Sejam Bem Vindos! Que Deus vos abençoe!

Página dedicada aos que amam as almas do Purgatório.
FAMÍLIA, FUNDAMENTO DA SALVAÇÃO
Documento sem título




 
 
31/03/2011
Sobre nossa culpa
 
Cartas - Sobre nossa culpa
31/3/2011 13:58:30

Cartas - Sobre nossa culpa


SOBRE NOSSA CULPA... 

Eis a carta de um jovem, sobre o artigo "nossa culpa"....

Muito bom o artigo a nossa culpa, meus pais são boas pessoas me passaram valores  e princípios mas já reclamei umas vezes com minha mãe o pq que ela não me levava a Igreja e ainda penso nisso o pq que eu passei anos da minha infância, adolescente e início da juventude sentindo um vazio, falta de alguma coisa acredito eu lembrando agora que a minha conversão foi uma sucessão de fracassos e frustrações, notas baixas na escola, um péssimo  vestibulando, aluno mais ou menos na faculdade, só queria saber de festas, zuar com os amigos,  bebedeira, cigarro, cheguei a cheirar loló e experimentar maconha, arriscava minha vida indo  a certos lugares e ruas, ia a puteiros e as vezes transava, tinha época que só queria ficar, nem  namorar queria mas pensando bem ainda bem que não namorei por essa época quero dizer aquele namoro de anos pq com certeza iria engravidar a menina e provavelmente seria uma família  desestruturada, em relação a notas baixas teve muito a ver ao déficit de atenção que eu tinha  e tinha bastante repeti duas vezes de ano isso por causa de um vacilo que cometi ao perder  uma menina que era apaixonada por mim e sofri bastante com isso os fracassos aumentaram assim como a revolta da vida aos poucos fui procurando a Deus msm que de forma errada comecei lendo a bíblia só que ao pé da letra algumas coisas me causaram um nó na cabeça, por causa de  umas pessoas comecei a ir a cultos e tava começando a odiar o catolicismo por causa da tal adoração de imagens, graças a um amigo do meu pai católico fervoroso que comecei a ir as missas e tirar minhas  dúvidas com os Padres daí conheci jovens cirstãos iguais a mim e vi que gostavam das mesmas coisas q eu pq antes achava que eram bitolados. Em relação aos meus pais eu acho msm irreal o fato deles terem passados  muuuuitas dificuldades é vc disse a palavra certa IRREAL qud me contam oq passaram eu penso eu não aguentaria  esse tipo de vida, um exemplo se eu ficar tres finais de semana em casa sem ir a festas, ou restaurante, bar, etc.... eu fico maluco sou classe média alta, moro em condomínio de casas, tenho de tudo de bom e do melhor, roupas de marca, computador, um quarto só pra mim com banheiro e box, piscina, churrasqueira e uma bela vista pro rj, e além disso  tenho amigos que possuem mais ou quase igual a mim em termos de bens ou seja eu tenho um VIDÃO e falo quase todos os dias: eeeeeh vida boa, não falo isso para me mostrar pelo amor de deus apenas falo da minha vida, pq mentir q não vou, mas ainda bem que me converti e tenho que me preparar para perder esse meu vidão, pq ti digo pra mim  será mais difícil do que pra muita gente só pra ter uma idéia minha casa tem 3 andares, tenho 4 tvs, 3 carros e por aí  vai. Minha pergunta é: oq devo fazer para me desapegar de tudo isso ?  
++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++
Minha pergunta é: o que você responderia a ele? Li a carta para meu filho Gustavo que é muito brincalhão e ele me respondeu: diga a ele assim, rapaz, luta é para nunca perder este vidão!
É no fundo o que a juventude pensa da vida, o que mostra o se mundo de fato irreal. Eu digo ao jovem que na realidade não é preciso que ele venda tudo isso e dê aos pobres, como Jesus pediu ao jovem rico, mas que ele use destes bens em favor dos menos favorecidos. Quero dizer, não vender as quatro TVs e os 3 carros, mas usar seu tempo, seus carros, para levar aos jovens o mesmo conhecimento que ele agora tem, o sentimento de que há um outro mundo, real, onde se luta pela vida, e que é fantasia este deles, onde tudo cai do Céu, em abundancia, já pronto e quase mastigado.
Se ele tem tempo e não precisa trabalhar, pode usar este tempo para ajudar entidades beneficentes, divulgar nossos livros já que ele conhece bem nosso Movimento, pois há muito tempo nos acompanha, e pode usar de suas mesadas para aplicar em tesouros par
a o céu, porque estes que ele acumulou até agora não servem para nada. 
Ele pode investir mais em oração, e em levar sua família que tem tantas posses a rezar, e fazer uso dos seus bens juntando tesouros para o céu, onde a traça não come nem o ladrão rouba, porque o apartamento deles pode em pouco tempo virar o mesmo monte de escombros como se viu no Japão, e ai não haverá mais nada que fazer. O tempo urge, e a conversão que ele teve a graça de receber, deve ser levada a outros, aos seus amigos, mesmo que o chamem de louco. Que ocupe seu tempo com o céu, e peça perdão aos que ele usou na vida em seu benefício.
Buscar com sofreguidão as coisas de Deus e esquecer o resto. Que doravante ele se mortifique na carne, privando-se de algumas destas mordomias, em reparação ao tempo de vida vazio e perdido até aqui. 

 
 
 

Artigo Visto: 2296 - Impresso: 21 - Enviado: 19

ATENÇÃO! Todos os artigos disponíveis neste sítio são de livre cópia e difusão desde que sempre sejam citados a fonte www.recadosdoaarao.com.br

 

 
Visitas Únicas Hoje: 673 - Total Visitas Únicas: 3.364.320 Usuários online: 47