Sejam Bem Vindos! Que Deus vos abençoe!

Página dedicada aos que amam as almas do Purgatório.
FAMÍLIA, FUNDAMENTO DA SALVAÇÃO
Documento sem título




 
 
03/01/2017
Sobre os nossos livros
Alguns problemas que precisamos resolver urgente. Ler com atenção!
 

SOBRE OS NOSSOS LIVROS

Como todos já sabem, a partir de outubro, por motivo de força maior eu tive que deixar a tarefa dos livros, em favor do Américo – dono da Gráfica Odorizzi – que foi indicado pela Mãezinha para este trabalho. Já fazia um ano que o pedido dela fora feito e eu adiei ao máximo, como esforço máximo, porque sabia que uma mudança destas sempre trás problemas e transtornos. E embora os avisos que coloquei, os inúmeros e-mail que respondi alertando e ensinando – e também explicando – nem tudo ficou bem claro, e nem tudo deu bem certo. Nem todos entenderam!

Preocupado como sempre, com nossos queridos amigos e divulgadores, percebi que as coisas não estavam indo bem, tanto pelo meu modo de ver, quanto pelo do Américo. De fato, embora eu tivesse transferido para os responsáveis os meus arquivos e cadastros, e os instruído, por algum motivo as coisas estavam sendo feitas de um modo errado, sem controle, sem certezas de envios, sem arquivos de registros dos dados, apenas copias e rascunhos, montes deles. Isso quando nosso sistema é tão simples, mas tão eficiente.

Algumas coisas, além disso, não estavam bem de acordo:

1 – Percebi que os leitores levaram dois choques iniciais, que quase os puseram a nocaute: a – os preços mais salgados; b – a cobrança antecipada. Isso quando todos nos conheciam, desde quase 20 anos, por praticar preços ridículos, e por enviar todo o material em confiança.

A – Quanto aos preços mais salgados, tenho todas as justificativas. Primeiro porque confiado no Pai eu sempre editei em grandes tiragens, e há uma diferença brutal entre pedir 100 livros, e pedir 5.000, tudo é questão de custos. E fiz tudo e sempre com a orientação da Mãezinha. Por exemplo: quando do livro 1, Cláudio e eu tencionávamos pedir 1000 livros na primeira tiragem, ela disse: 10.000. E quando eu disse que ficava muito caro 22.300,00 a vista na Paulus – isso quase 20 anos atrás – ela disse: muda de gráfica> e conseguimos na Odorizzi, por 0,77 centavos a unidade, em três pagamentos. O Céu sempre me acompanhou e instruiu.

Se hoje, pedir o livro Mateus 5.000 custa 4,80 a unidade, e eu vendia a 5.00 reais. Se pedir 1.000 vai custar 8,00 e ele vai vender a 8,00 sem lucro. Outro fator, neste caso é o seguinte. Eu sempre recebi ajudas espontâneas de pessoas maravilhosas, que me permitiram suportar os tremendos desfalques que levei, acredito em mais de 300 mil reais, isso quando eu tinha sempre, com a graça de do Pai, margens diminutas. E as pessoas se acostumaram a isso. Os livros, comparado com outras editoras e outros vendedores, são ainda muito baratos. Quem compra livros, sabe disso. Assim, o Américo não tem ajudas extras, e nem pode pedir 5 mil livros em cada edição, e terá que arriscar no máximo 1.000 de cada vez, eis o motivo porque agora fica mais caro.

B – Bem no começo, 20 anos atrás, eu tentei cobrar antecipado as remessas, e foi um desastre. Tentei depois enviei para pagar na chegada dos correios, e piorou. Voltaram centenas de caixas, para meu desespero. As pessoas rejeitavam o que tinham pedido, até por não terem, no momento, o dinheiro para pagar. Eis que, depois de um sonho muito intuitivo que tive, pela explicação dele pela Mãezinha, percebi que tinha que confiar em Deus, e mandar para todos, de olhos fechados, sem pedir nada antecipado. E foi SOMENTE por causa desta confiança, que pude enviar mais de UM MILHÃO de livros, mais de UM MILHÃO de terços, mais de 700 MIL escapulários, mais de 10 milhões de santinhos, mais de 100 MIL lencinhos, e muitos metros cúbicos de pétalas para o Óleo de São Rafael.

Pois bem, o Américo tentou a tática do pagamento antecipado, e resultou que em quase 100 pedidos enviados, apenas alguns poucos pagaram os boletos. E, além disso, acabou ficando encalhado mais de 50 caixas de livros, esperando o retorno dos pagamentos, que não aconteceram. Eu já havia alertado o Américo para estas duas coisas – preços e antecipações – mas ele confiou que pela experiência no material gráfico ele conseguiria fazer as coisas funcionar. Enganou-se: uma coisa são os livros do mundo, bem caros, que ele vende e outros lucram... Outra coisa são os livros de Deus, que os divulgadores DOAM. E ainda, quando ao telefone as pessoas pediam os livros e se dizia que o pagamento era antecipado as pessoas diziam: então cancela! ...E isso dói!

