Sejam Bem Vindos! Que Deus vos abençoe!

Página dedicada aos que amam as almas do Purgatório.
FAMÍLIA, FUNDAMENTO DA SALVAÇÃO
Documento sem título
Você está em: MENU PRINCIPAL / Recados / Sobre Livros




 
 
14/11/2012
Sobre Livros
 
Recados - Sobre Livros
14/11/2012 17:08:27

Recados - Sobre Livros


 

SOBRE OS LIVROS



Como sabem ontem nós encerramos os pedidos de livros grátis, conforme nossa promessa de ação em duas semanas de campanha. Os resultados foram muito além do esperado, sinal de que nosso Movimento continua firme e forte, cheio de valentes dispostos a enfrentar as feras, na linha de frente da divulgação. O Cláudio ficou muito feliz quando soube dos resultados. E creio que o Céu também está!



Aliás, podemos dizer que os resultados foram muito além das expectativas, isso não somente porque alguns títulos já esgotaram, até antes da metade do tempo, como agora, com a última leva de 110 pedidos que chegaram, noto que praticamente ficaríamos sem nenhum livro aqui se mandássemos tudo. Isso de todos os títulos disponíveis! Notamos uma grande afluência de pedidos do livro Confesse Bem, e livros de orações, o que é muito bom.



Em vista disso, nós precisamos tomar algumas medidas para poder atender a todos, pelo menos em parte, e como os livros são grátis, espero que todos entendam que é impossível atender a todos na quantidade desejada. A primeira coisa que verificamos é que há pedidos gigantescos, para cidades menores, e cidades grandes com poucos pedidos. Desta forma nossa ideia é fazer uma seleção dos pedidos, tentando o máximo espalhar os livros pelo país inteiro. Pedimos então o entendimento quanto a esta impossibilidade.



A segunda questão é que se torna literalmente impossível enviar tudo nesta semana, porque somos apenas duas pessoas, e cada caixa toma seu tempo. Pedimos então que tenham paciência e aguardem, porque vamos tentar atender a todos, na medida da quantidade de livros que dispomos, e também visando uma maior distribuição regional deles. Mas penso que não conseguiremos por tudo em ordem antes do final da próxima semana.



Neste sentido, terão prioridade os pedidos que aguardavam desde dia 20 do mês passado, por falta do Livro dos Sacerdotes e do Livro de Orações. Como todos os pedidos feitos até o final do mês passado ainda continham seus preços não podemos abdicar do pagamento, porque tenho que arrumar no mínimo 60.000,00 para pagar o correio e os livros que ainda faltam. E só a edição faturada dia 08/11 deu quase 17.000,00 que vai além disso.



Tendo em vista esta tremenda dificuldade, eu primeiramente quero agradecer aos que generosamente e de forma anônima já me ajudaram com algumas quantias, ao tempo em que volto a instar com aqueles que podem nos ajudar na campanha, que não gostam ou não têm tempo de divulgar pessoalmente, se quiserem podem nos auxiliar com recursos. Vejam que tudo é livre, desinteressado, sem pressão. Deus sempre proverá! E ficaria tremendamente triste se soubesse um dia que alguém se sentiu pressionado a nos ajudar.



Na realidade, contando as novas edições e os livros que tínhamos aqui em estoque, o volume era superior a 50 mil livros, e isso dá uma carga de caminhão. Imagine o trabalho que dá remeter tudo isso em caixas e pacotes! Além é claro, dos terços, escapulários e santinhos, estes que dão muito trabalho na seleção e contagem. Pedimos, então que evitem escrever perguntando se já mandamos o material, porque seguem com os anjos de cada um.



Outra prioridade que daremos, tendo sempre em vista a necessidade de pagar à gráfica e as outras despesas, como os correios, é de enviar na totalidade aqueles que pediram os livros, mas desejam contribuir normalmente, penso que seria justo e prudente. Tenham certeza, se eu pudesse, mandaria tudo grátis, no dobro do que foi pedido. Onde não haverá dinheiro.



