Sejam Bem Vindos! Que Deus vos abençoe!

Página dedicada aos que amam as almas do Purgatório.
FAMÍLIA, FUNDAMENTO DA SALVAÇÃO
Documento sem título




 
 
31/12/2005
Salvai Almas (4)
 
As almas - 08 SALVAI ALMAS (4)
As almas - 08 SALVAI ALMAS (4)

2041015 SALVAI ALMAS (4)
 
h – Atendimentos na capelinha: De muitos lugares do país têm chegado pessoas em busca de ajuda e de oração. E milhares delas, quando chegam com reais problemas e em espírito de oração, têm saído dali com as respostas que necessitam. Chegam caravanas, também pessoas isoladas, de modo que o Cláudio quase não tem sossego. Ele tem de começar as orações às 3h00 da manhã todos os dias e muitas vezes se obriga a ficar até as 11 horas da noite atendendo. Hoje ele não atende mais ao telefone, pois chegou a ficar 10 horas num só dia atendendo, o que chegou a inutilizar um de seus ouvidos. E o outro ouvido, só por milagre – assim diz o médico – é que funciona.
 
     Como muitos sabem, o Cláudio tem um problema hereditário e incurável, que pela razão humana e pela medicina já o teria matado aos dois anos de idade. Milagrosamente, porém, ele ainda continua vivo. Isso porque Deus tinha para ele esta missão tão difícil, que somente poderia ser entregue a alguém que fora provado na dor em 61 anos seguidos, também no sofrimento e na dificuldade. De fato, ele não surgiu como um profeta de um dia para outro como a maioria, mas foi antes moldado e preparado pelo Céu por mais de 40 longos anos antes de a ele Se manifestar.
 
i – Bilhetes: Durante os Cenáculos as pessoas colocam milhares de bilhetes com pedidos ao céu. Na medida do possível, estando sempre em êxtase ou no silêncio da oração, o Cláudio vai respondendo de forma sucinta a cada um. Não da cabeça dele, mas pela força do Espírito Santo. Ele simplesmente pega a cartinha na mão e sem ler nenhuma delas, escreve no verso ou em qualquer espaço em branco, a resposta que a pessoa precisa. Eu não entendo porque aqueles que duvidam deste trabalho não aparecem ali naquela hora para comprovar isso e ver com os próprios olhos como tudo acontece.
 
     Ora, para uma pessoa inteligente, só estas revelações – para um não cego – já seriam suficientes para derrubar qualquer espírito de contradição ou de dúvida a não ser que se trate de um renegado ou mal intencionado. E quando não dá para responder tudo na hora, então ele se obriga a ficar madrugadas inteiras de joelhos na capelinha antiga, ouvindo as respostas do Céu e anotando nos bilhetinhos. Depois é preciso endereçar as cartinhas, colocar no correio, pagar os selos do próprio bolso, tudo para comodidade daqueles que precisam... e exigem respostas!  E muitos, ainda saem de lá xingando, quando a resposta não é do seu agrado ou quando não veio na mesma hora. Acaso Jesus conseguiu contentar a todos?
 
     Querem exemplos: Um jovem pedia para Nossa Senhora arrumar para ele um seminário. Então o Cláudio colocou em oração e foi indicado ao jovem onde deveria ir. Mas não se adaptou às normas rígidas de lá e um mês depois foi embora dizendo que o Cláudio era um falso profeta porque ele não tinha ficado padre. Outro? Este jovem era da Renovação Carismática, já com certa idade e ainda não tinha namorada. Mas ele queria uma jovem que o acompanhasse na caminhada e então veio pedir a Nossa Senhora. E através do Cláudio lhe foi dito que a moça viria. Mas quando a jovem entrou na vida dele – uma pessoa cheia de dons e prendada – o rapaz achou que ela não era bonita o suficiente. Então saiu alardeando que o Cláudio que era um falso, porque não lhe tinha arrumado uma namorada bonita. É assim meus amigos e são muitos os casos iguais.
 
