Sejam Bem Vindos! Que Deus vos abençoe!

Página dedicada aos que amam as almas do Purgatório.
FAMÍLIA, FUNDAMENTO DA SALVAÇÃO
Documento sem título




 
 
18/10/2007
A tentação
 
Confissão - A tentação
18/10/2007 09:13:02
Confissão - A tentação

Vencendo a Tentação
(Gentileza Thomas)

Muitas pessoas nos escrevem angustiadas porque não conseguem vencer as tentações, em especial as da carne. Este texto abaixo, ajuda a vencer as tentações,amparados na imensa fortaleza de Deus. Leiam com atenção!

eis o texto:

II Co 10.13, “Não veio sobre vós tentação, senão humana; mas fiel é Deus, que não vos deixará tentar acima do que podeis, antes com a tentação dará também o escape, para que a possais suportar.”

Introdução – A tentação é, para os homens, um problema universal. Tanto salvos quanto não-salvos, crianças ou adultos, ricos ou pobres, e entre qualquer que seja culto ou bruto. A verdade é: se você faz parte da raça humana, você conhece tentação.

Existe tentação e existe provação.

Tentação em geral é usada por satanás para destruir morais, virtudes ou Cristãos. A tentação sempre induz a pecado. Satanás é o Tentador (Mt 4.3; I Ts 3.5). Ele usa o mundo e a carne, nossa ou de outros, para que haja pecado e destruição (I Jo 2.16, “Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo.”)

Provação em particular é usada por Deus para desenvolver a fé dos Cristãos. Às vezes a Bíblia usa a palavra tentação quando é uma provação (Tg 1.2; I Pe 1.6). Pode saber se é uma aflição vem de Deus ou não se o contexto é para ajudar o Cristão ser mais como Cristo, ou se for para a destruição do Cristão. Deus sempre intenta o melhor para o Seu povo (Rm 8.28), nunca tenta-os para o mal (Tg 1.12-15).

Os Vencidos e Os Vencedores

Existem os que são vencidos pela tentação e os que as vencem.

Os Vencidos são os do mundo sem a salvação por Cristo - Jo 8.44, “Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira”.

Todos os homens começaram as suas vidas neste mundo mortos para o bem: Rm 3.10-18.

Somente a misericórdia e o grande amor de Deus trouxe a salvação desta escravidão a Satanás, desta morte do pecado: Ef 2.1-10.

Jesus Cristo é o Único Salvador, sendo feito o Substituto que satisfaz Deus completamente: Nu 21.4-9; Jo 3.14-16. Portanto Olhe! E Viverá! Arrependa-se e Creia em Cristo Jesus!

Os Vencedores são os no mundo com a salvação por Cristo – I Jo 5.4, 5, “Porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo, a nossa fé. 5 Quem é que vence o mundo, senão aquele que crê que Jesus é o Filho de Deus?”

O Espírito Santo habita no Cristão e guerreia contra a carne. Se o Cristão anda no Espírito, não cumprirá a concupiscência da carne (Gl 5.16, “Digo, porém: Andai em Espírito, e não cumprireis a concupiscência da carne.”)

Os vencedores lutam contra a carne, o mundo e as tentações de Satanás.

Por isso, Jesus Cristo instrui o Cristão a vigiar: Mt 26.41, “Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; na verdade, o espírito está pronto, mas a carne é fraca.”

Às vezes o Cristão é surpreendido nalguma ofensa (Gl 6.1).

Quando o Cristão peca, Ele perde a comunhão com Seu Pai celestial. Para restaurar-la é necessária a confissão e abandono do pecado, constantemente: I Jo 1.7-10;

Cl 2.6, 7, “6 Como, pois, recebestes o Senhor Jesus Cristo, assim também andai nele, 7 Arraigados e edificados nele, e confirmados na fé, assim como fostes ensinados, nela abundando em ação de graças.”

Por causa da presença constante da tentação na vida do Cristão, pode ser útil a instrução de como lidar com ela.