Também gostaria de pedir, a todos aqueles que recebem os livros grátis, que, se puderem, se não lhes fizer falta, ajudem com qualquer quantia além daquela dos correios, porque é da soma de bocados que conseguimos sempre cumprir esta missão. Eu simplesmente não lucro nada com isso. Minha inarredável e obstinada vontade é apenas de levar a todos o conhecimento, para que se preparem para o dia ou o tempo da Justiça. Todo aquele que foi alertado, que começa a entender, que se confessa e reza, se torna pedra firme na edificação do Novo Reino.



E quanto mais pedras bonitas houver, mais bonito acabará sendo o reino onde viveremos. Lembro que, com a união de todos, estamos construindo o edifício do Movimento Salvai Almas. Faz algum tempo que não o vi mais, mas na última vez ele estava já todo bem aprumado – antes era torto e mal acabado – e estava na fase da pintura base e do acabamento de portas e janelas. E havia lindos vitrais sendo colocados. Quem mais participa?



Tenha certeza o amigo leitor e divulgador que esta campanha é acompanhada com todo zelo pelo Céu, porque esta era a única forma de distribuirmos tão grande quantidade de livros e artigos religiosos, num curto espaço de tempo. Muitos dos livros terão valor, até mesmo depois do Aviso, porque como sempre avisamos haverá um tempo da Grande Evangelização, que prepara as pessoas restantes e as purifica para e Reino Glorioso.



Quanto aos tempos, nosso sentimento é que, infelizmente, devido ao fato de que bem poucas pessoas efetivamente rezam, efetivamente buscam a conversão, e lutam por este Mundo Novo que há de vir, não termos cacife espiritual para permitir uma ação fulminante de Deus – embora nada este descartado – o que nos evitaria rios de sofrimento. Mas também é nosso sentimento de que, até o dia do Natal próximo, algum acontecimento mundial muito grave há de se dar, que porá fim a todas as especulações sobre tempos e datas.



Alerto a todos os divulgadores e leitores que, se houver alguma surpresa adiante, se algo não acontecer como se imaginava, que aguardem um pouco mais e meditem, porque no final entenderemos tudo. Pois como está em Habacuc 2, 1 Vou ficar de sentinela, e postar-me sobre a trincheira; vou espreitar o que vai me dizer o Senhor, e o que ele vai responder ao meu pedido. 2 E o Senhor respondeu-me assim: Escreve esta visão, grava-a em tabuinhas, para que ela possa ser lida facilmente; 3 porque há ainda uma visão para um termo fixado, ela se aproxima rapidamente de seu termo e não falhará. Mas, se tardar, espera-a, porque ela se realizará com toda a certeza e não falhará. 4 Eis que sucumbe o que não tem a alma íntegra, mas o justo vive por sua fidelidade. Por sua fé!



Deus é o Senhor dos tempos e das datas. Os homens se regem por elas e só entendem desta forma, mas Aquele que rege os tempos não age assim. As datas são meros limitadores de tempo, o tempo que Deus encolhe ou estica, de acordo com Sua Santíssima Vontade, e sempre para nosso bem. Mas Ele não nos enganará! Quem for fiel até o fim, será salvo, ele e sua família! Todos estão preparados? Se não estão, supliquem ao Céu para que adie ainda mais os acontecimentos. Porque está escrito: ai de quem deseja ver o Dia do Senhor! Dia de trevas e escuridão!



Para os que pesquisam sobre datas e fazem contas, deixo esta mensagem passada a 18 de Setembro de 2010: “Desejo hoje vos dizer: Já são três os degraus que subistes dos 800 que faltam!” Se achar que se trata de dias, que faça as contas. Se achar que são degraus, que suba! Ou desça! Você decide! Quem tiver entendimento use! Quem não é capaz de entender isso, por favor, que não questione sobre datas! Ou degraus!



Aarão!



 
 
 

Artigo Visto: 2647 - Impresso: 19 - Enviado: 9

ATENÇÃO! Todos os artigos disponíveis neste sítio são de livre cópia e difusão desde que sempre sejam citados a fonte www.recadosdoaarao.com.br

 

 
Visitas Únicas Hoje: 142 - Total Visitas Únicas: 3.404.262 Usuários online: 52