j – Curas: Consideradas as curas obtidas por pessoas que receberam do Céu, através dele, a indicação do remédio natural ou pela indicação da medicina química ou pela água da fonte da primeira capelinha ou pelo Óleo de São Rafael ou pelo Óleo de Santa Filomena e também do Óleo das Estrelas do Mar, podemos atestar centenas de curas extraordinárias. Nós não temos estatísticas, nem vamos atrás disto, porque não é interesse alardear uma obra que deve caminhar no devido sil
êncio e na pequenez, mas com certeza muitas centenas de pessoas já obtiveram lá a cura total de suas doenças, algumas gravíssimas. Consideramos, porém, muito mais importantes as curas espirituais, as conversões, os retornos ao confessionário e aos caminhos da Igreja Católica. Este é outro sinal extraordinário! Este, aliás, é o sinal mais extraordinário possível! Que se diria de uma obra católica – há tantas assim – que não convertem?  
k – Almas Remidas > 1 > Pelas 15 Orações? - Somente das pessoas que rezaram as 15 Orações, se fizermos uma conta média onde o primeiro ano de Hilda rendeu apenas 1.371 almas remidas, mas seu último ano já rendeu 13 mil, então teremos uma média de 7 mil almas remidas para cada pessoa que rezou seu ano das 15 Orações. Isso daria um número em torno de 75 milhões de almas que saíram no purgatório por causa do impulso do “Salvai Almas”. Milhares de pessoas tinham o livrinho das 15 orações, mas não rezavam. A vontade veio com o nosso primeiro livro. Ele é realmente fantástico!
 
2 > Pelas anistias > Não temos o número exato, mas na primeira foram remidos 667 milhões, na segunda em torno de 400 milhões e na terceira 33 milhões, o que fecha um número em torno de 1 bilhão e 100 milhões de almas. Isso foi conseguido em três anistias com duração de dois meses cada uma, onde rezaram mais de 200 grupos de cinco famílias, de muitos Estados. É certamente muito mais do que nós previmos.
 
3 > Livro da Luz de São Miguel: Agora mesmo telefonei ao Cláudio e pedi os dados. São ao todo já 35 livros cheios, onde estão anotados mais de 350 mil nomes de falecidos. Todos os que tiveram ordem de serem inscritos no Livro já estão no céu. Além disso, existem mais sete livros em mãos de outras pessoas já escolhidas por Nossa Senhora para irem anotando nomes e totalizando-os, mais os cadernos que já temos com listas que já chegaram, ainda por anotar; o número deve alcançar os 400 mil nomes anotados, um a um. E rezado por eles, um a um!
 
4 > Nas visitas aos cemitérios: Algumas visitas de oração nos cemitérios salvam poucas almas porque os cemitérios são pequenos, mas todas as caminhadas sempre resultam em números extraordinários. A caminhada em Minas Gerais resultou na remissão de mais de 12 milhões de almas do purgatório.  Somente num cemitério de São Paulo, com a visita foram remidas mais de 697 mil almas de uma só vez. Considerando assim, as mais de 10 mil visitas aos cemitérios e também as centenas de caminhadas de todos os grupos, elas renderam certamente alguns milhares de almas remidas. Impossível calcular o número exato, mas temos a certeza de que antes da missão do “Salvai Almas” acabar nós ficaremos sabendo o grande número final de remidos por este trabalho.
 
     Tudo graça de Deus, nenhum mérito pessoal! Penso que nenhum outro grupo de oração que já tenha existido no mundo tem tais números para apresentar, nisso incluo todas as ordens do clero e todas as ordens religiosas. Falo dos números isolados de almas remidas pela ação de cada uma delas. De fato, nada acontece porque nós queremos, nem porque nós planejamos. E ninguém sabe o motivo pelo qual Deus nos escolheu entre bilhões de seres humanos – tantos milhares mais aptos, mais santos e mais dignos – para este trabalho tão incrível. Mas se o Senhor quer assim, acaso vamos recusar? Você leitor, que também participa disso, acaso irá recusar este carinho do Pai? Que fazemos de diferente dos outros? Apenas escutar, acreditar e obedecer! Apenas amar mais as almas!
 
 5 > Totais: Considerando que nós já rezávamos pelas almas durante quatro anos com toda a equipe antes da primeira anistia, quando recebemos o primeiro grande número – 2 bilhões de almas – que ainda estavam padecendo naquele momento; considerando que no início, quando os purgatórios das almas eram menores e elas precisavam assim de menos orações para sair; somando-se a isso todas as visitas aos cemitérios, aos mais de 315 mil nomes já anotados no Livro da Luz, ou seja, contando todos os modos e meios, acredito que chegamos ao espa
ntoso número em torno de 3 (três) bilhões de almas remidas, nestes oito anos de trabalho. Claro, falo de orações do mundo inteiro, não só relativas ao nosso Movimento.
 
