conhecimentos, ou de grande poder e riquezas, exatamente porque elas cira
ndam como cães quando se deitam, enrolando-se ao redor do próprio umbigo. Esta gente na verdade tem um horizonte tão diminuto, que não ultrapassa seu raio de visão: elas olham somente para este mundo que passa, mergulham nele e deixam de olhar a imensidão da eternidade. São míopes! Seus olhos somente enxergam cifrões! Todos os que hoje não conseguem perceber os sinais dos tempos, que nos acusam de loucura ou fanatismo, são na verdade pobres infelizes: Eles chorarão muito, adiante, porque hoje confundem o fato de Deus não agir – porque respeita a liberdade que nos deu – achando que Ele nada vê, ou que nunca tomará uma decisão de frear tudo isto!
 
     E sobre estes, assim Nossa Senhora se manifestou ao Cláudio: “Filhinhos, o inimigo vê os acontecimentos do mundo, e se apodera cada vez mais das coisas do mundo, dos homens atrasados, dos infiéis e procura sempre os incautos. Mas não é mais inteligente do que Deus e por isso busca os estultos! Os inteligentes do mundo, muitas vezes são exatamente os frágeis estultos!” (Mensagem: 276). Felizmente ela diz também quanto aos escarnecedores: No entanto, as pessoas que assim agem, serão também tocadas pelo poder do Espírito Santo, e perceberão, entre dores e muitas lágrimas, a verdade de tudo isso e reconhecerão os planos de Deus e sua finalidade.
 
     São palavras de extrema sabedoria estas de nossa Mãezinha, sempre atenta à inconseqüência de seus filhinhos amados. Os que hoje não querem ver – porque é impossível ignorar os acontecimentos – amanhã sentirão na pele. Hoje é difícil aceitar e acreditar entre preces e fácil não rezar, não crer e sim escarnecer; amanhã será doloroso, será terrível e atroz ter que aceitar a verdade. Como disse: os homens são livres! Poucos, os humildes e pequenos, escolhem a porta estreita! Muitos, a imensa maioria, escolhe a larga, a da facilidade aparente! Mas o Grande Aviso de Deus lhes fará, na dor, ver todas estas coisas! Entretanto, até chegarmos a ele, a imensa maioria dos homens terá entrado em desespero, achando que Deus nos abandonou completamente e para sempre. Mas fomos quem escolhemos!
 
     De fato, tal como os melhores perfumes estão nos menores frascos, também a sabedoria, dom do Eterno, somente pode ser encontrada nos humildes e nos pequeninos. Embora os “sabidos” ridicularizem este contraponto, tudo o que fazem é zombar de sua própria inteligência. Vermes não passam de vermes, morrerão vermes, e nunca ganharão asas sem um sopro da graça divina. E próprio sou um pequeno verme e me vejo assim diante de Deus. Mas pela gloriosa liberdade que Deus deu, a nós todos, sim O podemos desafiar, embora isso sempre tenha conseqüências dolorosas.
 
     E infelizes dos teimosos, dos que se fecham totalmente à graça. Com toda certeza, entre as coisas que não encontrei ainda explicação, uma delas é: Como um homem pode ser tão teimoso, tão estulto, a ponto de ver o inferno aberto à sua frente e se atirar nele para não ir para o céu e ser feliz eternamente. Acreditem: é assim que acontece com os que se perdem para sempre! Eles preferem o inferno de tormentos eternos, ao céu de felicidade! Como uma criatura assim pode se considerar inteligente?
 
     Em síntese, o que vemos, é que os inimigos de Deus estão agilmente botando suas garras à mostra. Não só agilmente, mas de maneira escancarada, audaz e até devassa. Durante séculos – ao que parece – a Igreja Católica foi respeitada, e até tratada como uma super nação – embora o Vaticano seja apenas um pequeno encarte em Roma e tenha apenas 400 habitantes – porque ninguém poderia ignorar uma força representada pelos mais de um bilhão de católicos – ou que assim se dizem – espalhados por todos os países e raças da terra.
 
     Digo parece, porque se isso efetivamente acontecia antes, agora desmorona, e a impressão que se tem é que os inimigos de Deus fazem uma simbiose, entre o estado precário de saúde de João Paulo II, e a saúde espiritual da Igreja Católica.
E cantam vitória antes do tempo! Ou seja: acham – erradamente é claro – que a Igreja está morrendo, porque o Papa está com a saúde debilitada. Além disso, eles sabem que os católicos estão divididos e desunidos! Neste caso sim, ponto para satã!
 