Respondendo-nos à Tentação - Os Sete “Rs” para Responder à Tentação


1. Reconhecer o Que é Tentação – Somente refletindo sobre a realidade da tentação podemos reconhecê-la. A ignorância não conduz à espiritualidade e vitória sobre a
tentação.

Notai a oração do Salmista: Sl 39.4, “Faze-me conhecer, SENHOR, o meu fim, e a medida dos meus dias qual é, para que eu sinta quanto sou frágil.” e 139.23-24, “Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me, e conhece os meus pensamentos. E vê se há em mim algum caminho mau, e guia-me pelo caminho eterno.”

Razoando sobre a história da tentação podemos identificar a tentação e sua natureza destruidora. Qual “bem” trouxe a tentação a Eva, Adão, Aça, Davi, Pedro, Judas?

Saiba que toda tentação de Satanás vem para nos destruir. É “grande” (Ex 32.31), mau e contaminador (Mc 7.21-23).


2. Resistir Toda Tentação – Tg 4.7, “Sujeitai-vos, pois, a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós.”

Recuse e rejeite a duvida, o engano, a destruição – I Pe 5.9, “Ao qual resisti firmes na fé, sabendo que as mesmas aflições se cumprem entre os vossos irmãos no mundo.”; I Tm 6.12, “Milita a boa milícia da fé, toma posse da vida eterna, para a qual também foste chamado, tendo já feito boa confissão diante de muitas testemunhas.”

Repugnar-se com qualquer tentação – Ef 4.27, “Não deis lugar ao diabo.”

Reprime qualquer oportunidade de deixar de ser menos do que completamente zeloso – Ef 6.11-13, “Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo. 12 Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais. 13 Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, ficar firmes.”


3. Recorrer a Deus – Tg 4.8, “Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós. Alimpai as mãos, pecadores; e, vós de duplo ânimo, purificai os corações.”; Zc 1.3.

Abraça o socorro das Suas promessas – Sl 145.18, “Perto está o SENHOR de todos os que o invocam, de todos os que o invocam em verdade.”

II Co 6.14-7.1, “Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque, que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas? E que concórdia há entre Cristo e Belial? Ou que parte tem o fiel com o infiel? E que consenso tem o templo de Deus com os ídolos? Porque vós sois o templo do Deus vivente, como Deus disse: Neles habitarei, e entre eles andarei; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo. Por isso saí do meio deles, e apartai-vos, diz o Senhor; E não toqueis nada imundo, E eu vos receberei; E eu serei para vós Pai, E vós sereis para mim filhos e filhas, Diz o Senhor Todo-Poderoso. 7.1, Ora, amados, pois que temos tais promessas, purifiquemo-nos de toda a imundícia da carne e do espírito, aperfeiçoando a santificação no temor de Deus.”

II Cr 7.14, “E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra.”


4. Remover-se da Presença de Tentação – Pv 3.7, “Não sejas sábio a teus próprios olhos; teme ao SENHOR e aparta-te do mal.”

Sl 143.9, “Livra-me, ó SENHOR, dos meus inimigos; fujo para ti, para me esconder.”

Retire-se já! É surpreendente que a tentação tem nenhuma influencia quando esteja longe dela. Por isso então: “Evita-o; não passes por ele; desvia-te dele e passa de largo” (Pv 4.15).

I Co 10.14, “Portanto, meus amados, fugi da idolatria.”

II Tm 2.22, “Foge também das paixões da mocidade; e segue a justiça, a fé, o amor, e a paz com os que, com um coração puro, invocam o Senhor.”

Pv 6.25-27, “Não cobices no teu coração a sua formosura, nem te prendas aos seus olhos. 26 Porque por causa duma prostituta se chega a pedir um bocado de pão; e a adúltera anda à caça da alma preciosa. 27 Porventura tomará alguém fogo no seu seio, sem que suas vestes se queimem?”

Jó 28.28, “E disse ao homem: Eis que o temor do Senhor é a sabedoria, e apartar-se do mal é a inteligência.” r>

5. Retroagir em Beneficio da Retidão – Dn 4.27, “Portanto, ó rei, aceita o meu conselho, e põe fim aos teus pecados, praticando a justiça, e às tuas iniqüidades, usando de misericórdia com os pobres, pois, talvez se prolongue a tua tranqüilidade.”