     A Anistia do Amor, que corre agora e vai até o dia 19 de janeiro próximo, é dedicada à remissão das almas do Grande Purgatório, almas que normalmente não teriam a graça das orações. antes de completarem deu tempo mínimo e normal ali. Havia ainda 22,4 milhões neste local terrível, um quase inferno, mas as orações haja atingiram até agora mais de metade delas. Assim, se não terminar até lá, restará pouco. Então estará aberto o grande caminho para a  batalha final. Porque o Céu estará completo.
 
     O leitor pode ficar espantado com estes números, mas levando-se em conta que em toda a terra, morrem diariamente em torno de 180 mil pessoas, somente nestes sete anos morreram mais de 460 milhões que foram para o purgatório, pois 99% delas cai lá. Como depois de quatro longos anos de trabalho de toda a equipe, na primeira anistia ainda estavam no purgatório 2 bilhões de almas, então não nos parece nenhuma fantasia especialmente se considerarmos os séculos que alguns ficam lá. Isso dá muito fácil para deixar algumas centenas de milhares de almas para a remissão de toda a Igreja, em todo o mundo, porque não é somente o “Salvai Almas” que conduz almas para Deus.
 
     Mas é, certamente, em todo o mundo a equipe que mais se preocupa com elas. Nossa Senhora já citou duas vezes isto – este é o maior grupo de oração que existe totalmente voltado para as almas padecentes. E mais, não existe outro igual e não haverá outro mais. De todos os países da terra as almas vêm para cá receber as graças que salvam, até porque lá não rezam mais por elas. De fato, temos na terra mais de 1,2 bilhão de pessoas que se dizem católicas e todas elas certamente têm parentes falecidos. E temos ainda 900 milhões de padecentes lá no sofrimento. Vejam que tristeza: se uma Ave Maria salva uma alma, bastaria que cada católico rezasse uma só Ave Maria e já teríamos sobra de orações. E não precisaríamos estar aqui nesta batalha, embora batalha que amamos e que nos agrada muito. Se Deus nos escolheu para ela, bendito seja! Eu jamais pergunto a Ele o porquê! Apenas sei que é totalmente sem mérito e todos os dias eu agradeço!
 
     Além destes números já assombrosos, eu gostaria de citar os sacerdotes libertos do purgatório. É que bem no início, em uma grande Via Sacra, apenas naquele dia foram libertos pela infinita Misericórdia do Pai, 130 mil sacerdotes. Considerando os milhares de padres falecidos em toda a terra e os milhares de nomes de padres que nos mandaram de todo o mundo para anotar no Livro da Luz, eu penso que não erraria por muito se dissesse que já saíram, por este trabalho do “Salvai Almas”, mais de 200 mil sacerdotes do purgatório. E há muitos lá ainda. Na caminhada de Minas foram libertos 11 padres que estavam há mais de mil anos no purgatório. Deus tem envidado todos os esforços para libertar os padres, antes da Grande Tribulação, para que eles possam retornar a terra para a evangelização que preparará a Vinda Gloriosa de Jesus. É por isso que o Céu se derrama em rios de Misericórdia sobre todos os padres. Deus quer precisar de alguns deles para novas e futuras missões, até porque o sacerdócio é eterno!
 
     Quanto às profecias o Cláudio ainda tem em torno de 30 delas, já divulgadas e que ainda não aconteceram; grande parte delas relacionadas com a incrível história do Cálice. A estas podemos somar outras 11 que são inéditas e se referem a acontecimentos futuros, mas não chegou o tempo de as divulgar ainda, pois envolvem pessoas vivas entre outras coisas. Mas se nós formos considerar pequenas previsões – que não deixam de ser profecias – também as revelações particulares dadas a todas as pessoas que o procuram, mais as espantosas elucidações de fatos passados ocorridos nos cemitérios, podemos seguramente citar mais de 1000 acertos fenomenais, que não encontram explicação pela razão humana, nem pela ciência. Basta não
ser cego nem tendencioso e se poderá ver.
 
    Muitas destas coisas nós comprovamos envolvendo até a história nacional, datando de séculos anteriores. Fomos pesquisar em arquivos históricos, também buscar nas vilas e cidades se tais fatos narrados a ele nos cemitérios, haviam realmente acontecido. E tanto foi até que cansamos de fazer isso e hoje não precisamos mais de sinais. Isso nós dizemos para que as pessoas não imaginem que somos malucos e nos atiramos cegamente neste trabalho sem qualquer discernimento e estudo de cada passo. Quando tínhamos um caso especial sempre o verificamos depois e sempre comprovamos cada fato daquele. E como NUNCA encontramos nenhuma contradição, não temos porque negar as evidências. É como Nossa Senhora já nos disse: vocês não precisam mais de sinais! Sim, porque já os vimos às centenas. Mas o Céu continua nos mostrando!
 
