Sejam Bem Vindos! Que Deus vos abençoe!

Página dedicada aos que amam as almas do Purgatório.
FAMÍLIA, FUNDAMENTO DA SALVAÇÃO
Documento sem título
Você está em: MENU PRINCIPAL / Recados / Estratégia



 
 
22/04/2011
Estratégia
 
22/4/2011 11:47:54

Recados - Estratégia

ESTRATÉGIA
 
Volto a falar sobre a questão dos folhetos porque algumas coisas estão nos preocupando. Temos alguns valentes, que o são no verdadeiro sentido, mas não podemos esquecer que a valentia demasiada pode levar à temeridade. Isso pode causar mais mal do que bem. Embora que nao devamos temer nada, porque temos a graça da proteção do céu.
 
Há entre os amigos os que querem fazer panfletagem gigantesca, e ontem conversando com Cláudio já na hora tivemos algumas instruções que preciso passar e valem para todos. O sentido deste folder é por hora despertar os adormecidos, mas de um modo não violento, embora a mensagem seja forte, e já esteja toda em nossos livros. 
 
Nosso sentido não é afrontar a Igreja nem os sacerdotes. Se alguma cidade, por exemplo, resolver derramar de casa em casa, de evento em evento e em praça pública 200 mil folders, certamente causará um furioso impacto, que nos trará problemas sem conta. É preciso que ajamos com cautela. A coisa deve ser feita de maneira simples como temos feito com os livros, de pessoa a pessoa, para que devagar milhares possam ser acordados. Então nao é prudente, por exemplo, mandar um foldes para cada sacerdote ou bispo de uma diocese: entreguem apenas aos padres com os quais conseguem dialogar, e que se mostram abertos. No mais é só criar confusão sem adquirir bons frutos. Prudência, discernimento! Embora que outros levem aos sacerdotes... Assim...
 
É preciso que os próprios sacerdotes – alguns deles pelo menos – usem de seus púlpitos para combater os “malucos do folheto” para que isso incendeie a curiosidade dos fiéis, me entendem? Jesus quando queria que algo viesse a ser conhecido por todos, dizia aos seus apóstolos: não contem nada disso para ninguém! E assim, logo todos sabiam! Mas se ele lançasse uma panfletagem contra os fariseus da época, com toda certeza ele atrairia a ira romana, não só dos sumos sacerdotes, e teria problemas além da conta. Então ele agia com cautela e prudência, e sempre atingiu seus objetivos.
 
Nós sabemos que muitos sacerdotes sabem que os sinais atuais são Bíbicos que correspondem exatamente aos prenuncios do segundo advento citados por Jesus, mas existe uma espécie de "acto de silêncio" entre eles e os bispos, no sentido de esconder para "não assustar o povo". Mas veja, eu acabo de receber o email de um sacerdote amigo que diz assim: "melhor morrer assustado e ir para o Céu do que ir tranquilo para o inferno". Então se eles não alertam temos que fazê-lo, mas com consciência e calma, dando tempo ao Espírito Santo de agir, porque Ele faz.
 
Assim temos aqui pedidos de 200 mil, 50 mil folhetos para algumas cidades, e até 20 mil para cidades pequenas, e isso causaria impacto negativo, o que não é desejo do Céu. O objetivo agora é espalhar uma semente, que irá sim frutificar adiante, até porque prepara as bases de uma nova investida, e isso quero explicar. É que não podemos causar comoção social... Por hora!
 
Vejam que, por hora, a imensa maioria das pessoas não acredita. Muitos lerão o folheto e ficarão com estas coisas “martelando” na cabeça, até por ação do Espírito Santo. Na medida em que os sinais forem acontecendo, eles tenderão a procurar mais informações. Isso irá assim até por volta do próximo mês de agosto próximo, onde o frenesi financeiro mundial estará levando a economia ao colapso. Naquele momento então, no impacto das más notícias vindas de todo mundo, nós poderemos então entrar com a campanha pra valer, com milhares de panfletos, quem sabe com mensagem diferente.
 
Aí a vantagem é que os escarnecedores não poderão mais bradar seus chavões de “sempre teve isso”, porque serão engolidos pelo redemoinho. Nem mais os sacerdotes poderão usar seus sermões para nos chamar de “loucos”, porque evidência furiosa dos acontecimentos fará deles os verdadeiros loucos, até porque não deram ouvidos em tempo quanto aos sinais anunciado
s em nossos folhetos.
 
Fico muito feliz que muitos estão pedindo os folders, e já estamos com mais de 80 mil pedidos. Vou colocar logo no site a nova opção, do folder menor, resumido em apenas 15 itens, que custará apenas 0,025 e já trás uma centelha de alerta.
 
Pedimos a todos, porém, paciência, porque como havia avisado a primeira edição de 50 esgotou em apenas dois dias, e tenho neste momento registrados mais 98 pedidos que precisam esperar até que chegue a próxima edição.  
 
Peço então a todos que tenham prudência, mas sem temor. Falo em esperteza no agir. Porque o verdadeiro valente não é aquele que se atira diretamente e de peito aberto contra a lança do inimigo, mas aquele que evita o golpe, sem fugir da luta. Principalmente não afrontem sacerdotes que são rebeldes e podem vos criar problemas. Muitos saberão dos folhetos porque os receberão dos que divulgam, mas deixemos o Espírito Santo agir. Ou seja, temos que dar tempo para fermentar a massa, senão teremos que engolir comida não saborosa.
 
Assim, com algumas centenas de folders bem entregues, será possível conseguir um resultado bem mais expressivo, do que se tentarmos afrontar uma diocese inteira, pondo todos em polvorosa. Não é tempo ainda de fazer isso, agora, mas o faremos mais adiante. Vamos então com calma. Mais adiante agiremos com vigor.
 
Aarão!
 

 
 
 

Artigo Visto: 3329 - Impresso: 42 - Enviado: 20

ATENÇÃO! Todos os artigos disponíveis neste sítio são de livre cópia e difusão desde que sempre sejam citados a fonte www.recadosdoaarao.com.br

 

 
Visitas Únicas Hoje: 872 - Total Visitas Únicas: 3.516.668 Usuários online: 91