Não somente reconheça o que é tentação para resisti-la, recorrendo a Deus e removendo-se da presença da tentação, é necessário voltar a fazer o que é correto!

II Tm 2.22, “Foge também das paixões da mocidade; e segue a justiça, a fé, o amor, e a paz com os que, com um coração puro, invocam o Senhor.”

Jo 8.11, “E ela disse: Ninguém, Senhor. E disse-lhe Jesus: Nem eu também te condeno; vai-te, e não peques mais.”

II Cr 7.14, “E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra.”

Sl 139.23-24, “Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me, e conhece os meus pensamentos. 24 E vê se há em mim algum caminho mau, e guia-me pelo caminho eterno.”


6. Reajustar os Pensamentos, Sentimentos e Ações – Pv 4.23, “Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida.” Se do coração procedem o que contamine o homem, o homem que recolha, refreia, e reencaminhe os seus pensamentos e os seus sentimentos para o que é reto, é o mesmo homem que responda bem às tentações.

Tg 1.14, 15, “Mas cada um é tentado, quando atraído e engodado pela sua própria concupiscência. 15 Depois, havendo a concupiscência concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, sendo consumado, gera a morte.”

Fp 4.8, “Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai.”


7. Receber o Mandamento – Hb 12.1-4, “Portanto nós também, pois que estamos rodeados de uma tão grande nuvem de testemunhas, deixemos todo o embaraço, e o pecado que tão de perto nos rodeia, e corramos com paciência a carreira que nos está proposta, 2 Olhando para Jesus, autor e consumador da fé, o qual, pelo gozo que lhe estava proposto, suportou a cruz, desprezando a afronta, e assentou-se à destra do trono de Deus. 3 Considerai, pois, aquele que suportou tais contradições dos pecadores contra si mesmo, para que não enfraqueçais, desfalecendo em vossos ânimos. 4 Ainda não resististes até ao sangue, combatendo contra o pecado.”

Se retroceder da tentação para a obediência, a sua vida terá menos reviravoltas e mais razões de louvor – Mt 7.24-27; Lc 12.35-40, v. 40, “Portanto, estai vós também apercebidos; porque virá o Filho do homem à hora que não imaginais.”

Redefine o seu dever: “De tudo o que se tem ouvido, o fim é: Teme a Deus, e guarda os seus mandamentos; porque isto é o dever de todo o homem”, Ec 12.13.


Conclusão - A tentação vem. Satanás não consegue agir diferente da sua própria natureza pervertida. Ele não deseja ver Deus com a glória. Ele deseja usurpar a glória de Deus (Is 14.13, “E tu dizias no teu coração: Eu subirei ao céu, acima das estrelas de Deus exaltarei o meu trono, e no monte da congregação me assentarei, aos lados do norte.”).

Os Vencedores são os no mundo com a salvação por Cristo – I Jo 5.4, 5, “Porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo, a nossa fé. 5 Quem é que vence o mundo, senão aquele que crê que Jesus é o Filho de Deus?”

Está brincando com o pecado? Está enganando-se a si mesmo achando que pode tomar fogo no seu seio sem se queimar?

O que Deus manda é: Arrependei-vos do pecado! (Mt 4.17), e crê nEle pela fé.

Não há vitória do pecado e da sua condenação de outra forma. Jo 3.36, “Aquele que crê no Filho tem a vida eterna; mas aquele que não crê no Filho não verá a vida, mas a ira de Deus sobre ele permanece


 
 
 

Artigo Visto: 1995 - Impresso: 55 - Enviado: 12

ATENÇÃO! Todos os artigos disponíveis neste sítio são de livre cópia e difusão desde que sempre sejam citados a fonte www.recadosdoaarao.com.br

 

 
Visitas Únicas Hoje: 109 - Total Visitas Únicas: 3.162.813 Usuários online: 41