     Dou um exemplo: num ermo distante, quando íamos viajando no último quilômetro antes de chegar ao cemitério, vi que o Cláudio anotava algo na agenda. Antes de entrar no cemitério ele me chamou e disse: Aqui neste cemitério tem quatro perdidos! O nome de um deles é David.... era maçom! Um casal chamado C & E, roubaram as terras dos pais num golpe e deixaram os irmãos e os pais na miséria. Nunca se arrependeram! O outro P..., está enterrado com a esposa, mas só ele se perdeu. Era um comerciante ladrão! Como havia nome e sobrenome, fomos procurar tais túmulos e encontramos facilmente todos os quatro sem erro de uma letra.
 
    Damos mais um exemplo incrível: de uma cidade de São Paulo uma pessoa da equipe telefonou ao Cláudio dizendo que duas pessoas, uma senhora simples e um empresário rico haviam desaparecido; pensava-se que estavam seqüestrados e mortos. Então pela resposta do Céu, quanto à senhora desaparecida, foi dito a eles que pegassem a Rodovia X, que seguissem até o Km Z e próximo a uma ponte estava o cadáver dela. E foram lá e de fato encontraram exatamente como ele havia dito. Quanto ao rico empresário a resposta foi: está morto! Ou seja, estava perdido para sempre no inferno por causa do seu envolvimento maçônico. Este não conta mais para Deus. E para ele o Céu não indicou nem onde estava o cadáver. Este é um pequeno exemplo. Não divulgamos estas coisas porque não é interesse do Céu faze-lo de detetive. Deixa isso para a polícia. O Céu se preocupa com almas e não com crimes e seqüestros dos maus.
 
     Enfim, isso somente pode vir do Céu porque são certamente como profecias. E mais, não consta ainda, para ninguém, que ele houvesse revelado algo do passado de uma pessoa que aquilo não tivesse de fato ocorrido com ela. Sei, com toda certeza, que muitos têm verdadeiro pavor de chegar perto dele, com medo de que ele revele coisas pouco abonadoras sobre o seu passado. Isso já aconteceu com muitos, mas jamais o Cláudio revelou tais coisas para outras pessoas, nem para sua esposa, somente para o interessado. E como aconteceram estes casos passados, também milhares se referem e se referiram ao futuro das pessoas, que viram confirmadas as previsões passadas a ele, por Nossa Senhora e pelos Anjos e, algumas vezes, por Jesus.
 
     Que você, leitor faria se estivesse em nosso lugar. Digo, se você jamais tivesse sabido de que alguma coisa prevista por ele – mesmo as pequeninas coisas – tivesse deixado de acontecer; que, além disso, considerasse já as duas grandes profecias dele que se realizaram com a citação milimétrica das datas – desconhecemos qualquer outro profeta ao qual tenham sido passadas as datas em que elas aconteceriam – a queda das torres e o escândalo da pedofilia nos EUA – e se você conhecesse a humildade dele, jamais querendo aparecer, jamais querendo ser o dono da verdade, acaso você continuaria a negar estes números maiores? Duvidaria ainda deles? Ou ainda acha que estamos loucos? Penso que loucos seríamos se não acreditássemos!
 
     Nosso sentido maior ao colocar estes dados, como já se disse, não é nos enlevar em soberba, mas sim deixar bem claro que não se trata mais de um simples trab
alho, coisa de um ou dois malucos ou de alguns fanáticos, mas algo que representa com certeza o maior esforço conjunto de oração pelas almas do purgatório, isso não só no Brasil, mas em todo o mundo. Ninguém tem tais números para apresentar. Na verdade, ao tempo em que setores da Igreja procuram esquecer da Igreja Padecente é preciso que outros se engajem na luta pela libertação das almas, esta a parte onde nós poderemos agir com toda a liberdade, porque esta é a missão principal da verdadeira Igreja. Quem nega a doutrina do purgatório, é herege e não tem direito de falar em nome da Igreja Católica, mesmo sendo bispo ou padre, até papa. Quem não se preocupa com a salvação das almas é louco e sequer pode se dizer católico, pois ninguém se salva sozinho.
  