     Óbvio que não precisamos temer! É ilusão deles quererem derrubar a Igreja, assim como é ilusória visão de um Santo Padre em estado precário de saúde. Para a Igreja de Jesus está dito: as portas do inferno não prevalecerão contra ela (Mt 16, 18). Para o Pedro, está dito: “vi um ser semelhante ao filho do homem, vir sobre as nuvens do Céu: dirigiu-se para o lado do ancião, diante de quem foi conduzido. A Ele foram dados império, glória e realeza... Seu domínio será eterno; nunca cessará seu reino jamais será destruído” (Dn 7, 14-14).
 
     Ou seja: Dois decretos eternos! Primeiro, as portas do inferno não conseguirão derrubar a Igreja embora toda a aparência de fragilidade do seu atual condutor, nosso ancião valente e tenaz. Segundo este mesmo ancião entregará a Jesus que volta em Glória o cetro e o comando desta Igreja, para um domínio eterno. Assim,  Pedro, tão perseguido e apesar de sua idade avançada, apesar de sua aparente fragilidade, ainda irá enterrar a muitos dos que hoje o perseguem, que o desfazem, que o atacam, e que o ridicularizam. Também aos que não mais o obedecem, caso não se convertam em tempo.
 
     E toda esta fraqueza real, esta quase impossibilidade física dele, esta debilidade da voz, estas mãos trêmulas, esta fronte arqueada, estas pernas fragilizadas, tudo isto ao invés de pregar contra o Papa, mostra, na outra ponta é a fragilidade de todos os seus opositores: Mesmo ele sendo frágil e estando agora vergado, ainda assim não conseguem calar sua voz. E não calarão: ele próprio sairá de lá, por livre vontade, há seu tempo! E embora as notícias das últimas semanas dêem conta de que a “igreja” – quero dizer os algozes da Igreja – preparem já os funerais do Papa – isto mesmo – antes que eles esperem estarão no próprio túmulo. Estes corvos – assim os chama Jesus por Vassula – não perdem por esperar. E como eu temo pela alma deles! Mas o Senhor que os julgue!
 
     Posto isso, podemos ir adiante e vendo as abominações que se estão cometendo contra a nossa Igreja e contra o povo de Deus. Eis o que diz Ezequiel: “Filho do homem, vês tu as abominações que praticam, como eles procedem na casa de Israel, para que eu me afaste do meu santuário?” (8, 6) Vejam! Tudo é centrado num ataque frontal ao santuário de Deus, para que o Senhor dele se afaste. O sentido é derrubar a Igreja Católica, único e último baluarte capaz de lhes fazer frente. Ou seja: enquanto a Igreja Católica estiver de pé, não existe possibilidade de frutificarem plenamente os planos do inferno. O demônio sabe disso, e a ataca por todas as frentes. São Miguel nos disse outro dia, que os demônios são bons guerreiros – isso não quer dizer que sejam guerreiros do bem – que eles não dormem, nem descansam. E tal se nota pelo que está acontecendo no mundo. De fato, dia e noite eles têm trabalho, em todos os lugares da terra, incitando os homens à rebeldia contra Deus, tentando fazer com que eles gritem bem alto: morte a Deus!
 
     Agora mesmo na Europa, acabaram de editar a sua nova constituição, da Europa unificada, de onde ardilosamente fizeram retirar qualquer referência a Deus, sequer são mencionadas no preâmbulo às raízes cristãs da Europa e ao legado portentoso deixado por ela. Sempre, atento, o Papa João Paulo II lutou tenazmente a fim de que isto não acontece e os desafiou dizendo: retirem o nome de Deus de sua Constituição, e a Europa não subsistirá! O repto está lançado, e o tempo é aliado do Papa. De fato, eles deixaram de fora tanto o nome de Deus, quando as referências ao legado da Igreja.
 
     Podem crer, sem a Igreja Católica e especialmente sem o legado do Amor, do qual ela é a
única herdeira, tributária e possuidora, a Europa – e o mundo inteiro – ainda estaria na barbárie, seus povos ainda estariam arrebentando o crânio uns dos outros para lhes comer os miolos, e suas cidades não passariam de cavernas e tocas. E o fato de o seu poder estar firmado na força dos exércitos, é sinal de que eles ainda estão a um passo da barbárie e mergulhados no mais profundo paganismo e ateísmo. O Brasil também!
 
     E este paganismo e este ateísmo, e esta ojeriza e este ódio de Deus, que parece uma repugnância de tudo aquilo que lembre Dele, tem feito estes povos cometerem os maiores desatinos. De todas partes, em nome de um falso laicismo, eles tem abalroado tudo aquilo que é divino e sagrado, (II Tess), desfazendo-se de tudo o que lembre o culto a Deus. Neste caminho, são retiradas dos templos católicos as imagens de santos – sob a pretensão de idolatria – em nome do falso ecumenismo, os objetos de culto e os paramentos sacros são substituídos por vestimentas de arlequins e palhaços; a Santa Missa é feito um espetáculo sandeu e um teatro ordinário, ao sabor da arte, música até diabólica, ou cultura dos povos – a falsa inculturação!
 
