Sejam Bem Vindos! Que Deus vos abençoe!

Página dedicada aos que amam as almas do Purgatório.
FAMÍLIA, FUNDAMENTO DA SALVAÇÃO
Documento sem título




 
 
21/06/2007
Purgatório existe?
 
As almas - Purgatório existe?
21/06/2007 19:27:29
As almas - Purgatório existe?

O PURGATÓRIO EXISTE? 
 
Uma das verdades que Deus nos revelou.
 
Infelizmente muitos não acreditam, porém há alguns trechos na Bíblia que podemos ter esta certeza bem clara.
 
Veja: ...mas se és um mau servo, que imagina consigo, meu Senhor tarda a vir, e se põe a maltratar seu irmão e a comer e beber com os ébrios. O Senhor deste servo virá no  dia em que ele não espera na hora em que ele não sabe, e o despedirá e o mandará ao destino dos hipócritas, ali haverá choro e ranger de dentes. (Mateus 24,48).
 
Também está em Mateus 5: 22 Mas eu vos digo: todo aquele que se irar contra seu irmão será castigado pelos juízes. Aquele que disser a seu irmão: Raca, será castigado pelo Grande Conselho. Aquele que lhe disser: Louco, será condenado ao fogo da geena. 23 Se estás, portanto, para fazer a tua oferta diante do altar e te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti, 24 deixa lá a tua oferta diante do altar e vai primeiro reconciliar-te com teu irmão; só então vem fazer a tua oferta. 25 Entra em acordo sem demora com o teu adversário, enquanto estás em caminho com ele, para que não suceda que te entregue ao juiz, e o juiz te entregue ao seu ministro e sejas posto em prisão. 26 Em verdade te digo: dali não sairás antes de teres pago o último centavo. Aqui está bem claro tanto o Inferno quando o Purgatório.
 
Sabemos que todo tempo que passamos no corpo é um exílio longe do Senhor. Andamos na fé e não na visão. Estamos, repito, cheios de confiança, preferindo ausentar-nos deste corpo para ir habitar junto do Senhor. É também por isso que vivos ou mortos, nos esforçamos para agradar-lhe porque teremos de comparecer diante do tribunal de Cristo. Ali cada um receberá o que mereceu, conforme o bem ou o mal que tiver feito, enquanto estava no corpo. (IICorintios 5,6).
 
O Senhor é lento para a cólera e rico em bondade, ele perdoa a iniqüidade e o pecado, mas não tem por inocente o culpado.(Números 14,17).
 
Tendo sido feita uma coleta, Judas Macabeu enviou doze mil dracmas de prata a Jerusalém, a fim de que fosse oferecido um sacrifício pelos pecados dos mortos...È, pois, santo e salutar o pensamento de orar pelos mortos, a fim de que eles sejam libertos de seus pecados. (2Macabeus12,43). Ora, se Judas tivesse certeza que aqueles idólatras tinham se perdido, não mandaria rezar pelas almas deles.
 
Rezar pelas almas é rezar mil vezes por si mesmo. É uma amizade vantajosa. É aquela amizade de que fala Cristo no Evangelho: Fazei-vos amigos lá onde a traça não corrói e o verme não come!.
 
Maria Agatha Sima, que encontrou a vocação que Deus lhe designou: ajudar as almas do Purgatório pela oração, sofrimento expiatório e pelo apostolado. Diz: Que as almas do Purgatório sabem mais sobre nós e sobre o que nos acontece do que nós acreditamos. Elas sabem, por exemplos, quem está presente ao nosso enterro. Elas sabem que se as pessoas assistissem a missa, esta seria muito mais proveitosa para as almas. Se as pessoas assistissem a missa nessa intenção, ajudaria muito mais as almas do que acompanhando o corpo ao cemitério.
 
As almas sabem de tudo que se fala delas e o que se faz por elas. Encontram-se muito mais próximas a nós do que pensamos. Se cremos na vida Eterna, cremos no Purgatório. E se cremos no Purgatório, oremos pelos mortos. O purgatório é terrível e longo para algumas almas.
 
Purgatório vem de purgar que significa purificar.
&nb
sp;
Em Hebreus 12,16 diz: Procurai a paz com todos e a Santidade sem a qual ninguém verá o Senhor.
 
Quem não estiver puro, santo não verá o Senhor. Isso só acontecerá depois da purificação no Purgatório.
 
São Francisco de Sales tinha medo de seus admiradores. Crendo que não receberia oração depois de sua morte, pois pensaria que ele iria direto para o Céu.
 
Santa Tereza pedia: Pelo amor de Deus, eu peço a cada pessoa uma Ave-Maria ou um Pai-Nosso, a fim de que me ajudem a sair do Purgatório e apresse a hora em que hei de gozar à vista de Jesus Senhor Nosso.
 