     De fato, ontem ainda comentei isso com o Cláudio: nós estamos no meio do olho do Grande Furacão final. É incrível poder participar na linha direta de ação pelo caminho que vem desde Noé – falo da história do Cálice – esta a verdadeira e única história que ficará para sempre: a história da salvação da humanidade! Todas as outras histórias do mundo, também seus protagonistas, mesmo os mais eminentes e poderosos, tudo isso cairá no ralo do esquecimento e sairá pelo esgoto da história. Tudo o que é feito para este mundo, morrerá com ele, pois está dito: Esquecerão das coisas passadas, e nunca mais retornarão ao pensamento (Is 65). Mas a história dos que buscam a salvação das almas, esta perpassará os séculos. E todos os seus protagonistas “brilharão como estrelas no firmamento” (Dn 12, 3).
 
    Com certeza existem no mundo milhares de pessoas até inteligentes, cientistas e tal. Mas de nada adiantará sua ciência se ela não os fizer chegar a Deus. Então poderemos dizer que tais pessoas nem são inteligentes, porque quem é inteligente, tem bom discernimento e quem assim age vai além da razão. Para chegar e ver além da razão deve-se entrar no terreno da fé, aonde somente se chega agindo com sabedoria. Sábio não é jamais aquele que conhece todas as coisas do mundo, mas aquele que encontrou o caminho do Céu. Nós aqui para entendermos o “Salvai Almas” seguramente não deixamos de olhar para todas estas coisas, mas com certeza os caminhos da alma é que nos conduziram até aqui. E quem pensa e vive e segue somente os caminhos da alma, jamais deixará de encontrar a Deus.
 
    Enfim, é agradecendo com todo o ardor de nossa alma aos nossos divulgadores, aos grupos de intercessão, a todos os que rezam por nós em todo o Brasil e que fazem parte desta família, a quem dedicamos este artigo. Sem a valentia deles na divulgação, no corpo a corpo e sem a intercessão das almas padecentes e triunfantes, estaríamos mortos. Deus seja louvado por eles! Nós temos a certeza plena que muito da proteção que temos do Céu provem das orações feitas pelas boas almas que rezam por nós. Nestes dias fiquei emocionado quando uma pessoa me telefonou, pedindo desculpas porque naquele dia não tinham conseguido reunir o grupo para a hora de intercessão pelo “Salvai Almas”. Isso emociona a gente e é algo que não tem preço.
 
     Então sabemos que é por isso que muitos dos ataques são barrados antes de chegar até nós e os males que nos querem fazer, são derrubados pela força das orações e o Poder de Deus. Por isso, pedimos que continuem e que todos os leitores que rezam, se tiverem uma Ave Maria de sobra para a gente, em especial para o Cláudio, que não deixem de fazê-lo. Podem crer que a missão dele é super espinhosa, mas é com Deus. Que ninguém jamais queira ter o mesmo carisma dele, nem deseje ver o que ele vê ou passar pelo que ele passa. Eu já cheguei a agradecer a Deus que não me deu esta missão. E nunca a desejei para mim.
 
     De fato, sendo ele um pai amoroso de sete filhos e amando também a esposa e seus netos, é certamente terrível saber que no tempo da tribulação alguém cometerá um grave crime contra ele, cena que Nossa Senhora já mostrou muitas vezes a ele. E quem quer morrer? Aliás, já temos agora, do nosso grupo, 23 pessoas que recebe
ram a rosa vermelha do martírio – falo em martírio de sangue – que será derramado pela Igreja e em defesa da Sagrada Eucaristia! E novamente aqui são importantes a orações para que todos estes – e mais alguns que ele sabe, mas ainda não recebeu ordem de dizer – que receberam as rosas, para que tenham a coragem neste sacrifício. A maioria que recebeu a rosa aceitou com alegria e fé. É assim: aqui nos pedem o martírio; em outros locais oferecem refúgio. Acho que um dos dois Céus está errado. Falo dos profetas é claro!
 
    Por fim, acham mesmo que sendo ele um pai de família tão extremoso, caso ele não tivesse segurança naquilo que recebe do Céu, acham mesmo que ele divulgaria? Pensam que é para se engrandecer que ele coloca estas profecias terríveis no ar quando na verdade isso lhe causa grande apreensão? Ele jamais pediu uma missão destas ao Céu, porém faz todos os esforços e luta tenazmente contra sua frágil natureza humana para cumprir fielmente os pedidos da Mãezinha do Céu, a quem ele ama demais. Eu não quereria ter que chorar as lágrimas que ele já chorou nesta luta contra si mesmo. Ele jamais seria louco de divulgar estas profecias se tivesse alguma dúvida quanto à sua realização.
 