Vendo então que as coisas tinham dado um nó, e não havia perspectiva de solução, a primeira reação do Américo foi utilizar-se do meu método de remessa, a CONFIANÇA, apenas pedindo aos divulgadores que não fizessem o depósito na conta deles – e não remetendo boleto – e sim para que depositassem na minha conta do Banco do Brasil, a de sempre ( Agência 2775-8 – C/C 55655-6). Isso porque, devido ao zelo que sempre tive pela causa do Movimento, para cumprir fielmente a missão que a Mãe do Céu me confiou, eu tinha já pago, uma boa quantidade de livros, e quitado todas as farturas da gráfica, entregando os livros já pagos, apenas para que ele os divulgasse, indo me devolvendo aos poucos. E este pouco, para minha aplicação na mesma causa.

Mesmo assim, eu percebi que o nó não desamarrava, e hoje, combinando antes pelo tele fone, fui a Blumenau encontrar o Américo e sua funcionária, para colocarmos as coisas em ordem. Coisa que teremos que fazer aos poucos, com a compreensão de todos. Em síntese a mecânica continuará a mesma. Os pedidos podem ser feitos direto a ele, pelo celular da TIM 041-47-99963-0614 e também por e-mail americo@odorizzi.com.br e por telefone com a Inês 47 3323-8627  e ou pela telefonista Zoé, pelo telefone 47-3334-2977. Podem pedir também para mim aarao1@gmail.com como sempre, e pelo site http://www.recadosdoaarao.com.br/?menu=loja o que nos facilita.

Agora duas coisas: 1 – Eu consegui convencer ao Américo, de BAIXARMOS sensivelmente os preços dos livros, até o limite do suportável para ele, a fim de encetarmos uma nova campanha de divulgação, tendo em vista o fluir violento dos acontecimentos no Vaticano, pois é para ali que os olhos do Pai se voltam, e Sua Ira se acende. Ira Justa e santa. Importante divulgar o livro Mateus, cujo capítulo 38 já contém alguns indicativos. Em vista disso eu já alterei no site os preços dos livros, alguns pela metade, outros em percentagem elevada. Mas ATENÇÃO: estes preços valem apenas até terminar o estoque os livros que lhe enviei, já quitados. Os que ele editar ficarão mais caros. Quem quiser material mais barato então, que se antecipe.

2 – Os depósitos continuarão sendo feitos na minha conta, acima citada, até terminar os estoques dos livros. Depois disso, o Américo deverá indicar outra conta para os pagamentos. Todos devem entender que ele é um homem de bem, faz isso por apostolado gratuito, e se algo fica mais caro é porque ele precisa pagar funcionários. Se eu tivesse condições reais, de continuar com este trabalho, jamais teria havido esta mudança.

Por último: Tendo em vista o completo descontrole do que foi enviado até aqui, ou tendo em vista que são precárias as informações disponíveis sobre as remessas, peço a paciência dos leitores, pois levará pelo menos um mês para que eu consiga tomar pé de toda a situação. Eu não quero jamais que alguém seja prejudicado, e algum prejuízo, se houve, deve ser meu, e pretendo sanar, como sempre. Devo então enviar uma carta, a cada um dos que pediu pela internet, assim saberei se receberam certinho, se existem reclamações, para que eu as possa sanar. Também se foi feito o pagamento e o VALOR, para que eu possa acertar corretamente com o Américo. O que não posso é mudar os preços do que foi enviado, disso peço desculpas.

Peço também desculpas, por mim e pelo Américo, se o atendimento não foi bom e houve falhas. Vamos então tentar corrigir, para que neste POUCO TEMPO QUE NOS RESTA PARA EVANGELIZAR, tenhamos um mínimo de contratempos e falhas. Minha ligação com o Movimento Salvai Almas continua, e aguardo apenas a ordem da Mãe para a divulgação do próximo livro, que já tantas vezes mencionei. Vem guerra pela frente!

No mais, vamos rezar a próxima ANISTIA com o maior empenho, porque a Igreja precisa, como nunca, de nossas orações. O Pai somente age se nós pedirmos, e a forma de pedir é rezar. Além disso, com calma, alertar nosso povo quanto ao que acontece no Vaticano – embora seja tremendamente difícil, tal a cegueira que o inimigo impôs aos filhos de Deus – mas sem discussões e brigas. Deus fará, e Ele fará o melhor para nós!

Obrigado a todos por me entender, e quem puder passe este recado aos outros divulgadores. Com paciência tudo será resolvido.

Com Deus venceremos. Que Ele vos abençoe!

Aarão!

 
 
 

Artigo Visto: 1220 - Impresso: 17 - Enviado: 6

ATENÇÃO! Todos os artigos disponíveis neste sítio são de livre cópia e difusão desde que sempre sejam citados a fonte www.recadosdoaarao.com.br

 

 
Visitas Únicas Hoje: 265 - Total Visitas Únicas: 3.075.359 Usuários online: 49