Frederico Ozanan disse: Não vos deixeis levar por aqueles que vos disserem: Ele já está no céu. Rezai sempre Por aqueles que muito vos ama.
 
Santo Agostinho pede oração pela alma de Mônica, sua mãe, a todos os leitores de seus livros. Não podemos ignorar o rigor da justiça divina.
 
No purgatório as almas são completamente impotentes. Parecem como paralíticas, que não podem fazer o menor movimento para ter alívio.
 
As mensagens de Nossa Senhora em Medjugorge diz: rezai o terço pelas almas do purgatório. O sofrimento lá é terrível. Um só dia de sofrimento no purgatório corresponde a todo nosso sofrimento enquanto estávamos na terra.
 
Diz uma alma, que no mundo ignora-se que o fogo do purgatório é semelhante ao do inferno. Se possível fosse fazer uma visita a essas mansões de dor, não haveria na terra, quem quisesse cometer um só pecado venial, visto o rigor com que é punido.
 
São Francisco Xavier percorria, à noite as ruas da cidade, convocando com uma campainha, o povo a orar pelas almas do purgatório.
 
São Francisco Xavier diz que outrora muitas almas saiam do Purgatório graças às orações dos parentes e fiéis. Mas hoje poucos saem de lá. Pois poucos rezam pelas almas de seus parentes e amigos.
 
São Francisco de Sales entendia que se deve presumir sempre bem da pessoa que expira. Entre o último suspiro e a eternidade, há um abismo de misericórdia. Passam-se entre Deus e a alma certos mistérios de amor que nós só conheceremos no céu.O agonizante precisa do perdão, da luz que é Jesus.
 
Aos agonizantes é necessário muitas orações, para que possam receber essa luz esse perdão. E a misericórdia triunfa.
 
Com a morte abrem-se os olhos, e a pena consiste na privação da alma da vista de Deus. Essa privação, essa sede Deus é uma tortura imensa para a alma.
 
Essas almas lembram-se agora do tempo em que Deus estava tão perto delas, em que lhes batia a porta, e elas, não lhe abriam, preferindo um prazer, uma das muitas ninharias deste mundo. E agora ardem de desejos de estar na presença de Deus. Mas primeiro tem que se purificar no fogo ardente.
 
Santa Tereza dizia que a alma sente um desejo irresistível de Deus. Não tem nenhuma consolação, é um martírio que a natureza custa a suportar: os ossos se separam e ficam como que deslocados. Sentem-se uma dor tão violenta; um só desejo nos consome: morrer, morrer, morrer.! Ir a Deus.
 
Santo Ambrosio dizia que todos os tormentos e sofrimentos que sofreram os mártires, jamais atingirão a intensidade de sofrimento dos que padecem no purgatório. É o fogo penetrante, que se estremece só de ouvir falar.
 
Santa Catarina de Gênova, teve uma visão do Purgatório e exclama: Que coisa horrível! Confesso que nada posso dizer e nem conceber que se aproxime sequer da realidade. As penas que lá se padecem são tão dolorosas, como as do inferno, somente diferencia porque é
temporária e passageira, sendo que no inferno é eterna.

 
São Nicolau Tolentino teve uma visão de um imenso vale onde multidões de almas se retorciam de dor num braseiro imenso e gemiam de cortar o coração. Ao perceberem o Santo, bradavam suplicantes, estendendo os braços e pedindo misericórdia e socorro dizendo: Padre Nicolau, tem piedade de nós! Se celebrares a santa missa por nós quase todas seremos libertadas de nossos dolorosos tormentos. São Nicolau celebrou sete missas em sufrágio dessas almas, durante a última missa apareceu-lhe uma multidão de almas resplandecentes de glória que subiam ao céu.
 
São Vicente Ferrer, assegura que há almas que ficaram no purgatório um ano inteiro por um só pecado.
 
Santa Francisca afirma que a maioria das almas sofre no purgatório por volta de 40 anos, por falta de oração. E muitas estão destinadas a sofrer até o fim do Mundo.
 
As almas simples e humildes, sobretudo as que muito sofreram neste mundo com paciência e se conformando perfeitamente com a vontade de Deus, podem ter um purgatório curtíssimo, às vezes horas apenas.
 
(Gentileza Jane)


 
 
 

Artigo Visto: 2318 - Impresso: 53 - Enviado: 65

ATENÇÃO! Todos os artigos disponíveis neste sítio são de livre cópia e difusão desde que sempre sejam citados a fonte www.recadosdoaarao.com.br

 

 
Visitas Únicas Hoje: 186 - Total Visitas Únicas: 3.269.120 Usuários online: 52