     Da mesma forma, quem sabe até com maior liberdade, eu me sinto ao divulgar estas mensagens e livros e também os trabalhos publicados no site. Se eu tivesse, por mínima que fosse uma só centelha de dúvida sobre o que estamos fazendo, jamais sairia na estrada levando adiante esta missão. E tanto o faço que nunca me imaginei rezando em voz alta no meio de um cemitério, coisa que antes eu achava o extremo da loucura. Agora, depois de conhecer bem a missão, de ver tudo o que vi, de estudar tudo o que estudei e de sentir tudo o que senti, não somente entro em um cemitério rezando pelas almas, como em voz alta eu grito “sobre os telhados” tudo isso, porque acredito com todas as letras e disso pessoalmente dou fé.
 
     Também eu tenho uma família e um nome a preservar – se isso importa para alguém, para mim não – e, Deus seja louvado, todos caminham comigo e também acreditam neste trabalho, embora não o vivam com tanta intensidade. Se tivesse uma dúvida só, por pequena que fosse jamais entraria nesta. Acaso quem divulga uma profecia não é também responsável por ela? Desde o início Nossa Senhora me pediu para que eu fosse uma “luz a frente” do Cláudio, não para indicar onde ele deve ir, JAMAIS para explicar o que ele deve dizer ou fazer e sim e sempre, para evitar-lhe as quedas, ajudá-lo nas suas dificuldades, pois o terreno da profecia é mais minado que um campo de batalha destes do mundo. Ninguém faz idéia do quanto é difícil desimpedir-lhe os caminhos para que ele fique sempre livre e se mantenha aberto apenas e somente aos recados do Céu.
 
     Volto a afirmar, mesmo respeitando os que trabalham junto a outros profetas e divulgadores – cada um é livre para acreditar no que quiser – que existe uma diferença tão brutal entre outros trabalhos e o nosso que é impossível, em sã consciência de deixar de ser notada. E como conheço os dois lados da questão, este foi realmente o meu primeiro motivo para me decidir: ficar com aqueles que fazem do “seu” profeta um deus, que o paparicam e o idolatram ou com aqueles que querem ver o profeta que Deus suscitou para a Sua Igreja, sempre como o menor de todos. Não pequeno da boca para fora como muitos profetas se fazem a si mesmos e insistem nisso em suas “mensagens”, mas sim no coração, na humildade, no amor.
 
     Quem é pequeno e humilde não precisa que o céu venha lhe dizer isso porque este é um segredo de Deus que tudo vê e sonda. Quem quer ser e não é de fato, então precisa viver dizendo isso de si, “meu pequenino”, para que outros deles se apiedem. E precisa tanto bater nesta tecla, até que ele mesmo se feche num casulo de autocomiseração e endeusamento, coisa terrível, pior que isto, abominável. Quem não observa uma coisa negativa dessas no profeta que divulga e cai fora, deve ficar mesmo com ele.
 
    Quanto às mensagens com profecia
s que aparentemente não se realizaram, em especial quanto ao falecido Papa João Paulo II, devemos acreditar que tudo se realizará, parte com Bento XVI, parte anda com João Paulo II. Este é um mistério último, que ficará guardado até que se cumpra. Esta a verdadeira prova dos que acreditam e são fiéis. Quem for fiel, permanecerá fiel. Estes, verão maravilhas. Aos que desistiram, ou não acreditam, ficará o gosto de ser Tomé. Mais a[i será tarde, não terá graça, nem haverá graça.
 
Este é o resumo da nossa história. Só com a graça de Deus chegamos até aqui.
E queremos continuar pequenos, porque assim passamos despercebidos.
Quem quer vir caminhar conosco? Juntos iremos mais longe!
Vem?
 
Arnaldo (Aarão)
 
 


 
 
 

Artigo Visto: 3102 - Impresso: 74 - Enviado: 30

ATENÇÃO! Todos os artigos disponíveis neste sítio são de livre cópia e difusão desde que sempre sejam citados a fonte www.recadosdoaarao.com.br

 

 
Visitas Únicas Hoje: 109 - Total Visitas Únicas: 3.162.813 Usuários online: 41