     Também o Santíssimo é posto de lado – o Rei do Universo sai do trono principal para em tempo dar lugar ao diabo, a perversa e maligna criatura – dando assim, curso livre a abominação da desolação (Mt, 24) de que falou o profeta Daniel. Cada padre, que põe o Santíssimo de escanteio, em capelas externas, ou deixa largado nas sacristias, que assim abate um Sacrário, abre mais um rombo no escudo que protege a terra. Por este rombo, um dia, virá um astro em fúria, podem crer! E cada leigo que não liga para isto, acumula brasas sobre sua própria cabeça! Ai de quem estiver longe da Eucaristia!
 
     Vereis abominações ainda maiores diz Ezequiel! Não basta ver um santuário de Fátima sendo transformado num templo pagão e de confraternização de todos os povos e crenças como – em nome de um falso ecumenismo – se pretende, mas cada padre que se veste de gaúcho e vai rezar uma Santa Missa montado a cavalo – porque o povo inconseqüente assim o pede, ou exige – ou um outro que se veste de sarongue de palha e cocar para “missa afro”, ou cobra entrada numa “cristoteca”, todos eles dão curso livre á mente de satanás, que quer isso mesmo: dessacralizar a Igreja! Desmistificar os sacramentos e destruir a Igreja de Cristo! Acabar com a Santa Missa! Destruir o Sacrifício Eterno. Quebrar de vez a Aliança. O projeto de satanás é que até os bons padres façam isto! E eles fazem mesmo!
 
     Sim, qualquer padre celebrante, que hoje deixe de seguir exatamente as determinações do Santo Padre em relação à Sagrada Eucaristia e a distribuição dos Sacramentos, que seja assim desobediente a ele, está contribuindo abertamente para que o plano de satanás tenha pleno sucesso. E não poderá xingar mais tarde quando a hecatombe desabar sobre sua cabeça. Quem diz o contrário mente, quem defende outra posição é conivente, quem não mais defende a verdadeira Igreja é porque se tornou um cão mudo (Is 56, 10).
 
    Infelizmente, sabemos que as coisas ficarão ainda muito piores. Sabemos com certeza que até dentro de nosso grupo o demônio se infiltrará por alguns dias, provocando a desunião e a discórdia. Sim, embora a gente já saiba também que adiante tudo ficará esclarecido, isto prova que o demônio recebeu poder para atuar até mesmo dentro dos mais sólidos grupos de oração, pois até ali se notam rupturas e defecções. Mas certamente isso ainda não é nem sombra do que virá. Noutro dia o Cláudio me fez lembrar a previsão que Nossa Senhora lhe fez há anos atrás, dizendo que, de uma diocese onde trabalham 166 padres, apenas 3 (três) deles permanecerão fiéis à Eucaristia, continuando a celebrar a Santa Missa mesmo às escondidas, e assim não apostatarão de sua fé. Imaginem então o que irá acontecer aos fiéis: será uma debandada geral!
 
     Na verdade, sinto que estamos todos no último estertor. Quero dizer, em bre
ve nos irão calar a todos!
Logo todos os meios de comunicação ainda abertos à defesa da verdade serão sufocados e não longe está o dia em que a perseguição estará escancarada e atroz. Tudo já é controlado e monitorado. Já Nossa Senhora nos pediu no início deste ano, que atualizássemos os endereços e os aparelhos de fax, porque internet e telefone serão controlados e censurados. O tempo, pois, de falar das coisas de Deus, de gritar sobre os telhados assim como Jesus nos pediu, é agora ou nunca mais. E como são poucos os que ainda gritam, é preciso que pelo menos aumente o número daqueles que “choram e gemem, diante de tantas abominações que aqui se cometem”, ou seja, dos que rezam e suplicam a Deus para que intervenham logo neste processo odioso e ponha freios aos ímpetos do inferno. O tempo de rezar é agora! O tempo de salvar almas é agora! Depois que o falso vier, será muito tarde: o mundo ruirá!
 
Continua na segunda parte. Não deixem de ler!
 
Arnaldo!


 
 
 

Artigo Visto: 2917 - Impresso: 43 - Enviado: 8

ATENÇÃO! Todos os artigos disponíveis neste sítio são de livre cópia e difusão desde que sempre sejam citados a fonte www.recadosdoaarao.com.br

 

 
Visitas Únicas Hoje: 679 - Total Visitas Únicas: 3.077.396 Usuários online: 62